Coletiva - Governo dá posse a Rodrigo Maia como Secretário de Projetos e Ações Estratégicas 20212008

De Infogov São Paulo
Revisão de 15h47min de 26 de agosto de 2021 por Fincatibianca (discussão | contribs) (Criou página com ''''Coletiva - Governo dá posse a Rodrigo Maia como Secretário de Projetos e Ações Estratégicas 20212008''' '''Local: Capital – Data: [http://infogov.imprensaoficia...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Governo dá posse a Rodrigo Maia como Secretário de Projetos e Ações Estratégicas 20212008

Local: Capital – Data: Agosto 20/08/2021

Soundcloud

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bem, nós vamos agora às perguntas, nós temos aqui quatro veículos de comunicação inscritos, são vários, aliás, agradeço a todos indistintamente. Da mesma maneira como agradeço mais uma vez os secretários, secretárias, todos eles, nós gostaríamos de ter uma mesa enorme aqui para poder colocar todos vocês. Mas nos sentimos unidos e representados pelos que estão aqui ao lado do Rodrigo Garcia. Então vamos começar com a TV Cultura, na sequência com a CBN, TV Bandeirantes, Band News, e TV Globo, Globo News. Na TV Cultura nós vamos convidar a Maria Manso, e ao começar pela Maria, eu peço aos meus colegas que como sempre, por exemplo, que como sempre, por favor, uma pergunta, e se possível, do tema que nos move e que nos traz aqui ao lado do Rodrigo Maia. Maria Manso.

MARIA MANSO, REPÓRTER: Bom dia, a todos. Bem-vindo, deputado. Eu ia perguntar qual vai ser o seu primeiro ato como secretário, mas depois do seu desabafo no fim, eu tenho que perguntar, está nascendo aqui uma chapa para concorrer à Presidência com o senhor como vice do governador João Doria?

RODRIGO MAIA, SECRETÁRIO DE PROJETOS E AÇÕES ESTRATÉGICAS: Não, eu não tenho nem partido, entendeu? Fui expulso do meu partido dos Democratas democráticos, entendeu? Não, eu disse aqui que todo mundo aqui tem que ter espírito público, eu não serei candidato majoritário em 2022, seria candidato a deputado federal pelo meu estado, Rio de Janeiro. O que eu quero é ajudar a construção da união, da unidade do nosso campo, eu acho que todo mundo tem o direito de sonhar, mas está chegando uma hora que nós vamos consolidar uma polarização, que eu acho que não vai ser positiva para o Brasil. Eu acho que está na hora de a gente, cada um de nós fazermos um gesto, e eu acho que o meu gesto é estar aqui aliado ao partido que governa São Paulo há muitos anos, que eu tenho relações históricas, fui deputado no governo do Presidente Fernando Henrique, na base do governo Fernando Henrique, tenho ótima relação com ele, com todas as lideranças do PSDB, e é natural que o PSDB, como disse aqui no meu discurso, tudo que é natural acontece com mais facilidade, chega a um bom resultado. O que é natural hoje, do meu ponto de vista, é uma candidatura do PSDB, o PSDB vai resolver, já estou dando a sinalização de quem eu acho que tem as melhores condições, do meu ponto de vista, claro, respeitando a dos outros. E a outra é do PDT. Eu acho que isso é natural, fora do que é natural nós vamos correr o risco, e tendo a oportunidade de tirar o Bolsonaro do segundo turno, vamos correr o risco de deixá-lo chegar no segundo turno, e o segundo turno é sempre uma eleição muito arriscada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Obrigado, Rodrigo. Antes de convidar o Leandro Gouveia, da CBN, quero registrar a presença aqui do nosso jovem, competente e brilhante presidente do PSDB no estado de São Paulo, Marco Vinholi, obrigado pela sua presença aqui, representando o PSDB de todas as cidades do estado de São Paulo. e fazer uma menção também do Presidente Fernando Henrique Cardoso, eu visitei o Presidente Fernando Henrique anteontem, comuniquei ao Presidente o convite que já havia dirigido ao deputado Rodrigo Maia, disse ao Presidente que o deputado havia aceito, que estaríamos fazendo nos próximos dois dias a posse, cerimônia e a publicação no Diário Oficial, o Presidente Fernando Henrique é um profundo admirador do deputado Rodrigo Maia, aliás, interlocutores constantes, pessoalmente e virtualmente, ao telefone ou em conferências, e ele reproduziu, Rodrigo, como eu já disse a você, a satisfação e a honra de São Paulo, ele como você também nasceu no Rio de Janeiro, mas reside nesse momento aqui em São Paulo. Mas feliz com a opção que nós fizemos em convidar você, e feliz por você de ter aceito o convite para estar ao nosso lado. Então vamos agora ao Leandro Gouveia, da Rádio CBN. Bom dia.

LEANDRO GOUVEIA, REPÓRTER: Bom dia, governador. Bom dia, a todos. Queria saber, governador, se a chegada do deputado ao governo de São Paulo pode te ajudar a conquistar apoio dentro do PSDB para as prévias, ainda que essa não tenha sido a principal motivação da nomeação? E do Rodrigo Maia, se ele pretende se filiar ao PSDB?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Leandro, a motivação do convite ao deputado Rodrigo Maia, é na formação de um secretariado focado na gestão, por isso ele não é o secretário de assuntos políticos, nem de ações políticas, ele é o secretário de Ações Estratégicas, e a prioridade, conforme já mencionei aqui, é para os programas de desestatização do governo liberal, do governo do estado de São Paulo. O deputado Rodrigo Maia acumulou ao longo dos anos uma extraordinária experiência na interpretação de legislação, na vocação liberal que sempre o moveu, nos seus mandatos, nos seus pronunciamentos, e na sua interlocução também, com os setores econômicos no Brasil e no exterior. Eu mesmo fui testemunha de palestras do deputado Rodrigo Maia nos Estados Unidos, onde ele falou com investidores americanos, sobre o Brasil, na qualidade de Presidente de Câmara, e foi ouvido por investidores, bancos, financistas e empresários que mantêm investimentos no Brasil, ou que naquele momento desejavam fazer investimentos no Brasil. Portanto, é uma interlocução importante no campo da economia liberal, essa foi a motivação principal do convite, para que ele assumisse essa Secretaria de Ações Estratégicas. Mas obviamente que reconheço também que ele traz o peso político da experiência, o peso de cinco ou seis mandatos, Rodrigo? Seis mandatos. Embora jovem, seis mandatos como deputado federal, Presidente da Câmara reeleito. E uma figura respeitada por todos os partidos em todas as correntes. Isso fortalece também o conceito de que a boa política se faz somando, agregando, reunindo pessoas, partidos, siglas e sentimentos entorno de uma causa, como bem observou o Rodrigo Maia, é a causa que não é a causa exclusiva de São Paulo, é a causa exclusiva do Brasil, e onde São Paulo se contextualiza bastante bem. E agora passo a segunda pergunta para a resposta do Rodrigo Maia. Aliás, eu queria dizer que não houve o convite, vou deixar o Rodrigo responder, se ele se sentir à vontade, não houve o convite, nem foi objeto de nenhuma linha sequer, nem dez segundos de palavra vincular o convite ao deputado Rodrigo Maia, para que ele pudesse se filiar ao PSDB. Aliás, não foi assim com o Henrique Meirelles, não foi assim com o Sérgio Sá Leitão, não foi assim com o Vinícius Lummertz, não foi assim com Alexandre Baldy, não foi assim com o ex-ministro Torquato, não foi assim com o Nelson de Sousa, ex-presidente da Caixa Econômica Federal, que também não residia em São Paulo, não foi assim com ninguém, nem com os secretários que convidei aqui de São Paulo, não perguntei a filiação, e nem perguntei se a filiação sendo do PSDB, se desejariam se filiar. Estou olhando aqui exatamente na direção do Gustavo Junqueira, que está na sua frente, por acaso está aqui, ele foi convidado, não falei sobre política, e até hoje nunca tratei de assunto político com ele, ele veio do setor privado, onde ele cumpriu uma trajetória como presidente da Sociedade Rural Brasileira, e hoje como ex-secretário de Agricultura, e agora presidente da Invest SP. Aqui o valor que nos une é a gestão, pelo bem do estado, pelo bem dos brasileiros, e principalmente dos mais pobres e dos mais vulneráveis. O Rodrigo quer fazer algum comentário?

RODRIGO MAIA, SECRETÁRIO DE PROJETOS E AÇÕES ESTRATÉGICAS: Eu vou, como eu disse, eu seria candidato a deputado no Rio, meu projeto no Rio ele é 100% vinculado ao prefeito Eduardo Paez. Então a minha decisão de filiação será sempre vinculado ao movimento político do prefeito do Rio.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito bem, obrigado, Rodrigo. Leandro, obrigado. Vamos agora à Geovana, da TV Bandeirantes, Band News, rádio e televisão. Bom dia.

GEOVANA, REPÓRTER: Bom dia, governador. Bom dia, a todos. Deputado, a minha pergunta é para o senhor, qual será a sua prioridade como secretário de Projetos e Ações Estratégicas? Obrigada.

RODRIGO MAIA, SECRETÁRIO DE PROJETOS E AÇÕES ESTRATÉGICAS: Olha, eu estou começando a estudar a pasta, o que já está em andamento, o único tema que eu tratei mais cedo com o vice-governador Rodrigo Garcia, é como estava a questão da Sabesp, eu acho que é uma coisa simbólica, e organizar a privatização, a concessão, deixar isso organizado, até o final da minha gestão junto com o governador João Doria, e o vice-governador Rodrigo Garcia, eu acho que será uma marca importante da minha gestão. Fora outros processos que já estão em estudo, em sendo executados, como o governador falou, dois leilões que vão acontecer ainda no segundo semestre, a minha intenção aqui é ajudar a colaborar com aquilo que já está acontecendo, e tentar trazer novos projetos e novas ideias para o governo de São Paulo.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Obrigado, Rodrigo. Geovana, o Rodrigo Maia a partir de agora vai participar ao lado de Henrique Meirelles, do Nelson Baeta Neves, nosso secretário de Gestão, e também da Patrícia Ellen, nossa secretária de desenvolvimento Econômico. E do Rodrigo Garcia, o Rodrigo tem duas funções e um salário, ele é vice-governador e secretário de governo, e como secretário de governo participa também de todas as iniciativas e ações que realizamos voltadas para a desestatização. Então trazemos mais uma linha de frente com o Rodrigo, e esse time que participa de conferências, debates, encontros e reuniões com investidores nacionais e internacionais. E o Rodrigo a partir de agora, Rodrigo Maia, se incorpora à essa interlocução do governo do estado de São Paulo, o que fortalece ainda mais nossas posições, a confiança nos Marcos jurídicos do estado de São Paulo, confiança na estabilidade política do estado de São Paulo, inclusive na sua sucessão, na continuidade de um governo transparente, eficiente, liberal, pró-mercado. E isso contribui muito para as decisões de grandes investimentos, que não são de curto prazo, são de médio e principalmente de longo prazo. E agora vamos à última intervenção, que é da Daniella Gemignani. Bom dia, sua pergunta, por favor.

DANIELLA GEMIGNANI, REPÓRTER: Bom dia, governador. Bom dia, a todos. Governador, primeiro ao senhor, um posicionamento dessa que seria, e para entender se é isso mesmo, a mudança de nome da Secretaria de Recursos Hídricos e Saneamento para a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas, se de fato foi uma mudança de nome? O que acontece com os assuntos que antes eram tratados por essa outra secretaria? De quem será a responsabilidade? E para o deputado, se a gente pode entender então que há uma conversa e uma possível filiação com o PSD? Muito obrigada.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Daniella, mera questão burocrática, eu até não me apegaria a isso como informação, essa é uma nova secretaria, apenas nós não estamos ampliando a secretaria, apenas por uma razão burocrática. A Secretaria de Ações Estratégicas, ela está focada especificamente para a área econômica, para a área conceitual, planejamento e fortalecimento de um governo liberal, e que materializa isso em uma relação estreita com o setor privado, seja nacional, seja internacional, e que valoriza essas relações. Então não há nenhuma relação com recursos hídricos, ou qualquer atividade que hoje estão centradas na Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, e lá continuarão. O governo do estado de São Paulo é um governo que investiu inclusive na internacionalização da sua economia, e das relações internacionais, não só respeitando outras nações, e a multilateralidade do estado, com abrimos escritórios em Xangai/China, em agosto de 2019, em fevereiro de 2020, em Dubai, nos Emirados Árabes, em junho desse ano o escritório europeu com sede em Munique/Alemanha, e agora no final de novembro, novembro próximo, o início para a América do Norte em New York. Por isso está aí, quase ao seu lado também, o nosso Gustavo Junqueira, como presidente da Invest SP. Essa é uma área também de intersecção da Secretaria de Assuntos Estratégicos na busca de mais investimentos, de fundos, bancos, instituições e empresas em São Paulo, e também a ampliação das exportações de São Paulo para mercados de consumo internacionais. Essa é uma visão liberal, prática, que vem obtendo bom resultado, o tenho está aqui do nosso Henrique Meirelles, o Meirelles percorreu comigo em 2019 até o início da pandemia, 14 países pelo mundo, convencendo, dialogando com investidores internacionais, e a partir de agora com a pandemia sob controle, nos próximos encontros presenciais, virtuais, ou mesmo fora do país, muito provavelmente o Rodrigo Maia estará conosco em muitos desses encontros. E agora paço a segunda pergunta para o Rodrigo.

RODRIGO MAIA, SECRETÁRIO DE PROJETOS E AÇÕES ESTRATÉGICAS: Bem, claro que a tendência é essa, sou deputado do Rio, continuar sendo deputado pelo Rio, reeleito, e é claro que meu projeto é com o prefeito do Rio, seja no PSD, ou que seja em uma outra construção que ele entenda relevante para recuperação do estado do Rio de Janeiro, da qual eu sempre fiz parte e vou continuar fazendo, mesmo trabalhando em São Paulo, como eu disse, com a sinergia enorme que tem os dois estados. Mas principalmente São Paulo, com a cidade do Rio de Janeiro.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito bem, Daniela, muito obrigado pela sua pergunta. Assim encerramos a nossa coletiva. Eu quero mais uma vez renovar o agradecimento a todos pela presença. Cerimônia simples, direta e objetiva, o Rodrigo já começa a trabalhar desde já, e já está com o seu gabinete aqui, aliás, nesse mesmo piso aqui no segundo andar do Palácio dos Bandeirantes. Mais uma vez, Rodrigo, bem-vindo, você é muito querido, é uma pessoa que todos que estão aqui, e os que não puderam estar também, gostam de você. São Paulo passa a ser a sua segunda cidade, seu segundo lar, sem deixar de ter a sua bandeira e o seu coração no Rio de Janeiro, para onde eu irei hoje à noite, e amanhã estaremos juntos no Rio de Janeiro, e lá vou prestar a minha homenagem pessoal ao prefeito Eduardo Paez, de quem sou amigo de muitos anos, na vida privada, na vida pessoal, e também na vida política. Um bom dia, bom final de semana a todos. Muito obrigado.