Coletiva - Assinatura de Protocolo de Intenções para Intalação da fábrica da Comil Ônibus S.A em Lorena - 20122407

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva no evento de Assinatura de Protocolo de Intenções para Instalação da fábrica da Comil Ônibus S.A em Lorena

Local: Capital - Data: 24/07/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, uma grande conquista para Lorena, para o Vale do Paraíba e para São Paulo e para o Brasil, em um momento de fragilidade da economia mundial uma nova fábrica, e já começa agora já a terraplanagem, que o ano que vem já estará funcionando, 500 empregos, tecnologia de ponta, empresa nacional entre as três grandes fabricantes de ônibus do país... então uma grande conquista. E escolheram bem, Lorena uma das melhores esquinas do Brasil. São Paulo, Rio, Minas Gerais, mão de obra muito bem preparada, polo de engenharia, ensino técnico, tecnológico, toda infraestrutura... então, motivo de comemoração. Parabéns à Lorena! Nossa parceria com a Comil na parte fiscal, infraestrutura, logística, qualificação profissional, um grande empreendimento para o Vale do Paraíba.


REPÓRTER: Governador há muito tempo São Paulo perdeu várias indústrias por conta aí da guerra fiscal. Esse fato da Comil reflete que a tendência está revertendo?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, São Paulo tem uma vantagem competitiva muito forte porque tem 42 milhões de habitantes e tem um PIB uma vez e meia maior que a Argentina, é a segunda economia da América do Sul, só atrás do Brasil, então tem escala, tem recursos humanos preparados, tem inovação tecnológica, tem logística. Nós não participamos de guerra fiscal, mas nós damos sim todas as condições de competitividade para a indústria que vem para cá. Tivemos em Guaratinguetá a GC, as grandes indústrias japonesas de vidro, agora a Comil em Lorena, a indústria de veículos, a indústria de ônibus, setor automotivo, ela tem na cadeia produtiva muito emprego, agrega muito valor, então ela é muito importante no ponto de vista econômico e sobre o ponto de vista social.


REPÓRTER: E do ponto de vista dos investimentos em transportes que o Governo do Estado, as empresa de ônibus tem feito, qual a importância de uma empresa de ônibus está no quintal de casa?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, muito importante porque nós precisamos estimular o transporte coletivo e nós só vamos estimular o transporte coletivo com qualidade, com ônibus modernos, com conforto, com segurança, esse é um bom caminho, né, essa é a boa política de transporte, de mobilidade urbana. E para isso ter dentro de casa uma indústria de ponta que vai trazer o que há de mais moderno em termos de tecnologia, de layout, não é, é uma vantagem comparativa muito importante. A indústria, eu até perguntava ao Deoclecio da origem da Comil. É uma indústria que tem mais de meio século, não é? Ele me explicava que era companhia, conserto, oficina industrial limitada, e que se transformou entre as maiores indústria de ônibus do país, que é muito forte no Rio Grande do Sul, em Erechim e agora ela se torna também uma grande planta industrial em São Paulo que vai atender todo o país. E o que nós mais precisamos são bons ônibus no transporte urbano.


REPÓRTER: Obrigado, governador.