Coletiva VLummertz - SP anuncia distrito turístico com potencial de R$ 1,8 bilhão em investimentos até 2026 20212911

De Infogov São Paulo
Revisão de 09h47min de 30 de novembro de 2021 por Fincatibianca (discussão | contribs) (Criou página com ''''Coletiva VLummertz - SP anuncia distrito turístico com potencial de R$ 1,8 bilhão em investimentos até 2026 20212911''' '''Local: Campinas – Data: [http://infogov...')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva VLummertz - SP anuncia distrito turístico com potencial de R$ 1,8 bilhão em investimentos até 2026 20212911

Local: Campinas – Data: Novembro 29/11/2021

Soundcloud

VINÍCIUS LUMMERTZ, SECRETÁRIO DE TURISMO: É uma área delimitada, a exemplo... O distrito turístico é uma área física delimitada, semelhante à região de Orlando, que é três cidades, aqui são quatro cidades, que tem um planejamento regional entre uns planos de investimentos públicos em definição, inclusive aqui acessos e tudo mais, e tantos os investimentos privados, nos quais vocês já firam R$ 150 milhões em investimentos, e uma previsão de R$ 1,8 bilhão nos próximos anos. Tem uma gestão diferenciada, tem um conselho aonde participam os prefeitos, participam vários secretários do governo do estado, e os próprios empresários. Tem um plano de ação no território, e o desenvolvimento de médio e longo prazo, tem planejamento. E tem tratamento diferenciado, inclusive do orçamento do estado, é possível só fazer as solicitações, de acordo com esse entendimento, e também gravar um plano diretor de cada município, e as suas vocações, os planos diretores têm que estar alinhados nos próprios municípios, para privilegiar o desenvolvimento do turismo e emprego na região. A segunda pergunta para o Esdras Pereira, do SBT.

ESDRAS PEREIRA, REPÓRTER: Boa tarde, [Ininteligível], secretário, Vinícius. Primeiro para confirmar, esse R$ 1,8 bilhão nos próximos anos serão quantos anos? E qual vai ser o papel das prefeituras de cada cidade nessa integração com o governo e também com a iniciativa privada?

VINÍCIUS LUMMERTZ, SECRETÁRIO DE TURISMO: Esses investimentos previstos, R$ 250 milhões em andamento, e esse R$ 1,8 bilhão [Ininteligível], são apenas investimentos da iniciativa privada, é aquilo que está previsto a acontecer normalmente. Mas do qual vai ser facilmente superável, na medida que se faça a execução das questões viárias da região. Até porque, a capacidade de carga da região vai depender dessa questão da localização viária, e o detalhamento desse plano que foi feito por uma empresa norte-americana, e o seu repartimento em cada um dos municípios. Esse é um valor mínimo para investimentos, e nós podemos atingir valores muito maiores, porque a demanda por turismo em São Paulo é muito alta. O que nós não temos em São Paulo hoje é oferta, por isso as pessoas, muitas vezes, viajam para fazer coisas lá fora, que poderiam estar fazendo aqui. Não que elas não mereçam viajar, devem viajar, mas nós precisamos criar os atrativos aqui mesmo em São Paulo, porque tem demanda. É uma raridade no turismo, haver demanda e oferta no mesmo lugar, mas aqui é possível. Terceira pergunta é da Celina Silveira, da Rádio Brasil, de Campinas.

CELINA SILVEIRA, REPÓRTER: Boa noite, secretário. Secretário, há projetos em análise para a construção de distritos turísticos?

VINÍCIUS LUMMERTZ, SECRETÁRIO DE TURISMO: Os distritos turísticos constituídos até agora foram Olímpia, no âmbito da lei, esse é um projeto de estado, e foi feito o decreto, foram os dois casos, aqui é o segundo. Outros poderão sim, existem regiões do Vale do Ribeira que estão discutindo, propondo, mas a proposta vem da região, mesmo sendo de São Paulo, poderia, o distrito Serra é público, é um pouquinho alvo. Mas o pleito é da região de municípios, ou de município, nós estamos abertos a esses pleitos, mas esses pleitos requerem comprometimento de investimentos públicos, inclusive nossos, investimentos privados, e priorização do turismo nessas regiões a médio e longo prazo.