Coletiva - SP inicia duplicação da SP-255 e anuncia aporte de R$ 42,7 milhões para a região de Jaú 20210107

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - SP inicia duplicação da SP-255 e anuncia aporte de R$ 42,7 milhões para a região de Jaú 20210107

Local: Bauru – Data: Julho 01/07/2021

Soundcloud

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: A primeira pergunta, aqui ao meu lado, secretários e prefeitos também estão à disposição, para responder às perguntas de vocês. Vamos começar com o Rádio Jauense, do nosso José Henrique [Ininteligível]. O José Henrique estava aqui, e já está acelerado. José Henrique, vamos lá com você.

JOSÉ HENRIQUE, REPÓRTER: Governador, o fato de Jaú ser transformado em uma microrregião do estado significa que nós teremos aqui unidades regionais, como tem Bauru hoje, por exemplo, uma DRS - Divisão Regional de Saúde, as outras unidades regionais que hoje Bauru sedia, teríamos aqui também em Jaú?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Eu vou pedir, cadê o nosso Vinholi? Eu tenho que pedir ao nosso secretário de Desenvolvimento Regional, o Marco Vinholi, para fazer essa resposta. E se necessário, com o Marcos [Ininteligível], que está aqui, que lidera esse processo [Ininteligível]. Você compreendeu a pergunta do José Henrique?

MARCO VINHOLI, SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: José, excepcional pergunta. O governo do estado de São Paulo, na modernidade de tempos cada vez mais digital, se torna um atributo fundamental da gestão pública, faz essa modernização em todo o interior. Então aqueles puxadinhos antigos, antigas repartições que tínhamos ao longo dos anos, no interior de São Paulo [Ininteligível], vamos ter unidades fortes, em que todas as áreas do governo do estado vão trabalhar em conjunto, em um modelo que está sendo apresentado de maneira pioneira, no município de Bauru, que chama Canal Direto São Paulo Mais Perto. Da mesma forma aqui em Jaú também teremos um escritório que congrega as mais diferentes secretarias, e órgãos do estado de São Paulo. É o chamado Poupatempo dos municípios, que vai estar aqui também dentro dessa nova [Ininteligível]. Nós chamamos aqui de planejamento, pensar o futuro, falamos aqui de participação, ou seja, do conselho de participação, e de investimentos através do fundo de fomento regional, da região do estado de Jaú.

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Para complementar, José Henrique... Não, pode deixar... José Henrique, também para complementar, a importância dessa microrregião de Jaú, é o fato de que isso facilita não só a organização administrativa, como também facilita compras, por exemplo, a área de educação, para a área de saúde, para a área de infraestrutura, facilita também o financiamento, fontes de financiamento Federal, estadual, caso do Banco de Desenvolvimento do estado de São Paulo, a Desenvolve São Paulo. E também programas até mesmo de financiamentos internacionais, do BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento, e do Banco Mundial, e organiza na microrregião também, todos os setores da economia de estado, para a saúde, para a educação, para habitação, para a segurança pública, para a proteção social, com economia de escala, e melhor eficiência, que esse é o mantra do governo, deste governo, é melhorar a eficiência, reduzir custos e atender à população de forma mais rápida. Então muito importante esse programa denominado microrregião, o qual Jaú nesse momento passa a ser um ponto central, um epicentro para toda essa região. Está de parabéns, o prefeito, e todas as cidades que ao lado de Jaú vão integrar essa microrregião.

JOSÉ HENRIQUE, REPÓRTER: Mas aí primeiro a Assembleia tem que aprovar, né governador?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Claro, mas aprovará, aliás, os líderes estão todos aqui, não há nenhuma... Até hoje, José Henrique, não perdemos uma na Assembleia Legislativa, e olha que já aprovamos lá reforma da previdência, reforma administrativa, apenas para comentar, Fernando, o único estado do Brasil que fez reforma administrativa, foi o estado de São Paulo. E sabe por que foi o único? Porque eu não quero desmerecer os outros governadores, mas todos os demais temeram fazer isso em ano eleitoral, nós não ficamos com receio, porque tínhamos que fazer, e fizemos, e fizemos e confiamos também no Legislativo, um poder independente, com bons parlamentares, e aprovação acontecendo. Então não há a menor possibilidade da microrregião de Jaú, Ivan, cadê o nosso Ivan? A possibilidade zero, de não ser aprovado. E se tiverem dúvidas, perguntem aos parlamentares estaduais que estão aqui. Será aprovado.

JOSÉ HENRIQUE, REPÓRTER: Porque nós temos um governador de primeiro mundo, né?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Mas obrigado, José Henrique, foi importante para esclarecer. Vamos agora à Isadora Venturini, da TV Band, Band News, do grupo de emissoras do Grupo Bandeirantes. Com você, Isadora.

ISADORA VENTURINI, REPÓRTER: Boa tarde, governador. Bom, com certeza as cidades de Jaú, municípios vizinhos, Lençóis Paulista, são muito beneficiados com esses investimentos. Mas o que eu quero saber é para a cidade de Bauru, já que é um município aí de grande porte, quase 500 mil habitantes, de 400 a 500 mil habitantes. A gente sabe que há uma defasagem de leitos de UTI, principalmente o pedido, como foi encaminhado hoje para o senhor, da prefeita Suellen Rosim, da abertura definitiva do HC. Como que fica essa questão também, para a cidade de Bauru? Há investimentos também para o município?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Isadora, sim. Primeiro, objetivamente, sim, nós definimos mais 30 leitos de UTI para Bauru. Essa é a nossa obrigação, independentemente de quem administra a cidade, qual o seu pensamento. Nós temos que trabalhar pelas pessoas, as pessoas vivem nas cidades, pequenas, médias e grandes, e esse é o nosso dever. Portanto, mais 30 leitos de UTI foram liberados para Bauru. Mas eu tenho que fazer um apelo aqui à prefeita Suellen, para que, por favor, oriente a sua população a usar máscaras, a ter distanciamento social, a lavar as mãos, a utilizar álcool em gel, e proteger as suas vidas, para não aceitar argumentações terraplanistas, que vem de pessoas que são negacionistas, e que disseram desde o ano passado que isso seria uma gripezinha, que isso seria um resfriadozinho. Que se morressem 4 mil pessoas, como se 4 mil pessoas não fossem importantes, não fossem vidas que merecessem respeito, que seriam 4 mil pessoas. Já morreram no Brasil 400, não, 520 mil pessoas. Então eu faço um apelo também à prefeita, para que ela tenha consciência, de que ela deve proteger a sua população, deve suportar, evidentemente, a pressão daqueles que não querem ter restrições, mas nós ainda estamos na pandemia, mesmo com o avanço da vacinação, e ela avança rapidamente em São Paulo. Mas nós precisamos, Isadora, que as pessoas tenham cuidado. Como nós todos estamos tendo aqui no uso de máscara, no distanciamento, na tomada de temperatura, e no álcool em gel. Se todos se protegerem, e os entes públicos se protegerem, todas as populações, nós sairemos mais rápido e melhores da pandemia. Agora vamos finalizando com o Rodrigo Boni, do Portal Central da Notícia. Boni, já de sobrenome você já está bem, né?

RODRIGO BONI, REPÓRTER: Boa tarde, governador. O senhor até falou sobre a retomada da economia, que os empresários já estão sentindo e vão sentir isso melhor e mais intensivamente no final do ano. Jaú é um polo de calçado, a gente tem visto a tentativa das empresas em se recuperarem. E aí já emendando, essa microrregionalização vai trazer para Jaú efeitos, digamos, financeiros, para que Jaú continue sendo a sede dessas 11 cidades, afinal de contas, Jaú já é hoje a cidade referência. Vai ter investimentos diretos para Jaú, digamos, cuidar junto com as outras demais 11 cidades dos municípios, e dos interesses regionais?

JOÃO DORIA JÚNIOR, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boni, daquilo que é público, sim, daquilo que é privado, é preciso que o setor se organize, e obviamente com o apoio do governo, possa estabelecer novos e fortes mecanismos de ampliar as suas rendas. Como já aconteceu aqui em Jaú e Birigui, inclusive nas missões internacionais que fizemos no ano de 2019, antes da pandemia, à China, e também Oriente Médio, o governo do estado de São Paulo hoje tem escritórios em Xangai, na China, em Dubai, no Oriente Médio, em Munique, na Alemanha, que é o escritório europeu, e agora em novembro, haverá um novo escritório nos Estados Unidos, que é o escritório para América do Norte, Estados Unidos, Canadá, e também vamos incluir o México. Para apoiar as exportações de bens manufaturados, além das exportações do agro de São Paulo. É o único estado do país que tem escritórios internacionais. E nós temos feito inclusive uma representação do próprio Brasil, o Brasil, infelizmente, abandonou essa multilateralidade da diplomacia, da diplomacia econômica, ao contrário, quer ofender os chineses, ofender os alemães, ofender os argentinos. E nós não ofendemos ninguém, nós convidamos essas nações para serem parceiras econômicas e parceiras institucionais em São Paulo. Isso tem produzido resultados. Então hoje já na região de Jaú, e em especial de Birigui, também de Franca já, aumentaram as suas exportações graças ao apoio da Invest SP, que é a nossa agência de exportação, que foi classificada pelo Finantial Times, no ano passado, em 2020, como a melhor agência de fomento do mundo, um orgulho enorme para nós. Pois o Finantial Times, como você sabe, Boni, é o maior jornal econômico do mundo, com base em New York, e que deu essa classificação, depois de um levantamento feito em 70 países do mundo. Então esse nível de apoio sim, o setor privado continuará a ter. Além de fontes de financiamento através do Banco Desenvolve São Paulo, que é um banco de fomento também para apoiar micro, pequenas e médias empresas. Portanto, sim, a reposta é positiva. Pessoal, muito obrigado. Queria agradecer mais uma vez aos meus colegas de imprensa. Obrigado aos demais veículos, tivemos a oportunidade de atender à todas as emissoras agora há pouco. E muito agradecido de vocês terem comparecidos. Fiquem protegidos, em paz, e antecipo os votos de um bom final de semana para vocês. Obrigado, pessoal.