Coletiva - Visita à Estação Fradique Coutinho 20142810

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Visita à Estação Fradique Coutinho

Local: Capital - Data:Outubro 28/10/2014

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Olha, boas notícias. No dia 15 de novembro, no feriado, a estação já será aberta ao público, no sábado, dia 15, depois operará também no domingo, depois durante a semana ela vai operar das 10h até às 15h e a partir do dia 22, full time, 4h40 da madrugada até meia-noite, aos sábados até 1h da madrugada. Então, mais uma estação, esta é a 68ª estação de Metrô da Linha 4, a Linha 4 tem seis estações operando: Luz, República, Paulista, Faria Lima, Pinheiros e Butantã, seis, essa será a sétima. Então, o teste será feito agora no próximo dia 2, domingo, Finados, então para toda a Linha 4 pra poder fazer todo o teste do carrossel, então a ViaQuatro vai oferecer ônibus, vai ter ônibus no lugar do metrô pra fazer o teste no próximo domingo de Finados, dia 2. E no dia 15 ela abre ao público e começa a operar, sábado, domingo, depois ao longo da semana das 10h às 15h e a partir do dia 22 integrada totalmente. A Linha 4 tem 87... 85% de apro...

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: 87%.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: 87% de aprovação pelo Datafolha, é feito a cada semestre, tem 14 trens operando e 15 trens novíssimos, os mais modernos do mundo sendo construídos pela Hyundai. Então nós teremos 29 trens, 29 trens, cada trem tem seis carros, nós estamos falando de 174 carros pra operar a Linha 4. As próximas estações serão o ano que vem, a estação Oscar Freire... perdão, a estação Higienópolis-Mackenzie, depois a estação Oscar Freire e depois a estação São Paulo-Morumbi. A estação São Paulo-Morumbi, o Metrô está fazendo por conta do Estado, o terminal também de ônibus e em 2016, Vila Sônia, que também tá sendo feito o terminal de ônibus também pelo Metrô, então nós teremos o terminal de ônibus. E essa Linha 4 quando inaugurar a Vila Sônia, ela já tá integrada até Taboão da Serra. Nós já estamos fazendo o projeto básico e funcional de mais duas estações: Chácara do Jóquei e Taboão da Serra. A hora que inaugurar a Vila Sônia, o munícipe de Taboão, ele já tem um ônibus pra levá-lo até o metrô da Vila Sônia integrado no bilhete, ele não paga nada, a hora que ele pegar o ônibus lá em Taboão ele já pegou o metrô. Ele desce dentro do metrô Vila Sônia e ele já utiliza o metrô até que fique pronta as duas... mais duas estações. Então uma grande conquista, uma estação mais moderna, com dez escadas rolantes, sanitários que é um coisa que todo mundo sempre pedia, sanitários para pessoas com deficiência, câmeras de vídeo e uma Central de Monitoramento por toda ela, todinha operada por CBTC, ela não passa de quatro passageiros por metro quadrado, não passa, ela tem... ela coloca mais trem no horário de pico e é possível, opera com 14 trens e vai chegar a 29 trens. Os primeiros trens começam a chegar, já, no ano que vem aqui em São Paulo.

REPÓRTER: Governador, o senhor enviou uma nota ontem falando sobre a vitória de Dilma Rousseff. Eu pergunto para o senhor: Como é que vai ficar o Brasil agora onde se fala de divisão do País?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Não, a eleição acabou, né. Democracia é exatamente respeitar a decisão da população e o Brasil é uma República Federativa, o que caracteriza a Federação é a parceria entre os entes federativos; município com o Estado, Estado com o Governo Federal e todos integrados com a iniciativa privada e a sociedade civil. Então eu acho que o caminho agora é trabalhar, fazer o máximo em benefício da população e por isso que nós fizemos essa nota cumprimentando a presidenta Dilma, felicitando pela sua eleição e dizendo que a disposição de São Paulo é trabalhar juntos pelo País. E cumprimentei também o Aécio que fez uma bela campanha no Brasil inteiro, especialmente em São Paulo.

REPÓRTER: Como é que fica o seu partido agora?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Fica muito bem, né? Teve metade dos votos, elegeu cinco governadores, uma grande bancada, isso é bom pra democracia, né? Democracia é importante ter partidos fortes, preparados para o trabalho.

REPÓRTER: E o senhor tá preparado pra ser chamado de pré-candidato pelos próximos quatro anos?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Não, não, não. Só se for a presidente do Santos Futebol Clube. Ok?

REPÓRTER: Posso falar sobre a falta de água?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Pode falar.

REPÓRTER: O secretário Mauro Arce disse que a expectativa é de que comece a captar a segunda parte do volume morto na semana que vem. O senhor acha que é isso mesmo, é possível?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: É. Se precisar já tá tudo pronto. Então nós estamos hoje com 12,8% no sistema Cantareira, já integrando a segunda reserva técnica. O que é que é importante? Nós estamos entregando obras todo mês. Por exemplo: em outubro nós entregamos mais meio metro cúbico por segundo do Rio Grande, substitui o Cantareira. Agora em novembro vamos entregar um metro cúbico por segundo do Guarapiranga, substitui o Cantareira. Vamos fazer uma conta rápida, dá pra entender fácil. Região metropolitana de São Paulo tem um abastecimento de 66 m³ por segundo. O Cantareira colaborava com 33 m³ por segundo. Então o Cantareira sozinho era 50% do abastecimento da região Metropolitana, os outros 50% Alto Tietê, Guarapiranga, Rio Grande, Rio Claro, Alto Cotia e Baixo Cotia. Então, seis sistemas com 33 m³ por segundo e o Cantareira sozinho, 33. Aonde foi a seca? A seca pegou uma faixa do sudeste, a maior do século, ela pegou oeste de São Paulo... do Tietê pra baixo não teve seca, foi do Tietê pra cima, e Minas Gerais, sul de Minas e Triângulo Mineiro, que é exatamente nas nascentes do Cantareira. Então nós estamos ficando menos dependentes do Cantareira, nós... hoje, nós tirávamos 33 m³ por segundo, hoje tiramos 19, com esse um metro do Guarapiranga esse mês, nós vamos baixar pra 18. Então nós estamos substituindo o Cantareira com obra, engenharia, integração de sistemas e colaboração da população, porque reduziu o consumo. E agora o novo bônus. Quem economizava 20%, ganhava 30% de bônus, 20 ou mais. Quem economizava 19 não ganhava nada. Agora, economizou 10% até 15, ganha 10% de bônus. Economizou 15 até 20, ganha 20% de bônus e economizou 20 pra cima, 30% de bônus. Nós expandimos o bônus e a população tem colaborado bastante.

REPÓRTER: Obrigado. Capital