Coletiva - Governo de Sp anuncia edital para Metrô até Guarulhos - 20121510

De Infogov São Paulo
Revisão de 11h43min de 23 de outubro de 2012 por Natalia.fransilva (discussão | contribs)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva do anúncio do edital para Metrô até Guarulhos

Local: Capital - Data: 15/10/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Vocês estão vendo essa grade aqui... Estão vendo a grade e ali fechado. Então o que está sendo anunciado? Aqui há uma integração física, mas não há integração tarifária para evitar superlotação. Então, aqui em Itaquera... Aqui em Tatuapé e lá em Itaquera nós estamos fazendo a tarifa da hora, ou seja, entre 11h da manhã até 15h da tarde, e nos sábados das 15h até domingo a meia-noite, ou seja, no final de semana de sábado de 15h até domingo a hora que encerra o metrô e nos dias de semana começando primeiro das 11h às 15h. Depois nós vamos estudar das 10h até às 16h, aqui em Tatuapé e em Itaquera, fazer a integração gratuita, ou seja, nós estamos estimulando quem puder pegar o metrô um pouquinho depois. Então, tanto aqui em Tatuapé como em Itaquera, vocês vejam que a integração é só física, mas ela não é tarifária, a pessoa tem que pagar R$ 3 no CPTM, depois paga mais R$ 3 no Metrô. Paga R$ 6. Não vai pagar nada, desde que utilize entre as 11h e às 15h todo dia, ou sábado das 15h até a meia-noite do domingo. E depois, conforme o resultado, vamos ampliar para 10h da manhã até 04h da tarde. Ou seja, um gerenciamento de demanda, de um lado ampliar os serviços, ampliar o metrô, de outro lado gerenciar a demanda. Então, essa integração que hoje não existe tarifária, aqui em Tatuapé e em Itaquera, passa a existir. Sai essa grade daqui e a pessoa pode circular sem pagar nada, do metrô para o trem, do trem para o metrô, dentro deste horário, procurando aliviar mais os períodos de pico.


REPÓRTER: E a extensão da linha dois?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha! Nós temos quatro boas notícias: a primeira boa notícia é uma nova linha de metrô, a continuidade da Linha-2, ela sai de Vila Prudente serão 13,5 km e vai até a Dutra são 12 estações novas de metrô! Então o metrô que hoje a Linha-2 que para na Vila Prudente, ela irá da Vila Prudente mais 12 estações, 13,5 km, ela sai de Vila Prudente vai integrar com Penha no metrô e sobe, passa entre a Estação Tiquatira, passa debaixo do Rio Tietê e vai até a Dutra na porta de Guarulhos praticamente. Nós estamos abrindo o Edital de pré-qualificação, quando é que é publicado?


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Quarta-feira.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Quarta-feira estará no Diário Oficial publicado o Edital já de pré-qualificação, uma grande linha de metrô, 13,5km a Linha-2 tem hoje 14km, então ela passará a ter 27,5km. Hoje, ela transporta 600mil passageiros/dia passará a 1,1 milhão passageiros/dia. O Edital que nós estamos lançando, não é de projeto, é de obra já, o ano que vem 2013 nós já teremos o canteiro de obras, obras iniciadas uma grande obra 13,5km, 12 estações e se a gente olhar no mapa é um vazio aqui na Zona Leste, um grande vazio, e ela vai integrar a Linha-2 com a Linha-3 que é a Leste-Oeste com o trem lá com a Linha-12 da CPTM, também com a Linha-11 da CPTM e vai até a Dutra. Então todo mundo quem vem, por exemplo, que vem de Guarulhos que tem que ir até Armênia para pegar o metrô, já vai pegar o metrô ali na divisa, e num segundo momento chegar até o Centro de Guarulhos. A outra boa notícia é entrega de trens, nós estamos entregando hoje mais quatro trens, cada trem tem seis carros, então são 24 carros a mais, os mais modernos com frenagem especial, motorização, ar-condicionado, então são 12 trens já entregues este ano, entregaremos mais três até dezembro, então são 15 trens, o ano que vem mais 15...


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Mais 30 trens.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Perdão, o ano que vem mais 30 trens, quarenta e cinco! Em 2014 mais quarenta e cinco, talvez a gente consiga entregar mais oito seriam cinquenta e três dando 98 trens a mais para o metrô, 98 vezes seis, dá 588 carros! 588 carros! Então entregamos quatro trens hoje, 24 carros são para a Linha -1 e para a Linha-3, a Linha-1 é a Norte-Sul, a Linha-3 é essa que nós viemos que é a Leste-Oeste. A terceira boa notícia é a integração, as estações de Tatuapé e de Itaquera só tem integração física, mas não tem integração tarifaria, porque como elas são muito superlotadas, então não ha integração tarifaria! A pessoa tem que... Ela paga R$ 3,00 no trem, se quiser pegar o metrô tem que pagar mais R$ 3,00, R$ 6,00, nós vamos começar essa integração tarifaria entre as 11 horas todos os dias, entre 11 horas da manhã até 15 horas, então quem pagava os R$ 3,00 na Estação de Tatuapé e na Estação de Itaquera, não vai pagar nada! Vai passar pela catraca só para registro, mas será gratuito, isso se chama gerenciamento de demanda, ou seja, estimular quem puder pegar o metrô um pouquinho mais tarde fazê-lo, com isso alivia quem tem que pegar no horário de pico. E nos fins de semana a partir das 15h, também integração gratuita até domingo a meia-noite, ou seja, até parar o metrô, de sábado até domingo a meia-noite. Então a partir de segunda-feira começa a integração na Estação Itaquera e na Estação Tatuapé, começa entre 11 da manhã até 15 hrs, se der certo já pedi ao Secretário Jurandir para fazer o estudo para antecipar das dez às dezesseis horas a integração, e a partir das 21 horas, todos os dias! A partir das 21 horas, também a integração que hoje é... Tem uma barreira, vocês viram lá uma grade, aquilo sai à grade passam as pessoas pelas catracas, mas não vai cobrar nada é só para registro. E a quarta boa notícia é que hoje entrou em vigência a Tarifa da Hora, o que é a Tarifa da Hora? O metrô e trem são R$ 3,00 o valor do bilhete, quem tomar o metrô na Linha-5 entre nove e dez horas da manhã vai pagar R$ 0,50 a menos na Linha-9 toda ela desde Osasco até Grajaú, quem tomar o trem das nove as dez também vai ter R$ 0,50 de desconto, ou seja, quem puder tomar um pouquinho mais tarde o trem ou o metrô passa a ter o desconto, isso beneficia quem utiliza um pouco depois o trem e o metrô, e alivia quem tem que tomar no horário de pico. E essa integração também passa a ocorrer lá no Largo 13 em Santo Amaro, a Estação Santo Amaro é muito lotada, então quem puder descer no Largo 13 terá cinquenta e cinco linhas de ônibus gratuitas, muita gente desce em santo Amaro por economia, então vai poder fazer essa economia, não vai pagar nada no ônibus, cinquenta e cinco linhas no Largo 13. Ou seja, duas medidas para beneficiar a população, a primeira é aumentar a oferta uma nova linha de metrô, 12 estações, 13,5km, meio milhão de capacidade de passageiros, Edital quarta-feira já lançado. A outra é gerenciar demanda, é ir fazendo de tal forma que as pessoas que possam usem outros horários tendo uma economia, façam integração, também fazendo economia em alguns horários.


REPÓRTER: A entrega da linha 2-Verde, governador?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Obra pública. Nós mudamos o nome, era chamado essa linha no estudo anterior de linha 15 e era chamado de Linha 2 a que ia lá para Cidade Tiradentes, mas na realidade essa é a Linha 2, a continuidade dela é metrô, e de Vila Prudente até Cidade Tiradentes é monotrilho, então fica Linha 15. Essa está em obra, é a Linha 15, está indo bem, esperamos entregar as estações até Santo Amaro-Sapopemba até 2014. Então a Linha 15 é o monotrilho que vai para Cidade Tiradentes e a Linha 2, o edital, quarta-feira, ela sai da Vila Prudente e vai subindo, ela é uma vertical, vai subindo integrando com a estação... Que passa na leste-oeste qual é? Estação Penha na leste-oeste, depois sobe, passa a linha Tiquatira, a Linha 12, passa debaixo do Rio Tietê e chega na Dutra, a última estação será a Dutra.


REPÓRTER: Governador, Guarulhos vai receber uma estação na sua divisa?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Guarulhos terá a estação do metrô que é a estação Dutra na divisa lá na Dutra e depois o próximo passo é chegar até o centro de Guarulhos.


REPÓRTER: Então, o Centro, para chegar no centro, governador, porque na divisa não é Guarulhos, ali é território de São Paulo. Para estar no território de Guarulhos, quando?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós teremos dois investimentos importantes para Guarulhos. O primeiro investimento é o trem, é o Expresso Guarulhos, chegar com trem em Secap e chegar até dentro do aeroporto. Esse está bem adiantado, nós esperamos estar com o trem já circulando em 2014. O outro é o metrô. Para chegar em Guarulhos o trem precisa chegar mais perto, então nós já vamos chegar até na divisa com a linha 2, o próximo passo é ir até o centro.


REPÓRTER: Tem uma previsão do projeto para o centro? Porque o secretário Jurandir Fernandes disse que tinha um estudo...


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O Jurandir vai detalhar melhor.


REPÓRTER: E quando termina essa obra, governador? Essa obra da Linha 2?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Esta obra da Linha 2, 2017.


REPÓRTER: Ela completa?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não, até... a primeira fase que é até Vila Formosa.


REPÓRTER: E até o final?


REPÓRTER: Até Guarulhos, Dutra, até Dutra?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Em seguida.


REPÓRTER: Qual é o valor, governador?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O Jurandir vai dar mais detalhes aí da obra.


REPÓRTER: [ininteligível].


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, essa questão de investigação a Secretaria de Segurança Pública vai falar.


REPÓRTER: Governador, [ininteligível].


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Já determinei que seja feito um estudo. O contrato que nós temos com a seguradora, ela prevê o pagamento de seguro para o policial que morre em serviço, ou seja, durante o período de serviço. Mas há casos de morte que foram fora do horário de serviço, mas em decorrência da atividade policial. Então já determinei ao secretário de Segurança Pública que verifique, ele é um jurista, é um professor de direito que verifique a questão jurídica, mas a nossa intenção é proteger sim as famílias através do seguro.


REPÓRTER: Governador, a campanha do prefeito José Serra, candidato a prefeito, vai ter uma mudança de estratégia para conquistar o voto da periferia, atos como esse fazem parte dessa estratégia?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não, não. Isso aqui não tem nada a ver com campanha eleitoral. Isso aqui já está...


REPÓRTER: E vai ter alguma mudança de estratégia?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: (...) Não, eu acho que a estratégia é falar às pessoas, é convencimento. Eu acho que o Serra é preparado, conhece São Paulo, tem amor a população, tem experiência, é um excelente candidato. Precisa mostrar isso na televisão.


REPÓRTER: O senhor vai entrar mais na campanha?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Eu já estou na campanha.


REPÓRTER: [ininteligível].


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Deixa que a Secretaria de Segurança Pública vai falar.


REPÓRTER: Governador, e pelo fato de ter um candidato a prefeito acompanhando o senhor nessa entrega aqui, nesse enuncio(F) que é tão importante para Guarulhos, o senhor acha que isso é correto?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, isso aqui é um ato público, não é? Um ato público, todo mundo pode participar. Só não pode participar de inauguração, aqui não estamos inaugurando nada. Está bom?


REPÓRTER: Mas está entregando, não é, governador? Governador, mais um PM foi morto esse final de semana, o que o Governo vai fazer efetivamente para resguardar a vida desses agentes de segurança?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós estamos trabalhando com cinco mil policiais militares a mais, cinco mil policiais militares nas ruas, um grande número de criminosos já foram presos, aliás a Secretaria de Segurança Pública vai fazer uma prestação de contas desse trabalho, grande parte já foram investigados, identificados os criminosos, boa parte deles presos, alguns se homiziam, vai até para outros estado, não é, e você precisa ter provas, as vezes você tem a suspeita, está caminhando bem, mas não adianta fazer uma prisão sem ter a prova concreta senão a justiça acaba liberando...


REPÓRTER: Esses foram presos agora, recentemente e tem relação direta com as mortes dos PMs?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: A Secretaria de Segurança Pública vai falar.


REPÓRTER: Quando que vai falar, governador? Governador, em relação ao PCC, o que vai ser feito por conta dessas mortes?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Hoje nós estamos transportando mais de quatro milhões de passageiros/dia através do metrô e quase chegando a 2,8 milhões na CPTM, mais de sete milhões por dia, a população gosta e precisa do transporte sobre trilho; seja metrô, seja trem. Então, o que nós estamos fazendo? Rapidamente expandindo, nós queremos terminar o nosso governo com mais de 100km de metrô, e deixar mais 90km de canteiro de obras, nossa meta é chegar a 200km de metrô em São Paulo, e a CPTM já tem uma rede grande, 240km. Aí, são trens novos, modernos, estações novas, sistema elétrico todo novo, estamos investindo na energização, subestações e também ampliação. Vamos levar o tempo até Vargínia, na zona sul; de Itapevi até Amador Bueno, mais 8km, e os trens regionais, nós queremos levar o trem para o interior de São Paulo. O primeiro vai ser o expresso Jundiaí, um trem 25 minutos, Jundiaí até Água Branca. Hoje estamos já fazendo o projeto do trem até Sorocaba, depois do trem até Santos, então nós temos os trens regionais, aí através de PPP – Parceria Público Privada.


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Obrigado, hein, pessoal. Muito obrigado.