Coletiva - Anúncio de investimentos da Foxconn no Estado de São Paulo - 20122009

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva no Anúncio de investimentos da Foxconn no Estado de São Paulo

Local: Capital - Data: 20/09/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, uma grande conquista para São Paulo e para o Brasil, uma nova planta industrial do Grupo Foxconn, são 5.000 empregos, podendo chegar a 10.000 empregos, nessa nova, verdadeira cidade industrial, fabricantes de componentes para computação, Tablet, desktop, notebook, pra comunicação, telefones celulares. A decisão foi por Itu, aqui no Estado de São Paulo. Quero, também, cumprimentar aqui o prefeito Herculano. Um bilhão de investimento. A Foxconn já tem 6.600 empregos no estado, teremos aí pra mais de 11.000 empregos e pesquisa e desenvolvimento, que tem tudo a ver com o estado de São Paulo, que investe 1,5% do PIB em pesquisa e desenvolvimento. Nós investimos mais em pesquisa e desenvolvimento, o Estado de São Paulo, que alguns países latino-americanos. Então uma grande conquista, emprego, substitui importação, área estratégica como o TIC, Tecnologia de Informação e Comunicação, e grande centro de pesquisa e desenvolvimento. Uma grande conquista para o Brasil, para São Paulo e para Itu.


REPÓRTER: Os benefícios impostos, governador, para essa região?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós temos uma política de estímulo ao setor de TIC com crédito presumido, com a inclusão de produtos na lista de incentivos. De outro lado infraestrutura muito boa, será inclusive duplicada a Rodovia Itu até a Sorocaba, também o acesso através da Rodovia do Açúcar, recursos humanos, investimento em Etec, Fatec, Via Rápida, e a área de pesquisa e desenvolvimento, a Fapesp, as universidades, toda infraestrutura de São Paulo.


REPÓRTER: Governador, sobre a qualificação, o senhor poderia detalhar melhor?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós temos desde o curso rápido, de 80 horas, 100 horas, que é o Via Rápida Emprego, depois nós temos o ensino técnico, de um ano e meio, ou junto com o ensino médio ou pós-médio; e o tecnólogo, que é nível superior, faculdade de três anos. Então, os três níveis, a formação rápida, um nível técnico profissionalizante e o nível superior também.


REPÓRTER: Governador, vai contar com o benefício fiscal, algum incentivo específico para a Foxconn?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós temos uma legislação que vale para todo o setor. Então, nós temos uma legislação que o Júlio Semeghini pode detalhar que vale para todo o setor de TI e de TIC - Tecnologia de Informação e Comunicação.


REPÓRTER: Governador, tenho uma pergunta sobre transportes. O senhor anunciou ontem um pacote para as linhas da CPTM e também Lilás. Nós fizemos uma reportagem hoje, ouvindo várias pessoas que não pretendem trocar o transporte sobre trilhos, principalmente na zona Sul, para o ônibus. E também essas pessoas da redução da tarifa para R$ 2,50 não podem também fazer essa alteração por causa do horário de trabalho. O que o governo pretende fazer para uma possível ampliação desse horário flexível?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós estamos primeiro aumentando a oferta. Então, aumentando a oferta; mais metrô e mais trem. Então, especificamente na Linha-5 são as obras mais 11 estações de metrô, entre o Largo Treze até Chácara Klabin. Então, mais metrô, mais extensão do metrô. Ninguém vai precisar descer todo mundo em Santo Amaro. Você vai continuar a Linha-5 do metrô até Chácara Klabin, 11 estações passando por dez hospitais. A Linha-9 da CPTM vai ser prolongada até Varginha. Nós vamos licitar a obra em 15 dias. E a Linha-4, nós vamos terminar até Vila Sônia. Então é aumentar a oferta, não é, maior rede de metrô, expansão da rede, investimento na qualidade da CPTM e mais trens e metrôs. Com isso diminui horário, transporta mais pessoas. E reforma e modernização das estações. A outra é gerenciamento de demanda. A CPTM transportava 700 mil passageiros está transportando 2,8 milhões. O metrô que era dois está transportando quase cinco. Então precisa gerenciar a demanda. Então, imaginem, na Estação Pinheiros tem excesso de demanda, a gente procura redistribuir, oferecendo alternativas, de horário, lógico que não é todo mundo que pode utilizar, mas quem puder vai ter um estímulo, economiza R$ 0,50 na passagem. A outra, muitas pessoas descem em Santo Amaro para poder chegar no trem fazendo economia, poder chegar no centro de São Paulo fazendo economia. Então, você desce em Santo Amaro, pega o trem, depois desce em Pinheiros, pega o metrô e chega no centro. Nós vamos oferecer em seguida, no Largo Treze, que é uma estação menos utilizada, 55 opções de ônibus, sem pagar nada. Não é todo mundo que vai querer, mas muita gente vai ser beneficiada. Então você vai gerenciando demanda, procurando distribuir melhor, estimulando a população, tudo facultativamente, dando mais opções para o nosso usuário escolher.


REPÓRTER: Esse horário das 9h às 10h governador, quem sabe também antecipa um pouco, fazer um pouco mais cedo porque as pessoas têm a preocupação e chegarem, atrasados no trabalho.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós já temos de madrugada né, das quatro as seis e pouco da manhã no trem e das quatro e quarenta também, as seis e pouco no metrô, agora estamos introduzindo um horário pela manhã, isso aí pode ser modificado, nós vamos testando, você vai avaliando, mas são alternativas boas, mais alternativas para a população.


REPÓRTER: [ininteligível] cobrou dos estados a divulgação de mortos em confronto com a polícia. Isso é viável?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Essa divulgação ela é muito importante e São Paulo já faz. Todo mês na internet você já tem publicado todos os indicadores de segurança do estado, então no caso de São Paulo há uma desinformação porque nós já temos isso publicado mensalmente através de internet.


REPÓRTER: Governador, quando começa a contração [ininteligível], mas em alguns ainda, quando chegará a esses dez mil?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Aí empresa pode detalhar melhor, o que nós vamos procurar acelerar é tudo que depende do estado, licenças ambientais, acessos, infraestrutura, mas a empresa ela tem pressa, aliás, você veja ocaso de Jundiaí, Jundiaí já está com quantos funcionários? Veja Jundiaí foi rapidíssimo, já está com cinco mil funcionários, mas o Luciano Almeida que é da agência Investe São Paulo e a empresa podem dar mais detalhes.


REPÓRTER: Só mais uma pergunta. Sobre o concurso da Unesp para professor. O senhor sabe quando vai ser aberto?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós promulgamos a lei, porque é um concurso histórico porque são mais de duas meus vagas na Universidade Estadual Paulista, na Unesp, agora a Unesp pode detalhar, a nossa parte tá pronta, agora a Unesp pode detalhar editais, vagas e essas publicações.


REPÓRTER: Governador [ininteligível] indo para Itu. É uma região especial com muitos investimentos?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, não há dúvida, eu acho que Itu, com várias empresas se instalando na aérea de TI de TIC, vai se consolidando como um grande polo tecnológico de São Paulo e do Brasil, o que é muito bom, porque é muito emprego, emprego de salários mais altos, pesquisas e desenvolvimento grande polo, importante na ponta do desenvolvimento do Brasil e mundial.


REPÓRTER: Obrigada.