Coletiva - Implantação da Operação do Sistema Ponto a Ponto na SP 75 - 20121106

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva na Implantação da Operação do Sistema Ponto a Ponto na SP 75

Local: Indaiatuba - Data: 11/06/2012


GOVERNADOR GERALDOALCKMIN: Olha, hoje começa a implantação do pedágio ponto a ponto aqui na SP-75, que é a rodovia Santos Dumont. Para dar um exemplo, a população de Indaiatuba, que ia para Campinas, pagava R$ 10,10 ida e R$ 10,10 de volta. Passaram a pagar R$ 4,00. Uma redução de 60%. De Indaiatuba para a rodovia dos Bandeirantes, também uma redução de 74%. E de Indaiatuba para Viracopos, uma redução de 82%. O pedágio ponto a ponto, aqui, é voluntária a inscrição, ninguém é obrigado. Quem fizer a inscrição, o tag é gratuito, não vai pagar nada, nem adesão, nem renovação, nem mensalidade, é tudo de graça. E é pré-pago. Então, ele faz um depósito e vai utilizando. Nós já implantamos o pedágio ponto a ponto na SP-360, lá...Jundiaí-Itatiba, que foi um sucesso. Agora, a segunda é aqui na SP-75, Campinas – Indaiatuba até Sorocaba, e a próxima será a SP-340, Jaguariúna. De outro lado, queremos que todo mundo no Estado de São Paulo tenha o Sem Parar ou o DPTrans, ou seja, o tag, para poder tornar a viagem mais rápida, mais confortável, não ter que parar, pegar troco. Então, o Sem Parar, que era R$ 66,00 de adesão, R$ 66,00 de renovação e R$ 44,00 de transferência, e R$ 11,90 de mensalidade, reduziu para adesão zero, renovação zero, transferência zero e caiu a mensalidade para R$ 8,00. E o DPTrans, que é a outra operadora que entrou, agora nós temos duas operadoras, cobra a adesão, todo o restante é zero e a mensalidade R$ 6,00. Outro ganho importante para tornar tudo mais barato para a população poder ter o seu tag no carro. E no caso aqui de Indaiatuba, que é esse projeto piloto que nós estamos fazendo, é totalmente gratuito e através de pré-pago.


REPÓRTER: [ininteligível] existe um projeto para que o senhor falasse de um prazo, principalmente em Jaguariúna, existe um prazo para isso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós já estamos implantando. Jundiaí-Itatiba, já foi implantado o ponto a ponto. Campinas-Indaiatuba-Sorocaba, que é a SP-75, já começa hoje, quem já se cadastrou, já está valendo. Jaguariúna é a próxima que vai ser implantada. Como nós estamos aguardando uma decisão judicial, que houve uma medida judicial, e há a necessidade de um acordo judicial, decidida, nós queremos dar um prazo antes do juiz se pronunciar, fica até desrespeitoso, mas decidida a questão judicial, será imediata.


REPÓRTER: Existe previsão para Anhanguera – Bandeirantes?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Aí, veja bem, esse projeto piloto, nós pretendemos avançar para todo o Estado de São Paulo, então esse é um projeto que nós estamos fazendo, substituindo essas barreiras de concreto por pórticos. Só dá para fazer o ponto a ponto no Estado inteiro se você tiver os pórticos instalados. Então, precisa ter a parte tecnológica, eletrônica, precisa ter todo mundo com tag. Isso, nós vamos caminhar para isso. Porque os novos carros, inclusive, a partir de 2014, obrigatoriamente, já virão com chip, não é isso?


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: É um projeto federal.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: É um projeto...[ininteligível], os carros já virão com chip, mas isso a partir de 2014. Nós pretendemos implantar no Estado inteiro.