Coletiva - Entrega de 118 unidades habitacionais do Conjunto Freguesia do Ó "A" 20161605

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Entrega de 118 unidades habitacionais do Conjunto Freguesia do Ó "A"

Local: [[]] - Data:Maio 16/05/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha, dizer da alegria hoje da entrega, da grande alegria da entrega de 118 apartamentos aqui na região norte, na região aqui da Freguesia do Ó, do Morro Grande, para as famílias da área do Rodoanel norte. Nós estamos entregando os apartamentos para as famílias que residiam naquela região antes até da entrega da obra. Então são 118 famílias hoje, no mês de junho mais 140 aqui em Perus, autorizamos hoje mais 273 apartamentos, 26 milhões de reais, e 414 estão programadas também aqui para a região, e mais 122 cartas de crédito para as famílias. Dá um total de 1.167 famílias na região do Rodoanel Norte que passam a ter a sua casa quitada, o seu imóvel quitado, apartamento novinho nessas áreas que foram desapropriadas. A obra está indo bem, nós temos uma expectativa de entregá-la no comecinho de 2018 o Rodoanel Norte, uma grande obra hoje com 4.800 pessoas trabalhando. Então uma boa notícia, emprego, 4.800 empregos diretos no Rodoanel Norte, uma obra de logística estratégica para o Estado de São Paulo e para o Brasil, porque liga o maior aeroporto, que é de Guarulhos, Cumbica, com o maior porto, que é de Santos, e a casa hoje para as famílias, as primeiras 118, já em junho mais 140 de um total de 1.167 imóveis. Quero também aproveitando hoje aqui a presença da imprensa, dizer que nós estamos anunciando o novo secretário da Segurança Pública de São Paulo, Dr. Mágino Alves Barbosa Filho, que tem grande experiência na área criminal, foi sub procurador-geral do Ministério Público do Estado de São Paulo e era até agora o secretário-adjunto do Alexandre de Moraes. Então ele dará continuidade a todo o trabalho. Já será nomeado já hoje e vamos fazer aí um grande trabalho em benefício da segurança do nosso estado.

REPÓRTER: Governador, o secretário Alexandre de Moraes fez um belo trabalho em São Paulo. O senhor acha que fica mais fácil, ele no Governo Federal, a segurança em São Paulo ficar melhor ainda?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Eu entendo que sim, porque esta sinergia, essa parceria com o Governo Federal ela é necessário. Se você for verificar tráfico de entorpecentes, polícia de fronteira, tráfico de armas, tudo isso é tarefa federal, dados de informação. Então nós vamos poder ter muita parceria. Aliás, a primeira até já estava celebrada com a Polícia Rodoviária Federal, porque nós temos autoestradas aqui importantíssimas, a Dutra, Fernão Dias, Régis Bittencourt, é importante esse trabalho conjunto. E também recurso. Tem dois fundos, o fundo de segurança e o o fundo penitenciário.

REPÓRTER: O senhor falou em sonhos ali, eu achei a fala muito bonita. O senhor já sonha em 2018 botar a faixa? Porque hoje o senhor é o único candidato que não encrencas nenhuma no Brasil.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha, está muito longe, não é? Meu pai dizia que a cada dia sua agonia. Nós temos que fazer bem feito o que estamos fazendo hoje. Agora, se você perguntar: O senhor pretende ser candidato? Eu respondo: Candidatíssimo, à presidência do peixe, do Santos Futebol Clube.

REPÓRTER: Governador, como não dá para evitar de falar de política, não tem como em um momento como esse. Eu gostaria que o senhor, se puder, declarar qual é o prefeito que o senhor está apoiando em São Paulo.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha...

REPÓRTER: Ou o pré-candidato.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: É. Ainda não há candidato porque só na convenção do partido, que deverá agora por lei ser no mês de julho, mas o PSDB escolheu através de primárias, em uma presença recorde de seus filiados e militantes, mais de seis mil participaram da eleição, escolheu o o João Doria Junior, que é o nosso candidato. Está bom? Categoria 16 de maio de 2016 [[]]