Coletiva-Secovi-20121302

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Secovi

Local: Capital - Data: 13/02/2012

REPÓRTER: ... Considerar [ininteligível], o senhor tem ouvido isso, acha que ele pode reconsiderar?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, é preciso ouvir. O Serra é um grande nome, grande candidato ao cargo que quiser disputar, mas eu acho que não há nenhum fato novo. É preciso ouvi-lo.


REPÓRTER: Governador, uma das metas do Secovi é, exatamente, a ocupação de solo urbano. Como é que o governo do estado pode equacionar ou até fazer uma parceria com o Secovi nessa relação?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Tá. Eu acho que esse desafio de fazer habitação e fazer cidade, que é muito importante, é uma tarefa que pode, no setor privado, ter uma participação através de PPP – Parceria Público Privada -, nós fizemos um convênio aqui em São Paulo com a presidenta Dilma para fazer 100 mil unidades para famílias de um a três salários mínimos; o importante subsídio do governo. Então, temos vários programas que podem ajudar na questão da habitação e na questão das cidades, e na questão da macro metrópole, não é? A gente enxergar essa grande macro metrópole, que tem 30 milhões de habitantes aqui em São Paulo.


REPÓRTER: Governador, o TJ condenou na semana passada o Bernardo Ortiz por irregularidades em licitação. O senhor manterá ele no governo mesmo assim?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Manteremos. O Ortiz vai recorrer. É uma questão meramente formal, pura formalidade. Não houve nenhum prejuízo [ininteligível] público, uma contratação mais do que justificada, uma das pessoas mais sérias e honestas que eu conheço.


REPÓRTER: Muito obrigado.