Coletiva - Descerramento de Placas de Recuperação de Vicinais - 20122304

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva de Descerramento de Placas de Recuperação de Vicinais

Local: Patrocínio Paulista - Data: 23/04/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, destacar a importância aqui de Patrocínio Paulista, que é uma importante indústria na área de laticínios, de produtos lácteos. Então para fortalecer o setor do leite no Estado de São Paulo, um crédito presumido, que significa que significa redução da carga tributaria para a indústria de laticínios, como fizemos também para o setor coureiro calçadista. Aqui tem curtumes, tem dois curtumes também, fora os curtumes da região, e 800 fábricas de sapato que beneficiam também a região, nós reduzimos o imposto para 7%, e também para o setor de papel e celulose, reduzimos de 18% para 12%. Ou seja, São Paulo ajudando o parque industrial a ter competitividade com redução de impostos para a população. E aqui o município com 600 quilômetros quadrados, um grande município sobre o ponto de vista territorial, estrada. Foi feita a Estrada do Leite, mais de 30 km de asfalto, e hoje inauguramos mais três vicinais que foram totalmente recuperadas. E Patrocínio tem uma cidade que a saúde tem sido muito priorizada pela prefeitura. Tem aqui uma Santa Casa com boa resolutividade cirúrgica, obstétrica, clínica. Então nós liberamos recursos também para construção do prédio do Centro de Diagnose, que vai ter raio-x, vai ter até tomógrafo, e também R$ 200 mil para ajudar no custeio. Que todas as Santas Casas passam por dificuldade.


REPÓRTER: Governador, qual que é a relação entre prefeitura de Ribeirão Preto e o governo do Estado de São Paulo anunciaram Aeroporto Leite Lopes, atrapalha de alguma forma?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Tudo que nós pudermos fazer para somar, para unir esforços, é isso que nós fazemos. Nós estamos levantando todos os recursos necessários, vai ser o maior investimento do governo do estado na expansão do Aeroporto Leite Lopes. E deveremos anunciar em algumas semanas. Como já iniciamos a expansão do aeroporto da Franca, são R$ 7,8 milhões, vamos triplicar o terminal, expansão na área de pátio de aeronaves e segurança. Ribeirão Preto será bem mais do que R$ 100 milhões, e já temos uma obra importante em andamento, que é o TEAD, é o terminal alfandegário.


REPÓRTER: Governador, mais uma vez, novamente de Franca aqui. Nós acompanhamos semana passada na EPTV eu vi uma matéria onde vários adolescentes estavam comprando drogas na frente da escola e até dentro da escola. O que está faltando por parte do estado, uma educação, uma conscientização melhor disso daí?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, essa tarefa do enfrentamento da questão da dependência química é uma tarefa de todos, é dos pais, é das escolas e é do governo. E nós temos a chamada Ronda Escolar. Nós temos só na cidade de Ribeirão Preto, dez equipes de Ronda Escolar. E hoje falei com o Coronel César, que é o comandante lá do CPI, e ele vai reforçar ainda mais. De um lado a Ronda Escolar, percorrendo o entorno das escolas para proteger estudantes, e a outra prender traficante. Esse é um trabalho ininterrupto. Há 15 dias atrás o DENARC fez uma apreensão recorde de cocaína. E isso é muito importante, porque o crack é feito através de borra de cocaína. Então prender os traficantes. E o governo federal também tem que agir, porque nós produzimos cana, produzimos laranja, produzimos leite, produzimos café, mas não produzimos cocaína. Como é que a droga entra no Brasil? Ela entra pelas fronteiras, então é preciso ter um combate na área das fronteiras e nós trabalhando aqui dentro do estado também prendendo criminoso e oferecendo para quem está doente, que é dependente químico, seja de álcool, seja de drogam a oportunidade de tratamento. Nós estamos dobrando o número de leitos para dependência química no Estado de São Paulo. Então tratar aquele que é dependente químico para ele sair da droga e prender quem faz tráfico e ganha dinheiro matando as pessoas. Porque a pessoa que é viciada em crack, ela se não parar com o crack, ela morre em três, quatro anos. É muito triste. Então estamos fazendo um grande esforço. Aumento do número de leitos para o tratamento dos doentes, e de outro lado, prender criminoso.


REPÓRTER: Para o aeroporto de Ribeirão Preto, numa conversa com o então prefeito e o Secretário de Transporte, o prefeito de Ribeirão disse que só iria fazer a obra do anel viário do acesso ao terminal de cargas, seria uma parceria: estado e prefeitura, como é que vai ficar a questão do estado nesse impasse com o prefeito de Ribeirão Preto?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não, não a nenhum impasse, quer dizer a parte do governo é a obra do aeroporto, nós vamos fazê-la integralmente. O sistema viário, normalmente os municípios participam, mas nós estamos fechando todo o conjunto de obras para depois poder anunciar.


REPÓRTER: Governador sobre educação aqui de Patrocínio, o senhor vai atender com escola?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha! Nós vamos fazer dois atendimentos: um é o Programa Creche-Escola, nós estamos investindo recurso para fazer mil creches no estado de São Paulo, ajudar as prefeituras, porque falta vaga, o ensino infantil: creche e pré-escola não estão universalizados, nós estamos ajudando as prefeituras. A outra no ensino... Na educação básica que é o ensino: fundamental e médio, pedi ao Dr. Mauro que me dê os dados para gente verificar que tipo de escola, localização da escola, e faremos sim!


REPÓRTER: Obrigada, senhor.