Coletiva-Assinatura de termos de adesão ao Programa Creche Escola-20121203

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Assinatura de termos de adesão ao Programa Creche Escola

Local: Bauru - Data: 12/03/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, dizer da grande alegria hoje de nós estarmos fazendo convênio com 46 municípios para construção de creche, não é? Importante o atendimento à criança pequena, exige cuidado, alimentação adequada, muitas mães hoje precisam trabalhar, algumas até postergam a maternidade em razão das dificuldades com as crianças. As famílias ricas têm profissionais, uma, duas, nasceu já tem alguém cuidando, as famílias que não podem ter, o Governo deve oferecer a creche. E é creche escola, então zero a três anos creche, quatro a cinco anos ensino infantil. Cidades menores, 80 vagas, cidades maiores 150. Então tem creche de 80, tem creche de 150, assina o convênio, quem quiser o Governo constrói o prédio, as prefeituras então nos dando o terreno, quem quiser, nós repassamos o dinheiro, 1,2 milhão através de convênio. Então, melhor investimento, ele é de educação e ele é social e de saúde também cuidando da saúde das crianças pequenas. E a SP-225 começou hoje a duplicação, o primeiro trecho fica pronto em doze meses, são os primeiros sete quilômetros, com duas obras urbanas da Avenida Aiello e da Fundação Casa, que também vão beneficiar muito Bauru, e depois ela continua até Cabrália, Paulistânia, Espírito Santo de Turvo, Santa Cruz do Rio Pardo até Ipaussu.


REPÓRTER: Governador, muitas pessoas reclamam de falta de remédio de alto custo em farmácia populares aqui de Bauru. Tem algum plano com relação a esse assunto?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Todos os medicamentos que estão na lista do Ministério da Saúde de alto custo eles são entregues, todos, todos, todos. Se há questão pontual, nós vamos verificar qual a razão, mas todos os licitados pelo Ministério da Saúde são entregues regularmente.


REPÓRTER: Governador, o Estado também pode assumir [ininteligível]?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Sim. A Maternidade São José, a maternidade, já foi assinado o contrato de gestão com a fundação da Faculdade de Medicina da UNESP, foi assinado agora em fevereiro, o Governo está pagando o custeio até que a fundação assuma, ela deve assumir em 60 dias. A próxima será o Hospital de Base. A mesma coisa, a nossa proposta é contrato de gestão com a fundação da Faculdade de Medicina da UNESP. E nós continuamos repassando 1,5 milhões de reais todo mês para o custeio.


REPÓRT: Sobre eleições municipais, governador, sobre eleições municipais. O PSDB bate cabeça aqui em Bauru para a definição de um candidato, o que o senhor acha, o que o senhor pode intervir?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, essa é uma decisão local que cabe ao partido, nós temos lideranças aqui importante para encaminhá-las da melhor maneira possível.


REPÓRTER: O deputado [ininteligível] fez inclusive um pedido, essa creche escola vai também para a nossa cidade de Tambaú que mais uma vez prestigia a visita do senhor para o interior.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Ah, muito obrigado! Fico feliz de saber que Tambaú vai receber a creche escola, todos os prefeitos, principalmente de cidades com menor poder aquisitivo, só viabilizar o terreno que nós vamos viabilizar a creche.


REPÓRTER: Parabéns pelas ações do Governo nessa área social, governador.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Muito obrigado!