Coletiva - Anúncio de construção de 926 moradias e descerramento da placa de inauguração das melhorias na SP-342 20122112

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Anúncio de construção de 926 moradias e descerramento da placa de inauguração das melhorias na SP-342

Local: São João da Boa Vista - Data: 21/12/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Entregando aqui uma grande obra e começando outra grande obra. A que nós estamos entregando é a SP-342, a duplicação da área urbana de São João da Boa Vista, 3 km, com dois viadutos e uma passarela. São João tá recebendo muita indústria, se desenvolvendo bastante e esse complexo vário, né, a SP-342, vai trazer mais segurança e desenvolvimento. E até março entregaremos mais 6 km, chegando até Águas da Plata; e aí praticamente a divisa com Minas Gerais. Também queria dizer que estamos começando agora no início do ano a recuperação completa e modernização de Espírito Santo do Pinhal até divisa com Minas Gerais. E também vamos licitar agora o ano que vem da SP-340 até São José do Rio pardo, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama. São Sebastião da Grama-Várzea Paulista; Vargem Grande e de Vargem Grande... Vargem Grande do Sul até Minas Gerais. Então obras importantes das rodovias da região. A outra é o início, né, de uma parceria, a prefeitura deu o terreno, o Governo Federal entra através da Caixa Econômica Federal. E nós estamos colocando 14 milhões a fundo perdido para a gente ter aqui 926 casas, uma verdadeira cidade para famílias que não tem moradia. E já estamos construindo mais 273 unidades também aqui em São João da Boa Vista. Então, boa notícia é que as vésperas do Natal, a entrega deste complexo viário da SP-342, duplicação, viadutos, obras, marginais. E o início das obras da habitação, 926 casas, uma parceria Casa Paulista e Minha Casa Minha Vida.

ORADORA NÃO IDENTIFICADA: Governador, algumas cidades da nossa região mudaram suas lideranças. Como é que ficam os investimentos aí para 2013?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eles não mudam, porque nós trabalhamos com todos os partidos, né? Nós somos republicanos, ou seja, não tem nada de privilégio pra um e perseguição pra outro. Não, não. Dinheiro público é dinheiro da população, parceria, união de esforços em benefício da comunidade. E queria destacar também uma grande conquista para São João da Boa Vista e para a região que é o Campus da Unesp. Já está no vestibular este ano Engenharia de Telecomunicações. E em seguida terá em Engenharia de Materiais. Então, nós vamos ter um campus da Unesp, universidade pública , gratuita com engenharias, área de tecnologia para o desenvolvimento regional.

ORADORA NÃO IDENTIFICADA: Governador, há tempos são João da Boa Vista preiteia aí um UTI neonatal. A gente pode esperar isso pra 2013?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, todo o nosso apoio a saúde. Nós inauguramos há alguns meses atrás o AME, que foi uma grande conquista para a região, que é o atendimento secundário, atendimento de especialidades e todo o apoio ao UTI neonatal. Então, a nossa parte é a parte física, né? A parte de adaptação de prédio, a parte física, sendo aprovado na comissão tripartite, o Estado fará a sua parte.

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: A segurança pública, os ataques aos caixas eletrônicos; acho que no interior, principalmente nas cidades menores, esses ataques eles continuam, estão aumentando. O senhor pretende fazer alguma coisa? Tem o que ser fazer pra diminuir esses ataques pra tentar inibir esses bandidos que tão cada vez mais audaciosos?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, primeiro uma boa notícia, de 15 dias pra cá, 20 dias, todos os indicadores no Estado de São Paulo melhoraram, todos. São João da Boa Vista, o ano de 2012, tudo no azul. Homicídio, caiu furto, caiu roubo, caiu roubo de veículo. Roubo de veículo caiu 80%, 80%. Furto de veículo caiu 21%. Roubo de carga caiu 50%. Latrocínio nenhum caso esse ano, nenhum caso. Furto caiu 28%. Então, todos os indicadores aqui melhoraram. Em relação à caixa eletrônico nós tivemos uma prisão em Sumaré de uma quadrilha que agia na região. Foram 16 pessoas presas, então foi um trabalho de inteligência da polícia super importante, porque às vezes uma quadrilha faz um assalto, dois, três, quatro, cinco. Então, uma quadrilha especializada para ter uma ideia do tamanho da quadrilha, 16 pessoas foram presas. Então essa é uma luta permanente, 24 horas, todo dia. Mas a polícia tá toda na rua trabalhando.

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Mas o senhor pretende fazer alguma coisa para inibir mais? Um exemplo que a gente tem é que esses ataques estão centralizados hoje em cidades menores, onde o poder de fogo às vezes da polícia é até menor e o poder desses bandidos é grande. Eles vão com fuzis, mais fuzis, armamento mais pesado que a própria polícia. Há como mudar isso, de repente reforçar mais ainda o...

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O trabalho é Polícia Militar ostensiva, preventiva na rua. Polícia Civil investigativa e judiciária. Então, o trabalho é inteligência, são quadrilhas especializadas que vão migrando, né, de crime para crime. Então em determinados momentos faz a ataques a caixa eletrônico. Mas 16 já foram presos e a polícia tá trabalhando. E aqui em São João da Boa Vista, acho que a gente deve destacar que este ano todos os indicadores aqui tiveram uma redução importante nos índices de criminalidade, o que mostra o esforço da polícia e o trabalho da prefeitura, trabalho também social atraindo empresa, promovendo emprego, trabalhando com os jovens, tendo políticas públicas e políticas sociais.

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Governador, ainda sobre segurança. São Carlos, uma das pessoas que são beneficiadas pela saída de final de ano foi presa. Essa pessoa tinha rompido a tornozeleira, confessou que tinha rompido. Só que essa pessoa foi solta sem a tornozeleira. Não é uma falha? Porque o governo, ele investiu, né, para que tivesse controle sobre essas pessoas, mas a pessoa, ela tá solta sem ter esse controle.

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, primeiro, Governo na prende e não solta. Quem faz isso é o poder Judiciário. Montesquieu nos ensinou a tripartição clássica dos poderes. Então quem diz quem pode sair no Natal não é o Governo, não é o Executivo, é o poder Judiciário. Então o poder Judiciário baseado numa lei federal que vale para o Brasil inteiro, Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal. Tem as datas em que presos que já estão pra sair do sistema penitenciário, presos que já estão já em final de cumprimento de pena, eles podem sair. Normalmente 95%, 96% voltam, 95%, 96%, são os presos que já estão se preparando para o convívio social. Dentro de pouco tempo eles vão voltar para o convívio da sociedade. 4%, 5% não voltam, eles são presos e aí regridem na pena. Esse é o trabalho. Alguns presos saem com a tornozeleira, essa é uma decisão da Justiça, outros não. Em média 95% voltam. Esse caso específico eu não tenho informação, mas ele vai levantar direitinho e depois passar pra vocês. Tá bom?

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: [ininteligível].