Coletiva-Inauguração e anúncios de obras em rodovias, entrega de viaturas da PM e estação de tratamento-20121702

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Inauguração e anúncio de obras em rodovias, entrega de viaturas da PM e estação de tratamento

Local: Pirassununga - Data: 17/02/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, representa primeiro segurança, porque é o recapeamento e a modernização. Então, é recapeamento, acostamentos pavimentados e onde tiver tráfego mais intenso terceira faixa. Hoje nós já estamos autorizando a licitação da obra da SP 225, que vai de Pirassununga até Aguai, e depois de Pirassununga até Analândia. E a SP 201, nós estamos autorizando o projeto executivo. Ela vai de Pirassununga até Santa Cruz das Palmeiras e o trecho de maior movimento até Cachoeiras das Emas, além do recapeamento e do acostamento, também terceira faixa. Então, é segurança, evitar acidente; desenvolvimento, atrair empresas para a região; melhorar a logística de escoamento de produção; aproximar a cidade, promover o desenvolvimento regional. São mais de R$ 140 milhões que vão ser investidos em obras rodoviárias aqui na região de Pirassununga.


REPÓRTER: Governador, Ribeirão Preto e região, a implantação do Parque Tecnológico trás quais os benefícios?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, Ribeirão Preto vai receber um Parque Tecnológico, a obra já foi aberta a licitação. A Universidade de São Paulo, ela está investindo perto de R$ 5 milhões, o governo do estado quase R$ 7 milhões, a prefeitura de Ribeirão Preto também tem uma participação importante no projeto, na infraestrutura. O parque, acho que um ano depois de assinado o contrato, os dois primeiros prédios já estarão prontos, e a incubadora de empresas de base tecnológica e o Centro Tecnológico. A vocação do Parque é biotecnologia, indústria farmacêutica, química, tecnologia de informação, comunicação e principalmente indústria voltada a equipamento hospitalares e médicos. Dentro do Campus, o Campus da USP de Ribeirão Preto é um dos maiores do estado, tem mais de cinco milhões de metros quadrados, e dentro do Campus é que é o Parque Tecnológico. E vai atrair muita empresa, empresa de alta tecnologia, de pesquisa, de inovação para o desenvolvimento da região.


REPÓRTER: O Aeroporto Leite Lopes depois da expansão da pista quais são os próximos passos?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, dois trabalhos simultâneos. Nós já tínhamos feitos da outra vez que fui governador, a licitação para o terminal alfandegado, porque com o terminal alfandegado nós passamos a ter o Aeroporto Internacional de carga. Não precisa mais o avião sair de Ribeirão ter que ir para Viracopos, em Campinas ou Cumbica, ele pode ir direto para a Europa, Estados Unidos, América Latina, então, conceito de Aeroporto Internacional, para isso precisa ter os terminais alfandegados. Finalmente começou a obra, então, a obra já está sendo feita pela iniciativa privada. E precisamos aviões grandes, aviões de carga, então a pista precisa ser expandida, o governo do estado vai fazer essa obra, estamos terminando o projeto executivo e vamos licitar a obra. E vamos seguir a curva de ruído, vamos respeitar a decisão judicial e do Ministério Público, porque a gente deixa de usar uma parte da pista que está perto de moradia e avança com a pista mais para o lado do Jóquei. Então, vamos ter uma ampliação de pista que permitirá aviões maiores e com os terminais alfandegados os terminais alfandegados.


REPÓRTER: O problema com a saúde não é só aqui de Pirassununga, Brasil inteiro, mas a nossa região aqui e São Carlos, muitos moradores reclamam da falta de leitos nos hospitais. Existe alguma proposta para isso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, no Brasil inteiro nós estamos tendo um grave problema de financiamento de quem atende SUS, então Santas Casas de Misericórdia, Hospitais Filantrópicos, todo mundo que atende o SUS, a tabela está de tal forma defasada que ela dar um prejuízo enorme, e ai leva a situação de inadimplência. Nós temos feito um trabalho grande junto ao governo federal, no sentido de que ‘Olha, precisamos corrigir a tabela dos SUS?’ e enquanto isso o governo do estado está ajudando. Nós fizemos o Pró Santa Casa, nós estamos procurando socorrer ai os nosso hospitais.


REPÓRTER: O governo do estado pensa em mais Fatec para a região de Ribeirão?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós vamos ter... Nós já temos uma Fatec em sertãozinho, temos Fatec em Franca e vamos ter Fatec em Ribeirão Preto. Então Ribeirão Preto vai ter toda a sequência: O “Via Rápida para o Emprego”, que já começou na Cetec, são cursos de 80 horas, 100 horas, 200 horas, curso rápido, quem está desempregado a gente paga R$ 330 para fazer o curso. A Etec, uma grande reforma e ampliação, a Etec de Ribeirão. A Fatec vai ser a primeira, a Fatec, e a USP, o grande campus da Universidade de São Paulo.


REPÓRTER: Governador, então, fica fácil fazer asfalto barato com parcerias e parece que o governo gostou?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Gostamos muito. Acho que R$ 250 mil o quilômetro para você pegar uma estrada de terra e passar para uma estrada pavimentada é um bom trabalho. Então, vamos pegar aqui a tecnologia com o Ademir Lindo, o Ademir Lindo porque acho que merece. Já orientei o direto superintendente do DR, o Drº Clodoaldo, para a gente fazer um tabalo em conjunto.


REPÓRTER: Eleições municipais. O dep. Duarte Nogueira é candidato as eleições em Ribeirão Preto?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, essa uma decisão local, do diretório local. Cada cidade, no caso do PSDB, o diretório decidi quem vai ser candidato, quando lança, quais as alianças, não é uma tarefa de governo, uma tarefa partidária.


REPÓRTER: E o José Serra vai disputar a prefeitura de São Paulo?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Vamos aguardá-lo.


REPÓRTER: Ficha limpa aprovada?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Eu acho que é importante. Eu vejo que é um avanço da legislação brasileira, um aprimoramento na política brasileira. Agora, nós precisamos ter em mente uma coisa: Não adiante punir governante porque teve problema documental, às vezes é um artigo, um item, uma questão cartorial burocrática e os ladrões que se enriquecem, compram televisão, rádio, fazendas, indústrias, terem ficha limpa, ai não é possível. Então, é preciso ter justiça, espírito de justiça, não é? Ter espírito de justiça e realmente agir dessa forma. Mas entendo que foi um avanço na legislação brasileira.


REPÓRTER: Governador, com relação à segurança. Rio Claro... Pirassununga ganhou hoje algumas viaturas. Rio Claro e São Carlos... Rio Claro o índice de homicídios no ano passado foi maior, aumentou, ao contrário do que acontecei no estado. Tem previsão para lá?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, todos os municípios vão receber as novas viaturas. Eu poderia resumir em três trabalhos aqui, primeiro: Valorização do policial, policial motivado, policial entusiasmado, cumprindo sua tarefa. Demos aumento, fizemos a carreira da Polícia Militar para a ascensão dos policias, e a carreia jurídica para a Polícia Civil. Então a valorização da pessoa, do policial. Depois o aumento de contingente. Nós estamos com seis mil policiais militares a mais. E na Civil vamos nomear em 60 dias mais mil investigadores e escrivães, e estamos tendo um concurso de mais 200 delegados. Depois condição de trabalho: Carro novo, tablet na viatura, tecnologia, computação embarcada, Software, integração das delegacias, enfim, colocar condições boas de trabalho para os nosso policiais. O estado de São Paulo, no estado como um todo está caindo o índice de homicídios. Para você ter uma ideia, o Brasil são 25 por 100 mil habitantes, no estado de São Paulo é 9,8. Nós éramos o quinto estado com o número de homicídios do Brasil, hoje somo o 25º, então, passamos ai, avançamos bastante. Mas essa é uma guerra que você tem que vencer batalha todo dia, todo dia, 24 horas polícia na rua, ostensiva, evitando, prevenindo e prendendo quem comete crime.