Coletiva - Lançamento da Campanha de Prevenção ao Bullying nas Escolas Estaduais - 20121306

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva no Lançamento da Campanha de Prevenção ao Bullying nas Escolas Estaduais

Local: Capital - Data: 13/06/2012

REPÓRTER: Governador, o que dizer da parceria desta guerra contra o bullying?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, hoje nós estamos fazendo um conjunto de medidas muito importante contra o bullying. A primeira delas, a distribuição de uma cartilha feita em conjunta com o Conselho Nacional de Justiça. São 250.000 cartilhas que estão sendo distribuídas nas escolas do estado de São Paulo dizendo: Não fique calado. Fale com o seu professor, fale com o diretor, fale com a sua colega, seu colega. E quem também tiver conhecimento de bullying, não fique calado. E com uma participação, a parceria importante do Facebook, do Cartoon Network, que são hoje canais importantes de comunicação com o jovem, também participando desse trabalho: Não ao bullying, não fique calado! Às vezes traumas na infância eles levam as marcas que tem consequências na vida adulta das pessoas. Então todo o esforço para evitar esse tipo de ação, que não é brincadeira. Brincadeira é coisa alegre, descontraída, né? O bullying é ofensa, é magoa que leva, às vezes, a consequências importantes no futuro. Então, um trabalho trazer as famílias para dentro das escolas. Escola da Família nós vamos inclusive ampliar, fortalecer e o professor mediador. Nós já temos hoje 2.300 escolas com professor mediador. E até o final da nossa gestão todas as escolas vão ter o professor mediador. As grandes escolas até dois professores mediadores. O professor mediador, você imagina uma escola com 2.000 alunos, com 3.000 alunos, você tem muito problema, não só pedagógico, mas problema às vezes com as famílias, problema de relacionamento, problema de violência. Às vezes o aluno mais velho que ameaça o aluno mais jovem, o aluno mais forte que, às vezes, humilha o aluno menor, enfim. Então o professor mediador é exatamente para atuar no sentido de fazer essa mediação de evitar abuso. E o importante, criar uma cultura contra o bullying, né? Uma cultura contra o bullying.


REPÓRTER: Esta parceria para lutar contra o bullying nas redes sociais pode alterar o que no comportamento dos alunos nas escolas?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, hoje o professor Herman perguntou quem entrava no Facebook, quem tinha Facebook. A escola inteira, impressionante, né, a força das redes sociais. Então a Secretaria da Educação começou hoje uma pagina no Facebook exatamente sobre o bullying. Criando uma cultura. Olha, cultura da paz, da gentileza, do elogio, e não da humilhação, da ofensa ou da violência.


REPÓRTER: Governador, recentemente a gente ficou sabendo que o senhor está pensando em um bônus na cota para negros, pardos em concursos. O senhor realmente está estudando isso? Tem uma previsão de quando [ininteligível]?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, ainda não. Nós estamos fazendo um estudo junto com a Secretaria da Justiça de ações afirmativas. Nós já temos ação afirmativa nas ETECs, nas FATECs e nas universidades, que é a chamada pontuação acrescida. Então o aluno afrodescendente ou aluno de escola pública tem pontos a mais na prova do vestibulinho ou do vestibular. Estamos estudando outras ações afirmativas, mas ainda não está fechado o texto. Queria também colocar que amanhã estamos indo à noite para Washington, nos vamos assinar o maior financiamento do BID, do Banco Interamericano de Desenvolvimento, para os países da América Latina. É um financiamento de US$ 1,1 bilhão, mais de R$ 2 bilhões, para nós concluirmos o Rodoanel, a Asa Norte. Está pronta a Asa Oeste, ligando Bandeirantes, Castelo Branco, Raposo Tavares, Castelo Branco e Régis Bittencourt. Está pronta a Asa Sul, ligando Anchieta, Imigrantes, Anchieta até Mauá. Está em obra já a Asa Leste, ela é feita pela iniciativa privada através de concessão, não tem dinheiro público. Ela passa Mauá, Suzano, Ferraz, Itaqua, termina em Arujá divisa com Guarulhos. Passa pela Ayrton Senna e para na Dutra. E a Asa Norte está em licitação. Nós pretendemos começar a obra ainda nesse segundo semestre. A obra física da Asa Norte e aí fecha o Rodoanel. Asa Norte passa..., sai da Dutra, Aeroporto de Cumbica, então atenderá o Aeroporto de Guarulhos, que é o maior aeroporto brasileiro, Fernão Dias, Av. Raimundo Pereira de Magalhães até a Bandeirantes. Aí fechou o Rodoanel. Como essa Asa Norte será obra pública, então 1/3 é federal, R$ 1,7 bilhão, e 2/3 são do estado, em torno de R$ 5 bilhões, R$ 4,8 bilhões. R$ 2 bilhões de financiamento do BID, que nós vamos assinar se Deus quiser, amanhã em Washington, e os outros R$ 2,8 bilhões orçamento do estado. Uma obra para três anos. Então em três anos começada nós queremos entregar o Rodoanel. Todinho, concluído. Isso vai tirar, estima-se, 10% das emissões de gases de efeito estufa da Região Metropolitana de São Paulo, e melhorar o trânsito. Porque tira o trânsito de passagem. Quem vem hoje da Dutra, ele tem que passar por São Paulo. Tem que atravessar a marginal. Ele vai sair. Você vai interligar por fora de São Paulo o maior porto, que é o porto de Santos, e o maior aeroporto, que é o aeroporto de Cumbica.


REPÓRTER: [ininteligível] de madrugada [ininteligível].


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, essa é uma... Primeiro, Dia dos Namorados teve um reforço importante e um sucesso total. Não tivemos nenhum incidente.


REPÓRTER: Governador, só em relação a esse reforço, desculpe. É que nossa reportagem se deslocou em bairros como Itaim, Vila Madalena, e encontrou somente quatro viaturas da Polícia Militar e uma da Polícia Civil, no começo da noite e madrugada. Onde estava o reforço?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós temos 70 mil hotéis, bares e restaurantes, 70 mil. Então é óbvio que nós tivemos até às 03h00 da madrugada, ontem durante o dia, à noite e até às 03h00 da madrugada, 390 policiais a mais, tivemos 215 viaturas a mais, 70 motocicletas a mais. E hoje está tendo uma reunião com os setores de hotéis, bares e restaurantes; e esse trabalho é contínuo, não é só em data especial, contínuo. Prevenção primária, que será feita pelas empresas, por exemplo, feérica iluminação em frente ao restaurante, iluminação muito forte. São quase 20 medidas de prevenção primária. Depois por parte do governo, as ações da polícia. Ações estratégicas da polícia. A polícia sabe o local, o horário, o dia que te maior incidência de crime, apuração rápida e punição, e vizinhança segura, vizinhança solidária, que é o programa que vai começar. Nós tivemos a prisão dos criminosos que fizeram o assalto ao Restaurante Gigio. Então, eles foram presos. Foi um crime ocorrido no dia 08. Nós tivemos a prisão dos criminosos, recuperação de cartões, joias, relógios, e estamos inclusive verificando, essa quadrilha pode ter atuado em outros restaurantes. Já está comprovado que ela atuou no Restaurante Gigio. E também tivemos a prisão da quadrilha que fez aquele assalto em Ilha Bela. Então também uma conquista importante, cinco dos sete criminosos já estão presos, que explodiram caixas eletrônicos e fugiram de lancha lá em Ilha Bela. Então presos os criminosos da quadrilha que fez aquele assalto em Ilha Bela, dos sete cinco já presos, e presos também os criminosos que fizeram o assalto no Restaurante Gigio. E há uma suspeita da polícia que eles possam ter ligações com outros restaurantes. E prendendo essa quadrilha, isso ajuda a desvendar as demais.


REPÓRTER: Com relação à educação, governador. Quantas vagas vão ser oferecidas no concurso para PEB II, programado para o final do segundo semestre?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, o professor Herman está aqui ele pode detalhar melhor quantas vagas nós vamos ter. Mas nós estamos com um recorde de professores já concursados, nomeados e trabalhando. Acho que já são 32.000 professores concursados, nomeados, fizeram o curso e preparados para as aulas. Tá bom?