Coletiva - Governo de SP investe R$ 13,9 milhões em saneamento e infraestrutura em Itupeva 20200602

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Governo de SP investe R$ 13,9 milhões em saneamento e infraestrutura em Itupeva

Local: Itupeva - Data: Fevereiro 06/02/2020

Soundcloud

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Pedir somente que os jornalistas estejam aqui, por favor... As assessorias aqui presentes, se puderem dar espaço para os jornalistas captarem o áudio, para que eles consigam pegar melhor a entrevista, por gentileza.

[Falas sobrepostas]

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bem, pessoal...

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Mais uma vez, solicitamos por favor o silêncio, por gentileza.

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Pessoal, é o governador João Doria. Pessoal que está aqui em volta, eu vou pedir, em respeito... Pessoal, por favor. Em respeito aos jornalistas que estão aqui, os jornalistas estão trabalhando, sejam os repórteres, sejam os cinegrafistas e fotógrafos. Se eles não tiverem silêncio, pessoal de televisão e de rádio, não conseguem, também na mídia digital, não conseguem ouvir o que nós falamos, nem nós ouvirmos o que eles querem perguntar. Então vou pedir cinco minutinhos de silêncio a vocês. Se tiver alguém falando do lado, o que estiver sem falar pede, por gentileza, para parar um pouquinho de falar, pessoal. Vamos lá? Pessoal que está falando aqui atrás, as meninas que estão aqui atrás, por favor, cinco minutos, em respeito aos jornalistas que estão trabalhando, ok? Daqui a pouquinho a gente já libera. Quando colocar a música, aí vocês podem falar à vontade. Obrigado. Pessoal, muito obrigado, mais uma vez, pela presença de vocês aqui nesta manhã, em Itupeva. Nós temos a alegria de anunciar aqui investimentos no total de R$ 25 milhões, sendo R$ 9 milhões da Sabesp para o Coletor Tronco de Caxambu, que vai melhorar ainda mais a qualidade do saneamento nesta região. Esta é uma obrigação do Governo do Estado de São Paulo, através da Sabesp, de melhorar a qualidade do saneamento. Nós já temos o estado com o melhor sistema de saneamento, de tratamento de água de todo o país, mas temos que trabalhar também pelo futuro. E este investimento está sendo feito aqui, prefeito, para garantir uma melhor qualidade de vida para a população de Itupeva e das cidades próximas, que se beneficiam desse investimento da Sabesp. Também um investimento de R$ 10 milhões na educação, com a reforma de escolas, melhorias nas escolas e uma nova escola, que será implantada aqui a partir de já. Essa nova escola, no prazo de dois anos, no limite, estará funcionando e operando. E a reforma, nas três escolas, será iniciada de imediato, nós imaginamos que até o final deste ano as reformas já estejam concluídas também. E o investimento da Desenvolve São Paulo, no valor de R$ 5 milhões, para o programa de recapeamento e a construção de uma ponte importante aqui na cidade de Itupeva. E por último, não menos importante, o distrito turístico. É o primeiro distrito turístico de São Paulo, nominado oficialmente pelo Governo do Estado, através do secretário Vinícius Lummertz. Isso traz vantagens expressivas para o município, seja através de financiamento, seja através do setor privado, na área de entretenimento, na área de parques temáticos, na área de hotelaria e também de transporte terrestre e transporte aéreo. Portanto, o distrito turístico de Itupeva é uma vantagem competitiva para Itupeva a partir de agora. E quando se fala em turismo, com investimento privado, fala-se também em mais empregos, mais geração de renda e mais benefícios sociais. Estes eram os anúncios que nós tínhamos a fazer, nós vamos responder até quatro perguntas se tiverem, neste momento.

REPÓRTER: Governador, duas perguntas. A primeira delas, relacionada ao desafio do presidente Jair Bolsonaro, em que os governadores zerem o imposto relacionado ao combustível. De alguma forma o senhor pretende se aliar com outros governadores para conter esse discurso do presidente? E relacionado também à nomeação do Eliseu Soares Lopes para ouvidor da Polícia Civil, mesmo sendo o candidato menos votado da lista tríplice.

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: É, vou começar pela segunda pergunta. É lista tríplice, portanto cabe ao governador escolher um dos três nomes, e foi feita a escolha, ponto final. Em relação ao Governo Bolsonaro, nós temos que tratar os temas republicanos com respeito e com responsabilidade. Não se pode jogar nas costas de 27 governadores dos estados brasileiros a responsabilidade pela redução do valor do combustível na bomba para os consumidores. O Governo Federal é que detém o controle sobre a Petrobras, o Governo Federal tem três impostos que incidem diretamente no custo do combustível. Se o presidente entender que deve reduzir, ele pode tomar a atitude e comprometer o orçamento do Governo Federal. Não creio que vá fazer isso, mas se ele entender que deve fazer, pelo bem da população, ele que tome a iniciativa. Os governadores têm reunião no próximo dia 11 de fevereiro, em Brasília. Esse assunto será discutido entre os governadores, mas nós entendemos que a melhor forma de governar não é por Whatsapp, é pelo diálogo, pelo entendimento, de forma séria e responsável. Se o presidente Bolsonaro quer o apoio dos governadores, convide os governadores para um bom diálogo e com uma boa pauta. Os governadores certamente participarão de forma responsável, sem populismo, em defesa do que é possível, do que é direito e do que é bom para o Brasil.

REPÓRTER: Governador, com relação também à administração Marcão Marchi. Isso foi impactante para que esses investimentos viessem aqui para o município?

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Sim, foi. Eu até já mencionei isso no nosso discurso. Bons prefeitos, obviamente, correspondem a mais investimentos do Governo do Estado de São Paulo. Na média, os prefeitos de todos os municípios têm trabalhado bem, até porque nós temos feito um esforço grande de treinamento, preparo e orientação, seja do ponto de vista de gestão, seja do ponto de vista de transparência com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, e os prefeitos têm correspondido, prefeitos e prefeitas têm correspondido. E aqui não foi diferente. O prefeito Marcão, fazendo uma boa gestão, com transparência e com eficiência, hoje tem o benefício de R$ 25 milhões de novos investimentos já assegurados, fora outros que virão, fruto do bom trabalho que ele vem tendo à frente da prefeitura de Itupeva.

REPÓRTER: Governador, da Rede Família. Como vão ser os trâmites para conseguir trazer esse distrito e entrar em funcionamento tudo isso?

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Os trâmites serão imediatos, e aí eu peço que você ouça a palavra do nosso secretário de Turismo, e ex-ministro do Turismo no Brasil, Vinicius Lummertz, que pode dar mais detalhes a vocês. Ok? A última.

REPÓRTER: Corona vírus, governador. Hoje tem reunião em Brasília com os secretários de Saúde de todo o país. O Estado de São Paulo está preparado para uma possível epidemia ou o que vier?

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Está. O Estado de São Paulo se preparou rapidamente, com apoio do Governo Federal, do Ministério da Saúde, para preparar a população para uma circunstância mais grave do que a atual. Esperamos que isso não aconteça, mas todo o sistema de saúde pública do estado e, devo ressaltar também, da capital de São Paulo, principalmente, já que a capital tem 13 milhões de habitantes e tem o principal aeroporto internacional em Guarulhos, mas que serve a cidade e a todo o Estado de São Paulo. Estamos preparados, as questões contingenciais estão totalmente previstas, mas nós desejamos que o assunto não prospere, do ponto de vista do agravamento da crise do Corona vírus. Mas São Paulo, repito, está absolutamente preparado, como estado, com o apoio do Governo Federal.