Conversa com o Governador - Contrato com a CAF 20132708

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

VINHETA: Conversa com o governador.

ÂNCORA: Começa agora mais uma edição do programa Conversa com o governador, o nosso encontro de todas as semanas com o governador Geraldo Alckmin. Governador, como vai o senhor? Passou bem a semana? Está tudo bem?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Tudo bem, graças a Deus.

ÂNCORA: Governador, nós já conversamos aqui no programa que das vinte melhores rodovias do Brasil, 19 são do estado de São Paulo, segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes. E eu sei também que o senhor tem uma boa notícia nesta área para dividir com os amigos e amigas ouvintes do programa, não é verdade?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: É verdade, nós temos uma boa notícia para o nosso interior, que depende tanto de estrada de qualidade. Assinamos um importante contrato no valor de US$200 milhões com a CAF, que é a Corporação Andina de Fomento, e mais US$85 milhões de contrapartida do governo do estado. Isso vai nos proporcionar investimento em transporte, em logística no interior de São Paulo. No total, serão 316 km de rodovias estaduais que vão ser recuperadas, recapeadas, ampliadas, acostamentos, trechos de terceiras faixas, trechos que serão duplicados, passarelas para evitar atropelamento, sinalização para evitar acidente. E rodovias que vão ajudar no escoamento da produção agrícola, industrial, fortalecer o turismo, como no caso do Circuito das Águas aqui do interior do estado. E vai estimular também muito emprego na construção civil, que é de mão de obra intensiva. As cidades beneficiadas e que tem vocação turística são as cidades do Circuito das Águas: Águas de Lindoia, Lindoia, Serra Negra, Amparo; temos também cidades na região de Presidente Prudente, como Parapuã, Martinópolis. Na região de Araçatuba: Bilaque, Clementina, Coroados; na região de Marília, de Assis, de Ribeirão Preto, São Simão, Santa Rosa do Viterbo, do Vale do Ribeira, Pariquera-Açu. Enfim, nós temos dezenas de cidades que serão muito beneficiadas levando mais segurança para aqueles que utilizam as nossas rodovias e, ao mesmo tempo, atraem mais empresas para criar emprego e o desenvolvimento do interior do nosso estado.

ÂNCORA: Excelente notícia. Governador, agora a gente vai falar de um outro assunto: sistema de abastecimento de água para a região metropolitana de São Paulo. Vem novidades por aí, não é verdade?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: É verdade, nós temos uma boa notícia para nossa capital e para a região metropolitana de São Paulo. Nós assinamos a PPP, parceria público privada, para termos mais 4,7 metros cúbicos por segundo. Traduzindo melhor esta informação para o nosso ouvinte, são 4.700 litros de água por segundo, que teremos a mais na região metropolitana. A região metropolitana de São Paulo é a terceira maior do mundo, tem mais de 21 milhões de habitantes, a 700 metros de altura, então tem pouca água aqui no planalto aqui de São Paulo, nós vamos buscar água lá em Minas Gerais, pelo sistema Cantareira. A região cresce 200 mil pessoas por ano, na região metropolitana e precisamos garantir água de qualidade, para abrir a torneira e beber a água, água com absoluta potabilidade. Então nós assinamos uma PPP, teremos um investimento de R$ 2,2 bilhões e vamos buscar água lá em Juquitiba, no rio São Lourenço. Essa adutora vai percorrer 83 Km até São Paulo, passando pela Serra de Paranapiacaba, será também tratada a água, além do sistema de bombeamento. Essa obra irá gerar mais 2.000 empregos durante a sua construção, e em menos de quarenta e oito meses nós teremos mais 4.700 litros de água por segundo, na região metropolitana de São Paulo.

ÂNCORA: E quantas pessoas serão beneficiadas com esse novo sistema, governador?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Esse novo sistema, sistema chamado São Lourenço, ele vai beneficiar 1,5 bilhão de pessoas aqui na grande São Paulo, especialmente na região Oeste e Sudoeste, Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba, Vargem Grande Paulista, Pirapora do Bom Jesus, enfim, toda região Oeste da Grande São Paulo. Ma indiretamente, nós vamos beneficiar as 21 milhões de pessoas da região metropolitana, porque o sistema ele é interligado, então isso ajuda a todo sistema, ele dá mais segurança, porque ás vezes não chove lá na Guarapiranga, não chove lá no sistema da Cantareira, não chove no Alto Tietê, então é mais uma segurança, para caso de estiagem, nós termos nenhum risco de falta de água aqui na região Metropolitana de São Paulo. Outra boa notícia é o investimento que estamos fazendo na Sabesp para a redução de perdas no sistema. Então é um trabalho importante, São Paulo, hoje, tem a menor redução de perda do país, e estamos avançando ainda mais. E além da redução de perdas, também a produção de água de reduzo para indústria e programas de uso racional da água. Esse é o grande esforço. Água é saúde. Quase 70% do corpo é água, aliás, nós nunca podemos nos esquecer de tomar no mínimo dois litros de água por dia. E água de qualidade da Sabesp, água totalmente acompanha, com todos os critérios de potabilidade.

ÂNCORA: Perfeito. O governador, a edição do programa dessa semana fica por aqui. Boa semana para o senhor, bom trabalho e até a semana que vem com nova edição do Conversa com o Governador. Obrigado, governador Alckmin.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito obrigado. Boa semana a todos.

VINHETA: Programa Conversa com o Governador.

Conversa com o Governador
201120122013201420152016201720182019

Ver também[editar]

Links externos[editar]