Coletiva - Inauguração da terceira fase do Complexo Viário Jacu-Pêssego - 20122311

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Inauguração da terceira fase do Complexo Viário Jacu-Pêssego

Local: Mauá - Data: 23/11/2012

GOVERNADOR DE SÃO PAULO, GERALDO ALCKMIN: Nós estamos entregando hoje uma obra muito importante para São Paulo, para Mauá, para Santo André, especialmente pra zona leste de São Paulo. A ligação da Avenida do Estado e da Avenida dos Estados em Santo André, aqui com todo esse complexo da Jacu Pêssego e do Rodoanel, então uma obra importantíssima para Santo André, que é a ligação da Avenida dos Estados, e para Mauá que tinha uma cancela que é onde é hoje o viaduto novo aqui de Capuava há mais de 40 anos. Então, a população para poder ter acesso a essa região de Mauá, tinha que ficar esperando o trem passar, uma cancela há quatro décadas. Então aqui foram investidos oitenta e oito milhões de reais, novo viaduto, nova ponte, quatro quilômetros de pistas em todo esse complexo. Nós já tínhamos entregue o complexo JK, a ligação da Jacu Pêssego, Nova Trabalhadores, com a Avenida Papa João XXIII aqui em Mauá. E o Rodoanel sul está pronto, e o Rodoanel leste está em plena obra, nós deveremos até mais algumas semanas fazer uma vistoria no Rodoanel leste, ele sai aqui de Mauá, passa por Suzano, por várias cidades, passa pela Ayrton Senna, integra com a Ayrton Senna, com a Dutra, e para em Guarulhos e Arujá. E agora em dezembro assinaremos o contrato do Rodoanel norte, que começa lá na Dutra, lá em Arujá/Guarulhos, e vai até a Bandeirantes. E aí, completamos o Rodoanel metropolitano de São Paulo, 175 km de Rodoanel metropolitano, tirando todo o trânsito de passagem de São Paulo e interligando ao maior aeroporto que é Cumbica, com o maior porto brasileiro que é Santos. E ontem tivemos uma reunião muito proveitosa em Brasília, com o ministro dos transportes, Dr. Paulo, o General Fraxe, Diretor do Dnit, e com o presidente da Empresa Brasileira de Projetos, o Fernando Figueiredo. E essa reunião foi muito boa porque se definiu acelerar as obras do Ferroanel norte e do Ferroanel sul, até 2015 essa obra tem que está pronta, não pode mais o trem de carga passar pelo Centro de São Paulo, pela Luz. O trem de carga chega a ter 1.200m de comprimento, além do peso, além dos problemas técnicos todos. Então, até 2015 o trem de carga tem que sair de São Paulo, então o Ferroanel tem que tá pronto, o Ferroanel norte, Jundiaí/Peruz, Peruz até Manoel Freire. E o Ferroanel sul em Buguaçu, Varginha até Rio Grande da Serra, então tanto o Ferroanel norte como sul. E fazendo do lado do Rodoanel, o Ferroanel só o norte, a economia do governo federal será mais de um bilhão de reais, porque você aproveita toda faixa do Rodoanel. E a outra boa notícia é que no Rodoanel norte nós tivemos uma economia de 23%, 1,2 bilhão de reais na licitação. O contrato deve ser assinado ainda no mês de dezembro.


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: [ininteligível].


GOVERNADOR DE SÃO PAULO, GERALDO ALCKMIN: Não, o Rodoanel leste, 2014, até o primeiro semestre de 2014, o Rodoanel leste, que é o que vai daqui de Mauá, passa pela... integra com a antiga Rio/São Paulo, SP-66, Ayrton Senna e Dutra. O Rodoanel norte, 36 meses, ele começa agora em dezembro, janeiro, 36 meses estará pronto. O Rodoanel leste é 100% investimento privado, é concessão; o Rodoanel norte é um terço federal, dois terços estadual, sendo que na nossa parte tem recurso do Tesouro, tem financiamento do BID, do Banco Interamericano de Desenvolvimento.