Coletiva - Governo anuncia R$ 6,5 milhões para melhoria da infraestrutura urbana em Barretos 20210209

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Governo anuncia R$ 6,5 milhões para melhoria da infraestrutura urbana em Barretos 20210209

Local: Barretos – Data: Setembro 02/09/2021

Soundcloud

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Ao lado da Paula. Ao lado do Carlão Pignatari, do Sebastião Santos, do Geninho, dos nossos secretários, nós vamos atender três perguntas dos jornalistas. Obrigado, a todos. Perdão pelo atraso, mais uma vez. Foi involuntário, eu sou muito pontual, não foi deliberado, não foi falta de respeito, nem a vocês, nem aos que estão aqui. Então nós temos o Jornal Diário e Rede Vida, e na sequência a Vale TV, aqui de Barretos. E depois o Ergom, eu não tenho o nome do veículo aqui do Ergom. Mas vamos começar com a Adelaide... O Ergom é...? EPTV. Desculpa, é que não estava aqui. Ok. Então vamos com o Diário e Rede Vida, com a Adelaide. Vou pedir um pouquinho só de silêncio de vocês, porque os jornalistas, pessoal, como eu já vivi do outro lado, se tem ruído eles não conseguem captar nas câmeras, ou para o rádio, no caso aqui são emissoras de televisão, e aí fica difícil na hora de editar. Então em respeito aos jornalistas, vou pedir para o pessoal que está ali perto da porta, não vai levar dez minutos, depois a gente celebra de novo aqui, e a gente coloca o São Paulo Para Todos, a gente termina para cima o nosso encontro. Adelaide, cadê você? Aqui, obrigado. Boa tarde.

ADEILAIDE, REPÓRTER: Boa tarde, governador. Sempre bem-vindo à nossa cidade.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Obrigado.

ADEILAIDE, REPÓRTER: Obrigada pela sua gentileza, pelos seus anúncios. O senhor falou que até setembro Barretos já vai ter tramitado aí a questão do projeto na Assembleia, já existe um consenso aí com as comissões? Eu gostaria que o senhor falasse efetivamente quanto Barretos vai receber de verba, e quando isso já deve acontecer a partir da aprovação. Muito obrigada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Então eu vou dividir a reposta aqui com o Presidente da Assembleia Legislativa, que está aqui do meu lado, e o nosso secretário municipalista, que é o secretário de Desenvolvimento Regional, o Marco Vinholi. Então começamos com o Carlão.

CARLÃO PIGNATARI, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO: O prazo, assim que o governador enviar, nós temos cinco dias de emendas, e depois começa a apuração da comissão de finanças, a comissão da CAE, de assuntos econômicos, comissão de finanças. Eu creio que começo de outubro, até o começo de outubro fica pronto para a ordem do dia, para poder ir à pauta na Assembleia.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: E, portanto, em outubro, aprova-se. Já estamos aqui fazendo pressão ao vivo e a cores, estou no estilo Paulo aqui, já. E o Sebastião vai ser o relator. Boa. Aí, então pronto. O Sebastião aqui já deu um empurrão. Em outubro, eu diria com forte convicção, teremos essa aprovação. Vou pedir ao Vinícius Lummertz, vem cá, aqui à minha direita, trocando o nosso Marco Vinholi, pelo Vinícius, para complementação à sua pergunta, Adelaide.

VINÍCIUS LUMMERTZ, SECRETÁRIO DE TURISMO: Eu gostaria só de complementar, acho que é muito importante, a vitória de Barretos se dá também com muita justiça, [Ininteligível] turístico de alto nível, atrativos turísticos crescentes, esforço na geração de atrativos turísticos, e aqui está a equipe da GR, presidentes e investidores, que vão ampliar ainda mais o receptivo, a infraestrutura, equipamentos, e serviços turísticos. Foram as notas, além disso, sustentabilidade, acessibilidade e legislação. Então tecnicamente está hiperamparada, a cidade de Barretos, para encaminhar ao dreno do ano que vem, o ano que vem então tem um percentual, isso é dividido, e nós teremos lá para outubro, dependendo do orçamento do ano que vem, e aí uma conta que diz respeito à soma dos ICMSs, das instâncias, dividido por um conjunto de fatores. E nós saberemos isso quando... Olha, Olímpia esse ano vai ser R$ 2,300 milhões, nós já sabemos o que o vizinho ganha, aí logo-logo vamos saber o que nós vamos ganhar.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Será mais do que isso. Adelaide, entorno de R$ 3 milhões, vamos cravar, que menos do que isso não será, essa é a certeza com a sua resposta como líder, para as duas perguntas. Obrigado. Agora vamos para Sandra Moreno, da Vale TV. Sandra, obrigado pela paciência. O pessoal que está aí atrás, volto a pedir para vocês, mais quatro minutos, são dois, uma pergunta e uma resposta, para a gente respeitar os jornalistas, como nós aqui, estão trabalhando também. Obrigado pela atenção. Sandra, boa tarde.

SANDRA MORENO, REPÓRTER: Obrigada, governador. Muito obrigada, a todos presentes. A gente fica muito feliz dessa energia positiva aqui em um momento que nós precisamos tanto dessa positividade, em um momento de dificuldade. O que a gente viu aqui hoje é que nós estamos passando por um outro momento, um momento positivo, e a gente tem que acreditar. Muito obrigada. Estou imunizada pela segunda vez, agradeço ao governador, porque assim como eu, e os meus familiares, todos da minha casa, estamos imunizados. Muito obrigada, primeiramente. E aí por isso a gente fica mais feliz sabendo que tem muitas coisas boas por vir. Governador, o seguinte, estamos aqui para falar na elevação de Barretos para a condição de instância, foram anos de lutas aí, de todos os envolvidos para a movimentação, para sair da condição de MIT para instância. E agora nós estamos vendo uma outra nomenclatura, chegando aos distritos turísticos. O que a gente verifica aí, o estado de São Paulo ele pode mudar um pouquinho a sua característica nessa vertente do turismo, é isso que o governador pretende? E aproveitando e finalizando, governador, somos uma TV local, uma TV educativa, a gente sabe muito bem quanto o senhor prima por isso, e nós estamos também buscando crescer junto com esses municípios, como Barretos, também levando informação de conteúdo, e precisamos aí do apoio de todos, para que a gente consiga chegar nesse momento. Muito obrigada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Muito bem, Sandra. Primeiro, parabéns pela atitude, todo jornalista é cidadão, e é perfeitamente compreensível que uma cidadã como você se manifeste, principalmente, eu suponho que você seja mãe, mas como mulher e como mãe. Eu tenho três filhos, fiquei muito sensibilizado com as suas palavras. Muito obrigado. E vou passar para o Vinícius Lummertz, mas antes queria reafirmar a segunda parte da sua pergunta. Sim, essa é uma vocação clara em São Paulo, exponenciada agora por uma gestão profissional, o nosso governo é um governo profissional, embora público, ele é profissional, o turismo, desde o início da nossa gestão foi tratado de maneira econômica, e com a visão social também. Nós não colocamos no turismo alguém, apenas para fazer número, para atender à conveniência partidária, eleitoral, circunstancial, colocamos o melhor, e o melhor foi o ministro Vinícius Lummertz, e ex-presidente da Embratur, que foi um gigante na Embratur. E eu fui presidente da Embratur, portanto, eu falo isso com coerência de quem ocupou essa posição anos atrás, e que conhece turismo, e que respeitou o trabalho que ele fez à frente desse Ministério do Turismo, na gestão do Michel Temer. Então agradeço à sua pergunta, porque claramente demonstra que São Paulo passou a ter um entendimento e uma visão para o turismo pleno, em todas as regiões do estado. A prefeita aqui sabe disso, ela tem participado de várias reuniões em encontros em São Paulo, assim como prefeitos e prefeitas de outras cidades também. Turismo agora em São Paulo é prioridade. Vinícius.

VINÍCIUS LUMMERTZ, SECRETÁRIO DE TURISMO: Obrigado, governador. A missão que eu recebi do governador João Doria, e que muito me enobrece, o convite, é essa, colocar o turismo no centro da agenda econômica do estado de São Paulo. Primeiro, promovendo, que nós temos as maiores campanhas, e voltamos agora com as maiores campanhas de publicidade nacionais e internacionais, estão em curso, novamente, que havia parado aí durante a pandemia, agora nós retornamos. Nacionais e voltam as internacionais. Então é divulgação. A outra é estruturação, estruturar como aqui, através de instâncias, e MTIs. Esse ano nós estamos repassando R$ 350 milhões para as instâncias e MITs, a média é uma faixa de R$ 220 milhões. Então nós estamos crescendo, e queremos crescer mais, o nosso sonho, governador, é ter mais umas instâncias, mais uns MITs, sonha e vamos trabalhando para isso, [Ininteligível] e com o governador do lado de cá. Esses distritos funcionam como âncora, como Cancun, como a Disney. E a ideia, no caso do vizinho, é distrito, ele tem hoje 3 milhões de visitantes, e esse projeto vai levar para 6 milhões. É possível, está escrito na lei, está escrito no decreto do governador, que ele possa ser agregado a municípios limítrofes. Então o trabalho está sendo feito aqui de expansão desse empreendimento, leva nessa direção de cidades do futuro [Ininteligível] em distritos turísticos.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Muito bem. Obrigado, Vinícius Lummertz. Sandra, muito obrigado. Sucesso, conte com o nosso apoio também, pelo lado cultural, e prestação de serviços que faz a Vale TV. Vamos agora ao Erlom César, na EPTV, que é a afiliada à TV Globo. Pessoal, eu sei que vocês estão animados, e vocês têm razão para estarem, hoje é um dia feliz, vou pedir só mais dois minutos de atenção para a última intervenção, que é do Erlom César, da ETPV. Pessoal, vamos lá, eu vou... Eu estou atrasadíssimo, mas eu aprendi a respeitar solicitações, apelos, e principalmente em respeito aos jornalistas. Obrigado. Erlom.

ERLOM CÉSAR, REPÓRTER: Governador, boa tarde, primeiramente.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Boa tarde.

ERLOM CÉSAR, REPÓRTER: Queria aproveitar essa questão do encontro de turismo, para ouvir do senhor qual a preocupação com a variante Delta, principalmente agora por conta disso? E também a partir de segunda-feira, já foi informado a questão da terceira dose. E os municípios aqui da região aguardam pela distribuição do estado. Então como é que está essa distribuição aí da terceira dose para os municípios aqui da região? Obrigado.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Obrigado, Erlom. Primeiro nós seguimos vacinando, e seguimos distribuindo vacinas, e vacinas para todo o Brasil, inclusive para São Paulo. São Paulo é o estado que mais vacina no Brasil, Erlom, nós já temos na distribuição da vacina, 52 milhões de vacinas distribuídas, hoje praticamente 52% da participação já com processo vacinal completo. É o segundo percentual mais alto do Brasil, o primeiro é Mato Grosso do Sul, que tem um sexto da população de São Paulo, mas é um estado que vacina bem, e merece crédito por isso. E nós já alcançamos 98,2% da população com pelo menos, uma dose no braço. E vamos continuar vacinando, e por isso mesmo que tomamos a decisão de implementar a partir do dia 6, segunda-feira, como você colocou, a dose de reforço para o braço das pessoas com mais de 60 anos. E também aí evoluímos em relação, Erlom, ao que o Ministério da Saúde recomendava, ou recomenda, recomendou, de 70 anos para cima. Nós aqui entendemos que temos que vacinar as pessoas com mais de 60 anos, e vamos fazer. Começamos no dia 6, na segunda-feira, como a população com a faixa etária de 100 anos, e há pessoas com 100 anos, até um pouco mais, todas elas serão vacinadas, até a faixa de 80 anos. Então de 80 a 90, de 90 a 100, e aquelas pessoas que felizmente ainda estão em vida com mais de 100 anos, começarão a ser vacinadas na segunda-feira, dia 6. E aí vamos por faixas de décadas, aí entramos de 80 a 70, e depois dos 70 a 60. E também aquelas pessoas que tenham comorbidades específicas, e que recomendação do nosso comitê de saúde, foi incluir nessa vacinação também. Aí independentemente da faixa etária. Em relação à variante Delta, eu quero lembrar que a Coronavac, a vacina do Butantan, é uma vacina que imuniza contra a Delta, e, portanto, nós estamos aplicando aqui todas as vacinas, todas são boas, mas principalmente a Coronavac. Eu tomei duas doses da vacina no meu braço, estou bem, estou feliz, estou saudável. E eu acho que outras pessoas também. Então vacinação e proteção, o uso de máscara continua sendo obrigatório em São Paulo, apesar de não termos mais a quarentena, usar máscara é imperativo, é lei, é obrigatório até 31 de dezembro, com certeza, se tivermos necessidade de ampliar, faremos isso com bastante antecedência, para avisar a população. E recomendamos também para que as pessoas, se possível, evitem aglomerações, sempre uso de máscara, e sempre uso de álcool em gel, e a higiene das mãos. Mas o que vai nos proteger da Delta, basicamente é vacina e máscara. Portanto, temos uma boa perspectiva, São Paulo já está fora da quarentena, o índice hoje é um índice inferior a 30% de ocupação de leitos de UTI, no estado de São Paulo, a região metropolitana, litoral e capital, é o menor número desde o início desta segunda fase, desta segunda onda, é o mais baixo índice de ocupação de leitos de UTI. E felizmente estamos em queda, em casos, e queda também em óbitos. Portanto, agora é hora de forma cuidadosa retomar a economia, gradualmente retomar a alegria, e aquilo que nos motiva na nossa existência, conviver, viver, gerar renda, gerar empregos e voltarmos gradualmente a termos uma vida normal. Eu agora aqui ao final, eu quero pedir ao nosso pessoal da técnica para terminar com o vídeo São Paulo Para Todos, que tem um minuto, e na sequência, Nova Instância Barretos, que tem dois minutos. Aí se vocês puderem colocar na sequência, e aí nós encerramos o nosso encontro. Muitíssimo obrigado a todos vocês, todos os prefeitos, prefeitas, vereadores, deputados, deputadas, Paula, querida, secretários, secretárias, representantes da comunidade, povo aqui de Barretos, meus colegas jornalistas, meus colegas cinegrafistas também. Mais uma vez, viva à vida, minha gente! Viva a Barretos! Obrigado, pessoal! Obrigado.