Coletiva-Inauguração da nova maternidade da Santa Casa, recuperação de obras viárias e entrega de pontes-20120603

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Inauguração da nova maternidade da Santa Casa, recuperação de obras viárias e entrega de pontes

Local: Tatuí - Data: 06/03/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, uma alegria hoje nós estarmos entregando aqui em Tatuí a SP-141. Totalmente recuperada, duplicada, terceiras faixas, recapeamentos, Tatuí, Capela do Alto, até a Raposo Tavares. E em obra a SP-129, deverá ficar pronta até o final do ano. E a SP-270, a Raposo Tavares, já saiu a licença ambiental, então está sendo estregue esse mês os primeiros 2,3 quilômetros e aí vamos até Itapetininga, com a duplicação. E a maternidade aqui de Tatuí é um investimento do Governo do Estado de dois milhões e meio, da Prefeitura mais um milhão e da comunidade, é a nova maternidade para atender o SUS, atender a população que precisa e também aqueles que têm convenio aqui na cidade e na região. Então a gente fica muito feliz de ver a Santa Casa recuperada, a Santa Casa ampliando para atender com qualidade a população.


REPÓRTER: Existe, governador, outros investimentos, outros projetos para a área da saúde na região?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, a saúde é a nossa prioridade. Então quais são esses investimentos? Sorocaba, os investimentos no complexo hospitalar; vão ser 15 milhões na modernização tecnológica do complexo hospitalar, na ampliação de UTI, UTI de adulto, dez, já estamos hoje com 27 leitos e serão 30 leitos, UTI neonatal são dez leitos vai passar para 20 leitos, 100 médicos nós vamos contratar mais para o complexo hospitalar, esse mês de março nós teremos a nova carreira de médicos, que vai atrair muitos médicos para o serviço publico estadual e novo hospital de Sorocaba que a Prefeitura está nos doando um terreno ao lado da Raposo Tavares, lá no bairro de Ipanema. E apoiar a região, Tatuí, apoiar aqui a Santa Casa, dentro do programa Pró - Santa Casa; Itu também com ampliação grande; Salto; Itapetininga, nós vamos liberar mais recursos para poder concluir as obras do Hospital de Itapetininga; e Itapeva toda uma referencia para o diagnostico e tratamento de câncer para a região. Nós deveremos finalizar esse mês os tipos de neoplasia que devem ser tratados lá, cirurgia, quimio e radioterapia, e pedir o credenciamento no Ministério da Saúde.


REPÓRTER: O índice de criminalidade diminuiu, a gente vê por Tatuí [ininteligível] latrocínio, mas o que a gente percebe aqui na região é que tem muita rural, muita zona rural, essa propriedade estava sendo assaltada, [ininteligível]. Existe alguma possibilidade de aumentar, intensificar, a patrulha rural nessas áreas?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Então, essa é uma proposta importante. Nós estamos aumentando o efetivo da Polícia Militar, então com um efetivo maior é possível sim ampliar a patrulha rural e fazer também o trabalho junto com a Guarda Municipal nas cidades médias, onde nós tivermos a Guarda, e vamos inaugurar mais, em 40 dias, a base do Helicóptero Águia. Então o grupamento aéreo que permite você ter uma visualização grande; patrulhas na madrugada porque é onde às vezes você consegue ter roubo de gado, roubo de maquinário, fazer patrulhas também, a Força Tática de madrugada. Enfim a polícia está atenta, essa é uma guerra que tem que vencer batalha todo dia, mas os crimes contra a vida, o latrocínio e homicídio, eles estão em uma queda importante.


REPÓRTER: A vinda do senhor aqui para anunciar as obras de Itapetininga a Ourinhos que nós também cobrimos. Ali existe um projeto de duplicação ou não, só recuperação mesmo?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Itapetininga-Ourinhos, a Raposo Tavares é o trecho não concessionado, e nós não vamos colocar pedágio, então vai ser feito com recursos do Estado. Nós estamos fazendo um pedido de financiamento para o BID, Banco Interamericano de Desenvolvimento, e incluímos Itapetininga/Ourinho nesse programa do BID de financiamento do Governo. Nós teremos... Toda ela será recuperada, toda ela. Toda ela com acostamentos. Trechos serão duplicados, aqueles que têm mais acidente, perto de cidade, VDN mais alto. Os que tiverem VDN menor, terceira faixa. Nós vamos ter uma nova autoestrada entre Itapetininga até Ourinhos.


REPÓRTER: Governador, [ininteligível] licitação e construção do novo prédio da delegacia da mulher, da reforma da delegacia já começou. As autoridades consultadas pelas autoridades locais, as obras vai dá origem ao um complexo da Polícia Civil aqui no Tatuí. A pergunta é a seguinte: [ininteligível]


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, realmente os envelopes vão ser abertos agora no dia 12 de março, da reforma do prédio da delegacia, investimento de R$ 1,1 milhão. Como também teremos aqui uma importante reforma do Conservatório Musical aqui de Tatuí. Essa reengenharia, ai a polícia tecnicamente avalia. O que que nós queremos ter? Distritos policiais com equipes completas. Às vezes você criava um distrito aqui, outro aqui, outro aqui para atender politicamente, mas pouca gente, pouca equipe e pouco resultado. Nós queremos é resultado. Equipes completas para fazer boa investigação, para prender os criminosos e melhorar os índices de segurança da região. Ai cabe a Polícia Civil avaliar essa reengenharia.


REPÓRTER: Tem previsão para licitação de mais?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Tem. No caso da Polícia Militar é permanente. Você tem... Regionalmente não para de fazer recrutamento. No caso da Polícia Civil, eles já estão terminando academia. Mil, entre investigadores e escrivães, e 140 delegados. O concurso foi muito bem, o nível foi muito alto. Então, o delegado geral acha que dá para a gente chamar talvez 280, o dobro, pelo nível ter sido muito bom do concurso. Então, nós poderemos ter rapidamente mil investigadores, escrivães a mais, e 280 delegados de polícia.


REPÓRTER: [ininteligível] Qual a avaliação do governo disso? De fazer essa integração já na primeira participação? Qual a avaliação que o senhor faz a respeito disso, de fazer essa integração já na primeira...


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Eu sou contra, eu sou contra. Eu acho que no primeiro caso de consumo de droga o que que diz o ECA? É deve se chamado o pai, os pais devem ser chamados. Então, os pais devem ser chamados, o jovem deve ser orientado, agora se tiver reincidência ai vai para a Fundação Casa. Então, esse é um trabalho que deve ser feito pela família, pelas igrejas, pela sociedade. A nós cabe... Quem é dependente químico, nós estamos ampliando muito o número de leitos. Nós vamos ter um hospital para tratar dependente químico aqui em Botucatu, um hospital, vai ficar pronto dentro de 90 dias, um hospital regional só para dependência química. Então, aquele que é dependente químico precisa ser tratado, é questão de saúde pública, e traficante precisa ser preso. Mas esse caso do menor, o ECA, ele é muito claro, o primeiro caso é chamar a família.


MESTRE DE CERIMÔNIA: Obrigada, gente!


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: A última.


REPÓRTER: [ininteligível] Os menores que são apreendidos, existe algum investimento para proporcionar recurso para eliminar esse problemas.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não. Nós temos a defensoria pública. Então, toda a Defensoria Pública está orientada para rapidamente agir nesse caso junto ao Poder Judiciário. Está bom?