Coletiva - Comemoração do Dia da Árvore com início da recuperação florestal em bairros Cota na Serra do Mar - 20122109

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva na Comemoração do Dia da Árvore com início da recuperação florestal em bairros Cota na Serra do Mar

Local: Cubatão - Data: 21/09/2012

REPÓRTER: Gostaria que você falasse os números, novamente, sobre o que tem de Mata Atlântica, no Brasil, e no estado de São Paulo. E o que está mudando para aumentar, no estado de São Paulo.


GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha a Mata Atlântica, é, no mundo todo, um dos maiores, das mais importantes áreas de biodiversidade. São 1.800 tipos de animais, importantíssimos para a fauna, espécies de animais. E mais de oito mil espécies vegetais, importantíssimos para a flora. Vai, desde lá de Oiapoque, até o Chuí, toda a costa brasileira, oceano atlântico. Infelizmente, só restou da mata atlântica brasileira 8%. No estado de São Paulo, remanescente, é 15%, nós queremos aumentar. Então, nós temos o dobro da Mata Atlântica, remanescente, do Brasil. No caso, aqui, da Serra do Mar, do Parque Estadual da Serra do Mar, na construção da Rodovia Anchieta, a construção de rodovias, antigamente, eram muito demoradas, levava muitos anos. Então, as famílias moravam ao lado da obra, não é? Pai, filho... E acabou criando, aqui, chamados Bairros Cota. Alguns desses Bairros Cotas, que estão dentro da Serra do Mar, são áreas perigosas, porque você tem movimentos geológicos que podem pôr em risco a vida das pessoas. E, também, estão dentro do parque, como área de risco. Então, a cota 400 zera, todas as famílias recebem seu apartamento novo, sua casa nova, em local seguro, e a gente recompõe a Mata Atlântica. A cota 200, quem está fora do parque da Serra do Mar está em área que foi separada, não tem problema. Quem está dentro, mesmo trabalho. Então, esse é o grande programa de recuperação da Serra do Mar, com grande objetivo social de oferecer moradia com segurança às famílias que precisam, e de outro lado, recompor a Serra do Mar. E, hoje, no Dia da Árvore, um milhão de árvores começam a ser plantadas, todas na Mata Atlântica. Canela, Pau-Ferro, Pau-Brasil, Quaresmeira, Ipê, Jatobá... Árvores da Mata Atlântica. Cem hectares, aqui, já recuperados, depois mais duzentos hectares de áreas que nós teremos, também, na baixada. Mais 850 hectares que vão ser reforçados, então, um milhão de árvores endêmicas, da chamada Mata Atlântica, replantadas. Isso vai, inclusive, ter uma importância geológica, porque a cobertura vegetal protege, também, a serra.


ORADORA NÃO IDENTIFICADA: Obrigada!