Coletiva - Estado de SP receberá primeira fábrica da Estrella Galicia fora da Espanha 20212511

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Estado de SP receberá primeira fábrica da Estrella Galicia fora da Espanha 20212511

Local: Araraquara – Data: Novembro 25/11/2021

Soundcloud

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bem, boa tarde. Obrigado, pela presença de todos, jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas, colegas empresários, vereadores, presidente da Câmara Municipal de Araraquara, o prefeito de Araraquara, Edinho Araújo, aqui à frente. Quero agradecer a presença do Inácio Rivera, aqui ao meu lado, CEO global e bisneto do fundador da Estrella Galicia, que será objeto de um anúncio importante que nós vamos fazer daqui a pouco. Fábio Rodrigues, diretor geral para América Latina da Estrella Galicia, também participando dessa coletiva. Ao lado de Henrique Meirelles, secretário da Fazenda. Patricia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. E Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional. Hoje, o que nos motiva essa coletiva é um anúncio muito importante de um investimento de R$ 2 bilhões, um investimento privado, direto, para a realização, a implantação de uma nova fábrica de cerveja aqui no estado de São Paulo, com apoio da Investe SP, a empresa de fomento e desenvolvimento do estado de São Paulo, a empresa espanhola, Estrella Galicia, anuncia hoje o investimento de R$ 2 bilhões na sua fábrica, em Araraquara, a primeira fábrica da Estrella Galicia fora da Espanha, sendo implantada no Brasil, em São Paulo e na cidade de Araraquara. A Estrella Galicia fará um investimento de R$ 2 bilhões na sua nova fábrica, a primeira a ser implantada fora da Espanha. Serão gerados 400 novos empregos diretos nessa fábrica, prevista para entrar em operação ao final de 2023. A Estrella Galicia é o segundo maior grupo de cervejaria da Espanha, um dos maiores grupos cervejeiros do mundo, e a marca mais vendida de cerveja na Espanha. Vou passar a palavra ao Inácio Rivera, aqui ao meu lado, que é o CEO mundial da Estrella Galicia, para que ele possa detalhar a vocês aspectos, investimentos, geração de empregos e o cronograma de implementação dessa fábrica, e o investimento, Inácio, muito importante, para a região de Araraquara, para o estado de São Paulo e para o Brasil. O que o nosso país mais precisa nesse momento, além de controlar a pandemia, é gerar empregos, promover renda e estimular o desenvolvimento econômico, e com isso o desenvolvimento social do nosso estado e do nosso país. Então vamos ouvir Ignácio Rivera, CEO global da Estrella Galicia.

IGNÁCIO RIVERA, CEO DA GLOBAL ESTRELLA GALICIA: Governador, ministro, prefeito, autoridades. Hoje para mim para ter um dia histórico para a nossa companhia, o primeiro pedido de desculpas pelo meu péssimo português, mas tentarei que se entenda o que quero falar. Pois nós queremos hoje anunciar o investimento, fazer realizar esse sonho, é uma das maiores decisões que é tomada na nossa companhia, na nossa história, investiremos os 50% do investimento global da nossa companhia aqui no Brasil, nós temos previsionado o investimento de R$ 4 bilhões nos próximos quatro anos, e a metade desse investimento ficará aqui no Brasil. Porque esse é um maravilhoso país, pois porque o Brasil é o segundo mercado do mundo, em valor de cerveja. O nosso investimento é para não só o mercado brasileiro, senão, para o mercado do Mercosul, para tudo que é o mercado Sul-Americano. E é um país que eu adoro, eu em outra vida devia ser brasileiro, porque aqui me encontro sempre como uma casa, pois estou casado com uma brasileira e tenho três filhos brasileiros, pelos quais me sinto, se me permitem vocês, me sentir em casa. Porque São Paulo, São Paulo também é um estado maravilhoso, é um dos maiores PIBs do mundo. E obrigado, governador. Obrigado, Investe, por todas as facilidades que está nos dando o governo de São Paulo, em que nós podemos ficar aqui. E por que Araraquara? Porque nós estivemos buscando a cerveja, a matéria-prima fundamental da cerveja é a água, e nós estivemos à procura de encontrar essa água e finalmente nessa maravilhosa atividade em Araraquara, possamos encontrar a quantidade e qualidade da água que nos vai permitir também fazer uma cerveja de altíssima qualidade aqui no Brasil. Obrigado, prefeito. O investimento já falou o governador, será um investimento de R$ 2 bilhões, com uma produção estimada nos 3 milhões de litros, da capacidade produtiva que nós iniciaremos lá. Com o investimento, nós somos a companhia que investimos 66% do investimento na mídia, esporte, em cultura, Fórmula 1, e aqui investiremos em esportistas brasileiros. E geraremos 400 empregos diretos também, e acredito que é importante e vamos tentar o desenvolvimento do cultivo de lúpulo no Brasil, com cultivo hidropônico, que como sabem vocês, é um cultivo que tratamos de alguma forma na umidade e a luz no cultivo, e podemos extrais diferentes cepas de lúpulo de outros países, que podem ficar aqui no Brasil para dar um caráter especial às nossas cervejas. E a fábrica tem a [Ininteligível], somos um grupo, se me permite, com cinco pilares principais, somos uma empresa familiar, meu bisavô estabeleceu a companhia em 1906, eu sou a quarta geração da companhia, faz 65 anos, de uma companhia dirigida pela família, neste caso tenho a honra de dirigir sua companhia. Somos como segunda característica, como segundo pilar, eu falo sempre que somos [Ininteligível], não somos, porque somos grandes, porque o [Ininteligível] é o que trata de lutar contra a padronização da cerveja, em tentar cervejas diferentes, o que fazem os grandes grupos multinacionais. Nós temos só uma fábrica no mundo, que fica na Espanha, cozinhamos aí, e essa será a nossa primeira fábrica fora a do Brasil, e a segunda fábrica que temos, então vamos atender com duas fábricas, uma na Espanha e a outra em Araraquara. Temos as matérias-primas que falamos de lúpulo, cada cerveja tem a sua receita original, cada cerveja somos pesados, fazendo cerveja, cozinhamos a fogo lento. E nós tardamos com no mínimo 30 dias em fazer uma cerveja, [Ininteligível] só duas vezes no ano, outros grupos cervejeiros fazem cervejas três vezes ao mês, e conseguindo ter uma rotação de ativos melhores que nós. Porém, acreditamos no nosso produto, que vai mais devagar. Eu sempre falo que o nosso propósito é ser a cerveja mais querida, não a mais vendida. E depois finalizando, cuidamos das pessoas, acreditamos que a gente que trabalha com a gente é o nosso ativo principal. Cuidamos muito também dos nossos clientes, eu sempre falo que a nossa obsessão é ser um fator [Ininteligível] dos clientes. E cuidamos muito do planeta, sabemos que no planeta, e acreditamos em tudo que o impacto positivo, e incorporamos a nossa estratégia, eu acredito que o impacto positivo, quando você fábrica produtos incorporando essa sua estratégia. Na Espanha já é desenvolvido cerveja sem base, sem garrafa, é o que chama cerveja [Ininteligível], e uma cerveja que vai a um tanque no bar, e desde o tanque você tira um chopp, e você pode tomar o chope, e isso tem base e depois será desenvolvido aqui no Brasil, e a sustentabilidade é parte da nossa estratégia. Por isso, essa será uma fábrica sustentável, com emissão zero. E nada mais, eu sempre digo que sonhar é de graça, é grátis, e muito rentável, e nós comentamos esse sonho tão incrível, que eu acredito que podemos ver um vídeo e ver rapidinho o que vai ser a fábrica aqui no Brasil.

APRESENTAÇÃO DE VÍDEO: [sem fala].

IGNÁCIO RIVERA, CEO DA GLOBAL ESTRELLA GALICIA: Bom, esse é o sonho que será em 2023. Obrigado, vai Brasil!

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Ignácio, grato. Muito boa a sua apresentação, e seu portunhol é perfeito. Bem, agora nós vamos ouvir o prefeito de Araraquara, aliás, Edinho, perdão, nós temos dois Edinhos brilhantes aqui, o Edinho Araújo e Edinho Silva, ambos os prefeitos que eu tenho enorme admiração, eu me referi erroneamente a você. Então vamos ao Edinho Silva, grande prefeito de Araraquara, a quem peço que possa reproduzir aqui a importância dessa iniciativa, o que representa para a sua cidade, para a sua região, e uma ação feita à quatro mãos, por você e a sua prefeitura, e pelo governo de São Paulo. Edinho Silva.

EDINHO SILVA, PREFEITO DA CIDADE DE ARARAQUARA: Muito obrigado, governador. A minha saudação a todos os presentes, também aqueles que nos acompanham pela transmissão, pelas redes sociais. Governador João Doria, a minha fala aqui é de gratidão, e quero saudá-lo e enfatizar o seu papel para que nós tivéssemos vivendo um momento como esse. Minha gratidão também a todo o governo do estado de São Paulo, saudando o secretário Henrique Meirelles, a secretária Patricia Ellen, o secretário Marco Vinholi, em nome desses, e da secretária Patricia Ellen, saudar todos os demais integrantes do governo do estado de São Paulo. Parabéns, governador, pelo papel que a Investe SP tem tido no fomento do desenvolvimento do nosso estado, e nesse sentido eu quero saudar o presidente Gustavo Junqueira, muito obrigado, Gustavo, por todo o seu trabalho, por toda a sua dedicação. Rapidamente agradecer também à nossa equipe de trabalho, da Prefeitura de Araraquara, que eu quero aqui saudando meu vice-prefeito e secretário do Desenvolvimento Econômico, e do Trabalho, Damiano Neto, saudar toda a equipe da Prefeitura de Araraquara. E saudando o presidente da Câmara Municipal, Aluísio Braz, o Boi. Saudar todos os vereadores, todas as vereadoras, porque sem a Câmara nós não teríamos um amparo legal para que esse investimento fosse feito na nossa cidade. Governador, o que eu tenho a dizer, como eu enfatizei, é agradecer, agradecer nesse momento, ao Ignácio Rivera. Agradecer também ao Antônio Castelo. Agradecer ao Fábio Rodrigues, em nome deles também a todos os integrantes da Estrella Galicia, que trabalharam, fizeram avaliações, sondagens e optaram pela cidade de Araraquara. Mas do momento que a Estrella Galícia escolhe a cidade de Araraquara, ancorada também na Investe São Paulo, até esse momento muito trabalho foi feito, muita sinergia foi construída. Eu digo aqui e enfatizo, todas as vezes que posso, que na minha concepção a política é a arte de juntar, a política é a arte de juntar esforços para que a gente possa buscar o bem comum e mais uma vez o estado de São Paulo dá exemplo, sob sua liderança governador, nenhuma questão político partidária foi tratada ou foi olhada, nenhuma disputa ideológica foi travada, o que o governo do estado de São Paulo olhou foi o momento que nós estamos vivendo, um momento de saída da pandemia, de impacto brutal na nossa economia, por consequência, impacto na geração de trabalho e renda dos nossos empregos. O estado de São Paulo olhou o interesse do povo paulista e, por isso, que a cidade de Araraquara é extremamente grata, essa junção de esforços olhando o bem comum, uma junção de esforços que constrói unidade fez com que Araraquara recebesse o maior investimento privado da sua história, que Araraquara recebesse uma empresa que é líder mundial, que é referência na Europa, referência enquanto produto, mas referência enquanto capacidade de produção sustentável, que tem capacidade produtiva olhando a responsabilidade social, criando vínculos com a comunidade onde atua. Então, governador, muito obrigado, muito obrigado pelo governo de São Paulo ser capaz de criar a sinergia necessária tão importante para a cidade de Araraquara, porque nós precisamos gerar empregos, nós precisamos fazer a nossa economia crescer. E essa planta, para que eu encerre, ontem nós fizemos uma reunião técnica que eu agradeço ao Ignácio, agradeço ao Fábio, agradeço ao Antônio e é uma fábrica que ela nasce já olhando para o crescimento, que eles possam aqui falar, talvez eles não porque eles vão gerar expectativas, mas eu posso, que ela nasce já olhando crescer, ampliar para que produza 600 milhões de litros/ano que seria a maior cervejaria do Brasil. Então uma empresa que chega para ficar, respeitando o nosso meio ambiente, respeitando os nossos trabalhadores e criando vínculo com as nossas comunidades. Então, muito obrigado governador, muito obrigado a toda a sua equipe, muito obrigado à Investe, muito obrigado Gustavo, muito obrigado Fábio, Antônio e a nossa eterna gratidão, Ignácio, muito obrigado.

[aplausos]

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito obrigado prefeito Edinho Silva, muito obrigado pelo seu depoimento, pela sua sinceridade, juntos fazemos melhor, nós sempre... Nós dois defendemos isso sem partidarismos, como você colocou, sem ideologias e sim pensando naquilo que é a nossa obrigação: na nossa população, no desenvolvimento econômico, social e, especificamente nesse caso, uma atração de um investimento de dois bilhões de reais para o estado de São Paulo que vai gerar emprego, renda, oportunidade e desenvolvimento em toda a região tendo como epicentro a sua cidade, a cidade de Araraquara. Portanto, muito grato pelo seu depoimento, pelo seu apoio, pela lisura da sua postura e de toda sua equipe também. Vamos agora ouvir o nosso ministro Henrique Meirelles, secretário da fazenda do estado de São Paulo que está aqui ao nosso lado que, em nome da área econômica do estado de São Paulo, em nome da Patricia Ellen, em nome também da Investe São Paulo, do nosso Gustavo Diniz Junqueira que aqui está, do Marco Vinholi e também do Rodrigo Garcia fala em nome da equipe econômica, daquilo que nos permitiu oferecer condições adequadas, não só para a cidade, mas especialmente para o investidor Estrella Galícia que anuncia neste momento um investimento de dois bilhões de reais em São Paulo, Henrique Meirelles.

HENRIQUE MEIRELLES, SECRETÁRIO ESTADUAL DA FAZENDA E PLANEJAMENTO: Obrigado governador. Eu acho muito importante de frisar que muitos me perguntam qual é a razão de São Paulo ter crescido mais do que o dobro na média nacional em 19, ser uma das poucas regiões do mundo que cresceu no ano da pandemia, 2020, quando o país caiu, assim como a maior parte dos países do mundo, a economia, e que prever um crescimento de 7,5% agora em 2021. O crescimento somado de 20 e 21 de São Paulo previsto é cerca de 8%, portanto é um crescimento forte, robusto e eu diria que até impressionante no ambiente internacional hoje, agora essa questão é por quê? Eu acho que é um ótimo exemplo, é um governo proativo, liberal que promove os investimentos, que está incentivando as empresas a investir, criar empregos, criar renda e criando todas as condições para isso, isso é o que é o mais importante. Investindo em infraestrutura, fazendo a reforma tributária, fazendo a reforma fiscal e criando condições para que as empresas possam investir com segurança, né? Fazendo a simplificação tributária no estado, melhorando o ambiente de negócios, cada dia trabalhando mais. E aqui tem um exemplo, uma companhia que anuncia um investimento deste porte, é uma companhia de grande porte internacional, uma companhia que de fato pode escolher entre diversas localidades no mundo e no Brasil para investir escolhe São Paulo, escolheu Araraquara, vai fazer um investimento de grande porte porque oferece condições favoráveis no estado desde treinamento de mão de obra até um mercado de consumo robusto que está crescendo, condições de infraestrutura e todo o mais em termos de facilitação da produção. Em resumo, um governo cujo foco é resultado, resultado para a população e hoje, considerando-se que até o mês de setembro, o estado de São Paulo tinha criado quase 800 mil vagas de trabalho, prevê-se que hoje já está com mais de 900 mil vagas. Agora por quê? Porque investimentos como esse são feitos e que é um resultado concreto de tudo isso. Muito bem, é isso governador, obrigado.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Obrigado ministro Meireles.

[aplausos]

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Vamos agora às perguntas. Nós temos três perguntas, três veículos de comunicação, respectivamente o Jornal O Globo, a TV Record News e a TV Cultura. Começamos com o Ivan Martínez ou Martinez, creio. É Martinez ou Martínez?

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Martinez.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Martinez. O Ivan Martinez do Jornal O Globo, Ivan. Bem-vindo, boa tarde. Sua pergunta, por favor.

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Boa tarde, boa tarde a todos. Eu tenho algumas perguntas, eu queria entender da parte da companhia, detalhar um pouquinho esses investimentos na linha do tempo, quanto que seria feito no ano que vem, quanto na planta em si né e quando que ela exatamente começaria a operar, sabe que em 2023, mais exatamente quando. Do lado do governo--

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Ivan, posso sugerir só--

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Sim, por favor.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Se você me permitir, o Ignácio compreende bem o português, mas ele... Na velocidade com que você formula mais de uma pergunta, se a gente puder responder a primeira, aí você formula segunda, se você me permitir.

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Claro, as demais são para o staff do governo.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Então, mas então vamos responder a primeira.

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Vamos, vamos, claro, claro.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: E aí vamos à sequência.

IGNÁCIO RIVERA, CEO DA GLOBAL ESTRELLA GALICIA: [pronunciamento em outro idioma].

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito bem, obrigado Ignácio Rivera. Agora sim, desculpa Ivan, agora vamos dar sequência.

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Eu queria entender, tem mais uma para a empresa, eu queria entender exatamente o quê que fez a mudança de decisão, porque os senhores haviam decidido anteriormente ter uma fábrica no Brasil, mas pelo que eu entendo era em Minas Gerais. Como é que se deu esse processo de mudança decisória e por quê?

IGNÁCIO RIVERA, CEO DA GLOBAL ESTRELLA GALICIA: [pronunciamento em outro idioma].

IVAN MARTÍNEZ, REPÓRTER: Certo, a última. Prometo que é a última. Eu queria entender os incentivos fiscais que foram dados tanto no governo estadual quanto na prefeitura, eventualmente, ou doação de terreno. O quê que permitiu esse investimento também, por favor.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Ivan, eu vou pedir respectivamente a Patricia Ellen, nossa secretária Desenvolvimento Econômico para responder e, obviamente, na sequência Edinho Silva prefeito de Araraquara.

PATRICIA ELLEN, SECRETÁRIA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: Obrigada, governador. Nós não temos incentivos específicos fiscais para a fábrica, todos os incentivos que nós anunciamos são incentivos que nós, inclusive investimos agora junto com o secretário Meirelles, anunciamos no início do nosso programa de retomada quase três bilhões de reais o pacote de retomada, foi feito de uma forma transversal para os setores para apoiar nesse momento de retomada econômica. Nós temos outros tipos de incentivos e que é até importante para que os empreendedores e empresários conheçam o apoio, por exemplo, para a localização do terreno em parceria com as prefeituras, o apoio para a qualificação profissional, que nesse caso aqui eles vão precisar de um número bastante expressivo de profissionais em uma área nova que é de grande interesse, cervejaria, cervejaria artesanal, também na parte de gastronomia, então nós estamos trabalhando juntos nisso. E, em casos específicos, tem um modelo de regimes especiais, mas são casos muito específicos, então não há um incentivo para a colocação da fábrica até porque o governador tem sempre insistido que o nosso modelo aqui é um modelo de competitividade, de atrair as empresas por outras vantagens competitivas do estado de São Paulo e é por isso que a Investe São Paulo aqui tem uma atuação tão importante com a equipe do Gustavo Junqueira que tem trazido vantagens que outros estados não teriam, muito obrigada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Obrigado, Patricia. Edinho.

EDINHO SILVA, PREFEITO DE ARARAQUARA: Se me permite governador, apenas enfatizando o papel que a Investe São Paulo terá, nós devemos lançar ainda no final deste ano, no começo do próximo ano junto com a Investe São Paulo um programa de capacitação profissional, olhando o impacto do investimento da Estrella Galícia, também estamos fazendo um estudo no impacto de trânsito de todas as vias de acesso à nova planta e a Investe São Paulo será parceira também nesse estudo e também nas medidas necessárias que nós iremos tomar. Em relação aos incentivos municipais, são os incentivos tradicionais que os municípios costumam conceder e Araraquara fez o mesmo, nós isentamos de taxas né principalmente aquelas vinculadas à construção da planta, portanto, taxas e tributos vinculados ao processo de implantação. E tudo isso feito de forma muito rigorosa, seguindo estudos e eu não vou aqui me detalhar, porque não é o caso, mas, por exemplo, no auge da implantação dessa unidade, ela operando dentro de tudo aquilo que está planejado, ela será o fator do maior valor adicionado do município de Araraquara. Então tudo aquilo que o município concedeu de isenção é muito pequeno comparado aos benefícios que nós teremos no impacto da arrecadação no aumento do nosso valor adicionado.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito bem, obrigado Edinho Silva. Obrigado a você Ivan. Vamos agora ao segundo veículo que é a TV Record News, que, aliás, está transmitindo flashes aqui ao vivo para toda sua audiência em todo o Brasil com Rafael Alberti. Obrigado Rafael pela sua presença.

RAFAEL ALBERTI, REPÓRTER: Obrigado, governador. Boa tarde a todos. A primeira pergunta vai para o Ignácio que é em relação à logística, que o senhor estava citando, exatamente como ela foi pensada e como ela foi projetada. A cerveja ela é conhecida também em outros países e, pensando nesse processo, essa fábrica que chega em Araraquara ela vai para o suporte do mercado interno ou também já foi pensado no planejamento para a distribuição para os países vizinhos?

IGNÁCIO RIVERA, CEO DA GLOBAL ESTRELLA GALICIA: [pronunciamento em outro idioma]... muito mais... muito mais [ininteligível] do mercado, muito mais competitiva, nos âmbitos do Mercosul, porque a fisicalidade é muito melhor, e é um projeto continental, não só... Brasil já é um continente, [ininteligível] um projeto com o sonho de que cubra mais que o próprio país.

REPÓRTER: Só mais um questionamento, em relação a como que foi essa negociação, [ininteligível], se houve uma conversa, uma procura por parte do Governo de São Paulo, ou foi a empresa que fez esse contato inicialmente. Como funcionou todo esse esquema?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Rafael, como funcionam todos os outros. São Paulo tem um comportamento extremamente ativo, proativo na busca de investimentos internacionais. Temos escritórios inclusive no exterior, abrimos em agosto de 2019 o escritório para o oriente, na China, em Xangai. Depois, abrimos em fevereiro de 2020 um escritório para o Oriente Médio, para o middle east, em Dubai. Depois, abrimos em outubro deste ano um escritório para a União Europeia, em Munique, e na semana que vem vamos abrir para a América do Norte, Canadá, Estados Unidos e México, em Nova Iorque, no próximo dia 2 de dezembro. Temos a Investe SP, que foi classificada pelo Financial Times como a agência de fomento mais eficiente do mundo, e a classificação foi feita pelo jornal econômico Financial Times, e temos uma estrutura econômica também bastante agressiva na busca de investimentos. Henrique Meirelles, Patricia Ellen e eu participamos anualmente do World Economic Forum, a convite do Fórum Econômico Mundial, e além disso o Governo do Estado promove eventos, seminários, encontros e workshops. Fizemos virtualmente no período da pandemia, agora já estamos fazendo presencialmente, nesse período onde já temos o controle da pandemia aqui em São Paulo, em busca de investidores. Não foi diferente com Estrella Galicia. Um bom entendimento, como vocês observaram não há nenhum incentivo fiscal do Governo do Estado de São Paulo. Há o conjunto de facilidades de um governo digital, de um governo, usaria a expressão que se usa no mercado econômico e financeiro, fast track, ou seja, agilizando os procedimentos para garantir ao investidor a maior rapidez possível nas suas respostas, e uma ação integrada de um governo municipalista, que apoia os seus municípios, independentemente de partido, condição, tamanho. E, alertado pelo prefeito Edinho Silva de que essa possibilidade poderia se materializar, somamos forças para que isso pudesse ser viabilizado, e vencemos, conseguimos ter um investimento de R$ 2 bilhões em São Paulo, 400 empregos diretos, e com a perspectiva, como disse o próprio prefeito Edinho, e ele falou com o sentimento da verdade, muito em breve, terminada essa primeira fase, ter a própria expansão dessa fábrica, a geração de mais empregos. Lembrando que no mercado de cerveja, de produtos alimentícios, incluindo bebidas, Rafael, cada emprego direto corresponde a 10 empregos indiretos. A cadeia é muito forte. Então, o impacto será, na verdade, 4.000 empregos que estava nova fábrica de cerveja que será implantada em Araraquara vai oferecer à região e a São Paulo. Portanto, é exatamente dentro dessa linha que nós vamos continuar, e eu espero ainda, até o final deste ano, termos mais anúncios a serem feitos. E no início do ano que vem, com certeza mais anúncios também de investimento privado. Esses são investimentos diretos, não é PPP, não é nenhum programa que exija desembolso por parte do estado. Exige eficiência e confiabilidade. Obrigado, Rafael.

E a última pergunta será da TV Cultura, será formulada pela Letícia Bragaglia, a pedido da TV Cultura, que está aqui transmitindo direto e ao vivo a nossa coletiva de imprensa, inclusive para Araraquara e região. Letícia.

REPÓRTER: Governador, qual é a importância de um investimento desse aporte para o Estado de São Paulo? E também quais são as políticas que têm sido feitas para estimular novos investimentos, para que eles venham para o estado daqui pra frente?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Eu vou dividir a resposta com Marco Vinholi, que é o nosso secretário de Desenvolvimento Regional, pois o nosso governo é um governo municipalista, é um governo que capilariza as oportunidades de investimentos, e com a Patricia Ellen, que é responsável pela implantação do projeto Polos de Desenvolvimento. São 14 polos de desenvolvimento. Primeiro, credibilidade. O investidor internacional, e aqui está Ignácio Rivera, que não é só o CEO global, ele é acionista da companhia, e os acionistas, assim como seus executivos, são muito zelosos, muito precisos aonde localizam os seus investimentos, ainda mais um investimento de R$ 2 bilhões, estamos falando aí de quase US$ 400 milhões de investimento internacional. Confiabilidade, efetividade, confiança nos marcos jurídicos, confiança também no local onde se implanta uma unidade fabril como essa, é preciso ter confiança também na gestão municipalista e, obviamente, confiança no país, o que nos agrada bastante. É um regime de confiança tripartite: no município, no estado e no país. São Paulo é o maior mercado de consumo da América Latina, o maior mercado de consumo de cerveja, de produtos alimentícios, de higiene, beleza, tecnologia, como concentração de mercado favorece muito a implantação da fábrica da Estrella Galicia, pois aqui já se consome 40% de tudo o que se produz no mercado cervejeiro do país, o consumo é feito aqui em São Paulo, razão que justifica também a resposta feita por Ignácio Rivera, do porquê a opção ter sido por São Paulo e não por outro estado. Isso não significa desprestigiar ou não reconhecer o valor de outros estados brasileiros, mas a logística e a funcionalidade, velocidade, redução de custos, impacta, evidentemente, no resultado. E isso pesou na decisão da Estrella Galicia de destinar o seu investimento aqui em São Paulo. E agora vamos com o Marco Vinholi e, na sequência, a conclusão com Patricia Ellen.

MARCO VINHOLI, SECRETÁRIO ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: Boa tarde. São Paulo tem investimento, nesse momento, superior a R$ 50 bilhões. Um estado que tem um ambiente de negócios adequado, segurança jurídica e infraestrutura, para poder captar do mundo inteiro investimentos desse porte. Nós tivemos no meio da pandemia a maior concessão da história do Estado de São Paulo, a rodovia Panorama-Piracicaba, dentro de um programa de infraestrutura feito, que engloba também voos regionais, aonde todos os nossos aeroportos foram concessionados, aqui do Estado de São Paulo, do antigo Daesp, e com isso toda uma conjuntura, com investimentos em vicinais, em SPs, estabelecendo um patamar muito elevado de competitividade para o Estado de São Paulo. Não é a primeira empresa, evidente que é a maior, mas não é a primeira que se instala em Araraquara ao longo desse último período. Nós estivemos lá, governador João Doria, prefeito Edinho, há pouco tempo atrás, anunciando outros investimentos desse grande polo de desenvolvimento industrial, que vai se consolidando na região central aqui do Estado de São Paulo. Portanto, São Paulo, que vai crescer acima de 7% do PIB nesse ano, se consolida cada vez mais na geração de emprego e renda, e também na atração de investimentos do mundo todo aqui na capital, mas também no nosso interior do estado, hoje representado por Araraquara.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito bem. Obrigado, Vinholi. Patricia.

PATRICIA ELLEN, SECRETÁRIA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: Complementando, governador, nós fizemos o reconhecimento de 14 polos de desenvolvimento econômico, que juntos consolidam mais de 80% do valor adicionado na economia de São Paulo. Nós fizemos o mapa setorial dessas cadeias produtivas e também o mapa regional. E junto com eles, os arranjos produtivos locais. Nós fizemos o reconhecimento ou o recadastramento de 64 arranjos produtivos locais durante a pandemia, 19 deles no setor do agro, lembrando inclusive que nós acabamos de formalizar o envio à Assembleia Legislativa e a sanção aqui da Lei dos Produtos Artesanais, que também tem um impacto direto nesta indústria. E para que novos investimentos sejam atraídos, aqui repetindo um pouco do que o Vinholi trouxe, mas com esse olhar dessa ação conjunta com a Investe SP, nós atuamos em seis dimensões para que tenhamos aqui mais credibilidade, mais competitividade. A primeira é o modelo desburocratizado, um fast track para os investidores, que têm acesso, como eu disse, desde o apoio à localização do terreno, com consultoria jurídica, consultoria fiscal, para entender a realidade de operar aqui no Estado de São Paulo, nós coinvestimos com as empresas também em pesquisa e desenvolvimento, lembrando que o Estado de São Paulo está fechando o ano e com orçamento 40% acima do início da gestão do governador João Doria, em ciência e tecnologia. E muito desse trabalho é feito com investimento com as empresas. Qualificação profissional, infraestrutura, ferramentas desburocratizadas para as questões tributárias, com um trabalho que tem sido feito aqui pelo secretário Meirelles, e com isso nós também agora estamos dando apoio na parte de sustentabilidade, porque dentro do apoio aqui para as empresas se localizarem nós fazemos uma atuação integrada para licenciamento, licenciamento ambiental, abertura de empresas, registros e, com isso, para garantir que todos esses investimentos são feitos de forma sustentável, nós apoiamos nesse pilar também. E com isso, com essas vantagens, para finalizar, lembrando aqui que a Estrella Galicia, ela está fazendo o primeiro investimento numa fábrica fora da Espanha. Então, é uma empresa que era primordialmente espanhola, e é por isso que nós temos nossos escritórios internacionais, temos escritório na China, na Alemanha, para apoiar exatamente esses investimentos europeus aqui no Estado de São Paulo, temos nosso escritório de Dubai e estamos abrindo agora o escritório da Investe SP na semana que vem, nos Estados Unidos. Muito obrigada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Obrigado, Patricia, obrigado, Letícia, obrigado à TV Cultura, obrigado também ao Ivan Martinez, do Jornal O Globo, ao Rafael [ininteligível] da RecordNews. Obrigado aos demais jornalistas aqui presentes. Aos que nos acompanham aqui ao vivo pela TV Cultura, para todo o Estado de São Paulo, são 13h29. Nós vamos aqui encerrando a nossa coletiva de imprensa. Ignácio Rivera, mais uma vez, muito obrigado, obrigado por confiar no Brasil, obrigado por confiar em São Paulo, em Araraquara. Um investimento muito bem-vindo, R$ 2 bilhões, repito, 400 empregos diretos, 4.000 empregos indiretos, de uma fábrica que estará operando já ao final de 2023. Ela também será feita, construída em tempo recorde, para que, já no verão de 2023, 2024, a sua cerveja possa ser já distribuída e consumida aqui no Brasil, gerando empregos, gerando desenvolvimento. Todos os investimentos nacionais ou internacionais serão sempre muito bem-vindos a São Paulo. Muito obrigado, Edinho Silva, prefeito de Araraquara. Em seu nome, quero agradecer a todos os vereadores e secretários de Araraquara, que se encontram aqui. Muito grato, nós temos aqui, creio eu, toda a bancada de vereadores de Araraquara. Muitíssimo obrigado, de todos os partidos, aliás, que estão aqui presentes. Também secretários municipais, obrigado pela disposição de terem acompanhado o prefeito Edinho Silva. Agradecer também ao Fábio Rodrigues, que é o diretor geral para a América Latina, que está aqui ao nosso lado participando da coletiva, também ao Antônio Ares, que é o diretor executivo da Cervejaria Estrella Galicia, que veio da Espanha para este anúncio, ao lado do Ignácio Rivera, igualmente ao Antonio Viejo, que é o diretor de assuntos corporativos da Estrella Galicia, obrigado Henrique Meirelles, nosso secretário da Fazenda e Planejamento, Patricia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional. Agradecer também o Nelson Baêta Neves Filho, secretário de Orçamento e Gestão, aqui presente, Gustavo Junqueira, obrigado, presidente da Investe SP, e Eduardo [ininteligível], secretário executivo de Comunicação. A todos, muito obrigado, tenham uma boa tarde, fiquem bem, fiquem protegidos, fiquem com Deus. Muito obrigado.