Coletiva IBorges - Campinas recebe quatro novos laboratórios de pesquisa agropecuária 20213011

De Infogov São Paulo
Revisão de 10h49min de 7 de dezembro de 2021 por Fincatibianca (discussão | contribs) (Criou página com ''''Coletiva IBorges - Campinas recebe quatro novos laboratórios de pesquisa agropecuária 20213011''' '''Local: Campinas – Data: [http://infogov.imprensaoficial.com.br...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva IBorges - Campinas recebe quatro novos laboratórios de pesquisa agropecuária 20213011

Local: Campinas – Data: Dezembro 30/11/2021

Soundcloud

REPÓRTER: Secretário, quais desafios a secretaria da agricultura ainda tem para enfrentar?

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: O principal desafio é a retomada, onde nós tivemos aí impactos que vieram pós-pandemia como a questão do câmbio, como também a questão de embargos de exportação no caso específico da pecuária e nós buscamos, agora, criar novas alternativas de produção e reduzir o desafio assumido na COP, o desafio assumido na sustentabilidade com a produção sustentável é produzir cada vez mais em menor área. Por isso que temos investido muito em pesquisa e também em produzir, cada vez mais, o menor uso de defensivos, de fertilizantes e também em produtos mais resistentes, eventualmente, a crises hídricas.

REPÓRTER: Secretário, sobre os laboratórios, o senhor poderia falar sobre o Instituto de Zootecnia de Nova Odessa, a respeito do que vai ser desenvolvido e a importância desse investimento feito pelo estado?

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: São laboratórios, nós tivemos quatro hoje, inaugurados, especificamente de Nova Odessa, é o de ovos, não?

REPÓRTER: De aves e ovos.

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: Aves e ovos esse, especificamente, temos uma parceria com a APA, Associação Paulista de Avicultura, onde inclusive temos lá pesquisadores e colaboradores em parceria com eles. E o objetivo é, cada vez mais, intensificar a pesquisa em aves e ovos para produzir cada vez mais aves com mais qualidade, com melhor escalonamento no mercado, ocupando outros nichos de mercado e consequentemente preparadas para enfrentar eventuais riscos ou ameaças que possamos ter aí na produção de aves e ovos, para garantir tanto o mercado interno como principalmente a exportação que é muito importante para esse setor.

REPÓRTER: Gostaria que o senhor comentasse a importância da entrada do Pró-Genética no estado de São Paulo, através da parceria com a ABCZ, firmada aqui hoje, secretário. Inclusive o presidente Rivaldo aí ao lado do senhor.

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: O presidente Rivaldo nos trouxe essa importante proposta, nós abraçamos desde o início, o governador João Doria ele estava em uma reunião com o governador, quando ele colocou, o governador João Doria e o Rodrigo pediu que fosse dada prioridade. Hoje é apenas o início de um convênio, de uma parceria já consolidada entre nós e a ABCZ que vai trazer, com certeza, um impacto e um diferencial muito grande para o pequeno produtor tanto na questão da pecuária, como na questão de produção de leite e em todos esses patamares voltados para a bovinocultura.

REPÓRTER: Agora, só sobre... Tem uma reestruturação que o governo do estado está fazendo, para fazer algumas secretarias e alguns institutos de pesquisa como um todo, por exemplo, teve alguns que foram extintos e vão criar um outro instituto unindo os que foram extintos. No caso, São Paulo teve três que é ligado ao meio ambiente na verdade, né? Não é ligado à agricultura. No caso existe alguma ideia de na agricultura também ter algum instituto alterado?

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: Eu acompanhei à distância a reestruturação lá do meio ambiente que acabou tendo algumas questões nesse sentido que é a infraestrutura do meio ambiente. O nosso em si, quando assumimos a secretaria, tinha sim uma proposta de extinção, de unificação, de extinção de casa de agricultura, de diretoria regional tanto da defesa como da CAT e até de mudança de denominação. Tudo isso nós chamamos e levamos para um diálogo tanto com a CAT, como a defesa, como a pesquisa, como os colaboradores da casa e construirmos uma alternativa totalmente diferente daquilo, preservando tudo que nós temos os institutos, a APTA Regional, a Codeagro, todas as coordenadorias, a CAT, a defesa e além de preservar criando condições de estrutura de trabalho para poder dar condições para recompor aquilo que o nosso vice-governador colocou que é essa perspectiva necessidade de reestruturação. Então a reestruturação nossa ela sai de um diálogo e com uma proposta ao encontro daquilo que atende a necessidade tanto interna, como do produtor.

REPÓRTER: E o resultado é mais agilidade e mais eficiência?

ITAMAR BORGES, SECRETÁRIO ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO: O propósito é esse mais agilidade, mais eficiência, melhores condições de trabalho, que cada um possa, efetivamente, estar atuando naquilo que se propõe, não precisa evitar de você se carregar de atribuições quando você pode se dedicar a uma específica. Esse é o propósito é o que nós buscamos e o que qualquer reestruturação busca. E esperamos colher isso nessa que está no seu caminho final.