Coletiva-Anúncio das atividades da Incubadora Social e Tecnológica da USP Leste-20120302

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva de Anúncio das Atividades da Incubadora Social e Tecnológica da USP Leste

Local: Capital - Data: 03/02/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, hoje demos um passo muito importante na consolidação da USP Leste, da EACH. Hoje temos lá na USP Leste dez faculdades, cinco cursos de pós-graduação, além das especialidades. E é inaugurada a incubadora. A incubadora metade do investimento foi do Estado e a outra metade da Universidade de São Paulo. Já começa com sete pequenas empresas sendo incubadas, na área de tecnologia, de informação, de ensino, têxtil, enfim, toda a área de inovação tecnológica. Isso vai estimular o empreendedorismo na região, trazer um desenvolvimento ainda maior. Terá também na USP Leste um centro de exposições, centro de convenções, laboratórios, parte de cultura e pesquisa, prédios. Nós vamos ceder inclusive mais uma área pra USP Leste, que é do Estado, que é do Governo de São Paulo. Vamos passar pra USP Leste, e a grande possibilidade de ida para lá de Engenharia da Poli, a Escola Politécnica de Engenharia, fazer a sua párea de informática toda, a sua área de computação também lá. Então, a gente fica feliz de ver se consolidando, não é? O ano que vem vai completar dez anos da USP Leste e ela crescendo e consolidada.


REPÓRTER: Esse terreno é lá mesmo, governador?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Do lado. Então a USP Leste está na beira da ferrovia. Existe uma estação, chamada Estação USP Leste, e nós cedemos o terreno para USP quando eu era governador. Foi inaugurada em 2003, o ano que vem vai completar dez anos e já expandindo. Então nós vamos ceder mais um terreno grande para ela poder crescer o campus da EACH lá na USP Leste. E é uma coisa boa, porque as dez faculdades ali estão presentes as três áreas, bem integradas, humanas, biológicas, a área gerontologia, obstetrícia, a área de medicina, e exatas. Então você tem ali humanas, exatas e biológicas, no mesmo campus, se integra bastante. E já a incubadora. Quer dizer, não só a graduação, pós-graduação, especialidades, mas inovação e pesquisa.


REPÓRTER: Governador, eu vou aproveitar que o senhor está falando de cessão de terreno, o que o senhor achou da doação que o prefeito Gilberto Kassab fez para o instituto do presidente Lula, de um terreno de quatro [ininteligível]?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eu não vejo nenhum problema, se tiver lá um investimento importante para a região, não vejo maior problema não, e não tem fim lucrativo...


REPÓRTER: Mas tem fim político, não é governador?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: É... Se for um fim no sentido de cidadania, tudo bem.


REPÓRTER: Mais uma [ininteligível] política, não é governador? Em um ano como esse aqui é complicado.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: É, e hoje nós teremos às três horas uma reunião aqui importante com o BNDES e o Ministério sobre o TAV, que é o trem de alta velocidade, para a gente poder discutir bem edital, paradas, para que a haja o melhor integração entre o trem bala e os nossos trens regionais. Nós não queremos competir, nós queremos complementar, então a reunião é para a gente se atualizar bastante do cronograma e da logística para poder ter uma integração, porque nós vamos expandir a CPTM, a CPTM vai ter uma expansão com os trens regionais. Então, fazê-la de forma integrada.


REPÓRTER: O BNDS deve injetar dinheiro aqui também na CPTM, por exemplo, [ininteligível]?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Então, nós temos, nós já temos... Quem são os nossos órgãos financiadores para metrô e trem? É Banco Mundial, o BIRD, Banco Interamericano, o BID, JICA, organismo japonês, vamos buscar financiamento na empresa francesa de desenvolvimento, na Andina também aqui da América Latina, grupo Andino, BNDS. Nós temos mais sete bilhões de espaço fiscal no PAF, no Programa de Ajuste Fiscal do Estado, como a nossa dívida caiu para 1,4, ela era 2,2; 2,2 vezes a receita corrente líquida, hoje é 1,4, então a dívida de São Paulo está em queda, abriu espaço fiscal de sete milhões, então nós vamos buscar financiamentos. Como é um valor alto, então são várias as fontes de financiamento, o que a gente tem que fazer é um [ininteligível].


REPÓRTER: A ligação dos aeroportos de Cumbica, é isso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não, Cumbica nós já estamos acelerando o projeto executivo para licitar a obra, o Governo vai fazer, é o Expresso Guarulhos, ele sai da Linha 12, sai do Brás, ele passa pela CECAP, Zezinho Magalhães e vai até o aeroporto, e em uma segunda etapa vai para Bom Sucesso, vai para outras regiões de Guarulhos. Esse já está. A outra já está em obra, é a Linha 17, que é a Linha Ouro, que é o monotrilho, que vai atender o Aeroporto de Congonhas. Nós queremos todos os aeroportos ligados com trem ou metrô ou monotrilho, mas você ter uma integração do modal que mais cresce que é o modal aeroviário, é o que mais cresce no mundo, especialmente no Brasil, integrado, para as pessoas não terem que ir de carro para tomar avião.


REPÓRTER: Governador, como é que o senhor avalia a queda do... Acho que é o oitavo... Perdi a conta. Mas do oitavo Ministro do Governo da presidente Dilma no princípio de 2012?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, ministério, isso é cargo de confiança da presidenta, enfim, é um assunto federal. O importante que seja escolhido os bons ministros, que possam fazer aí um bom trabalho.


REPÓRTER: Obrigado, governador.


REPÓRTER: Obrigada.