Conversa com o Governador - Investimentos em saneamento básico e transportes 20132207

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

VINHETA: Conversa com o governador.

ÂNCORA: Começa agora mais uma edição do Programa Conversa com o Governador, nosso encontro de todas as semanas com o governador Geraldo Alckmin. Governador, passou bem a semana? Esta tudo bem com o senhor?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Esta tudo bem, graças a Deus.

ÂNCORA: Ótimo. Bom, governador, a gente abre o programa dessa semana falando de um assunto indispensável para a saúde e para o desenvolvimento da população que saneamento básico. O senhor poderia dar um panorama para os ouvintes do que o governo do estado esta fazendo de importante nesta área?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Olha, o saneamento básico, água tratada e esgoto sanitário coletado e tratado é absoluta prioridade no estado de São Paulo. A cada real investido em saneamento quatro reais são economizados em saúde pública. A queda que nós tivemos de 62% na taxa de mortalidade infantil nas últimas duas décadas em São Paulo é uma consequência direta dos investimentos que fizemos em saneamento e em saúde. No momento temos programas e ações em todas as regiões do estado. Nós vamos ser o primeiro estado do Brasil a ter todas as cidades 300%, ou seja, 100% de água tratada, 100% de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado. Na sexta-feira da semana passada estive em Quatá, na região de Presidente Prudente e anunciamos lá um grande investimento numa nova estação de tratamento de tratamento de esgoto que fará com que Quatá se mantenha 300% para os próximos 40 anos. No sábado fui a cidade de Alumínio, aqui na região de Sorocaba, autorizar o inicio da construção de mais uma estação de tratamento de esgoto o que fará com que Alumínio passe a ter também 100% do esgoto tratado. No caso de Alumínio, a despoluição é da bacia do Rio Sorocaba e do médio Tietê, porque o Rio Sorocaba desagua no Tietê, aliás em ambas as cidades, tanto Quatá quando Alumínio combinamos de no final do ano que vem, quando estiverem prontas todas as estações de tratamento de esgoto e elas estiverem já em operação nós faremos o lançamento de [ininteligível] peixes da região e peixes que se adaptem bem para as nossas bacias no caso de Quatá, de Presidente Prudente, de Paranapanema e do Paranazão e aqui em Alumínio onde é a bacia do Rio Sorocaba. Na região de Sorocaba nós teremos também Mairinque que vai passar de zero para 100% de esgoto tratado. Vargem Grande Paulista passará também de 0 para 100% de esgoto tratado. Sarapuí, onde estive também na viagem de sábado, também vai passar de zero para 100% de esgoto tratado. E Boituva passará de 43 para 100% de esgoto tratado e Tatuí que já tem 84% tratado também irá para 100% de esgoto tratado. Ou seja, é um compromisso do estado de São Paulo com a saúde da nossa população, com água de qualidade, com esgoto coletado, tirado de perto da casa das pessoas e tratado, despoluindo as bacias dos nossos rios no estado de São Paulo. Nós vamos universalizar o saneamento básico no interior do estado até o ano que vem, até 2014, do litoral de São Paulo até 2016 e da região metropolitana entre 2018 e 2019.

ÂNCORA: Governador, quais são os principais programas nessa área? Por favor.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Em São Paulo nós temos a Sabesp que atua em 363 municípios do estado e onde vice cerca de 70% da nossa população e onde a Sabesp não atua nas cidades de até 50 mil habitantes nós estamos indo município por município fazendo o programa Água Limpa. É um programa que nós passamos o dinheiro para as prefeituras através de convênio e são feitas as estações de tratamento de esgoto, as redes de coleta, os emissários, enfim, todas as obras de saneamento. Já foram mais de 90 cidades beneficiadas e temos hoje no programa 25 municípios com 27 obras em andamento, e um investimento de R$324 milhões até o final deste ano.

ÂNCORA: Então, governador, pelo que eu entendi, o governo está investindo pesado para criar a rede que coleta o esgoto e leva para tratamento, ok? E a população, como é que ela pode fazer a parte dela?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Pois é, essa é uma questão importante, porque muitas vezes você faz a rede coletora no bairro, na rua, faz o emissário, faz a estação elevatória para o esgoto chegar até a estação de tratamento de esgoto. Tem a estação de tratamento de esgoto, tem os efluentes, mas a família não liga a sua casa na rede porque não tem o dinheiro para contratar o pedreiro, o servente, o material de construção, que fica em torno de R$1.600, R$1.800 reais. Então nós criamos um programa chamado 'Se liga na rede', onde uma equipe vai de casa em casa, agentes de saneamento, elas vão de casa em casa, pedem licença, põem lá um corante no vaso sanitário, dá descarga e verifica para onde está indo a descarga. Então, se a casa não estiver ligada na rede de esgoto e se a família ganhar até três salários mínimos, a ligação é feita de graça. Então a própria SABESP, ela já toma todas as providências, faz a ligação... Nós tivemos um caso aqui no Grajaú, que com uma ligação nós ligamos quatro casas, porque tinha uma casa na frente, uma nos fundos e duas em cima; então quatro famílias foram beneficiadas. E esse é um programa muito importante que nós criamos o ano passado, porque se não você investe milhões e milhões de reais fazendo a infraestrutura, mas o esgoto continua sendo lançado ou na foça, que acaba entupindo e vai para a rua ou contamina criança, o que é muito perigoso; ou vai para o rio e polui as galerias de águas pluviais. Então, esse trabalho está sendo um sucesso. Então famílias que ganham até três salários mínimos têm a ligação da rede de esgoto de graça. Quero lembrar também que para ajudar as famílias de renda menor, que tem dificuldade de pagar a sua conta d'água, a SABESP tem uma tarifa social. É só procurar o atendimento em uma das unidades da SABESP, ou então obter mais informações no site: www.sabesp.com.br.

ÂNCORA: Perfeito. Governador, agora a gente muda um pouquinho de assunto. Recentemente o senhor visitou a região de Presidente Prudente para iniciar lá mais uma obra importante na área do transporte. Eu queria que o senhor conversasse sobre esse assunto com os ouvintes agora, por favor.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha, estive na região de Presidente Prudente para iniciarmos mais um trecho importante de duplicação da SP-270, que é a Rodovia Raposo Tavares. Saindo de Presidente Prudente, nós iniciamos a duplicação de mais 13 km da Rodovia Raposo Tavares, entre Regente Feijó, Martinópolis até Rancharia. A duplicação faz parte de todo o projeto de duplicação da Raposo Tavares. Nós temos três datas importantes para Raposo Tavares: nós teremos o eixo duplicado de Presidente Prudente até Assis em dezembro. Então em dezembro deste ano, a Rodovia Raposo Tavares, entre Presidente Prudente até Assis, estará totalmente duplicada. Até março do ano que vem, os últimos dispositivos, viadutos, estarão entregues; e até setembro do ano que vem de Presidente Prudente até Presidente Epitácio nas barrancas do Rio Paraná. E aí nós teremos a Raposo Tavares desde a divisa com o Mato Grosso do Sul, lá em Presidente Epitácio, passando por toda a região, por Presidente Prudente, Assis, Ourinhos totalmente duplicada. Entre Ourinhos até Itapetininga, nós o ano que vem vamos iniciar 200 km de recuperação, trechos de duplicação, acostamentos, terceira faixa, modernização da Raposo Tavares. E teremos também de Itapetininga até Sorocaba, totalmente duplicada também a Raposo Tavares.

A rodovia Raposo Tavares é uma rodovia estruturante importantíssima para o desenvolvimento do Estado de São Paulo que leva muita empresa para essas regiões do sudoeste do estado e ao mesmo tempo gerar muito emprego. E trazer muita segurança para aqueles que precisam viajar, trabalhar, ter o seu lazer, visitar a família, então uma grande conquista para o estado São Paulo.

ÂNCORA: Perfeito, governador existem muitas outras obras de duplicação de rodovias em outras regiões do Estado, você poderia citar algumas ou as mais importantes, só para os ouvintes se lembrarem, por favor.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Além da rodovia Raposo Tavares, estamos duplicando a rodovia dos Tamoios, no Vale do Paraíba. São praticamente quase 50 km. É a maior intervenção da rodovia nos últimos 40 anos. Em dezembro também teremos duplicada a Tamoios até o alto da serra. Já iniciada agora em 30 dias o contorno de Caraguatatuba para Ubatuba e para São Sebastião. Também na região de São José do Rio Preto, há duplicação da rodovia Euclides da Cunha, uma importante ligação de são Paulo com o Mato Grosso do Sul está sendo duplicada de ponta a ponta, num total de 158 km. Na região da Franca, Barretos e Ribeirão Preto importantes rodovias como a Faria Lima e a Assis Chateaubriand também passam por processos de duplicação e modernização. Temos também a construção de dois trechos simultâneos do Rodoanel Metropolitano de São Paulo, o Rodoanel Leste, ligando Mauá até a Dutra, Arujá e Guarulhos e o Rodoanel Norte, ligando Guarulhos passando pelo aeroporto de Cumbica até a Rodovia Bandeirantes . E nós estamos agora em todo o estado através do através do DER investindo R$ 12 bilhões em modernização, duplicações, terceiras faixas, acostamento e recuperação da malha rodoviária do Estado. Não por acaso, no ultimo levantamento da confederação nacional dos transportes, das 20 melhores autoestradas do país 19 estão no Estado de São Paulo. Esse é o nosso compromisso com o desenvolvimento, com a infraestrutura, com o emprego e com a segurança dos usuários das estradas

ÂNCORA: Perfeito, governador o programa já chegou ao final, mas antes a gente gostaria de ouvir do senhor a importância da visita do Papa Francisco ao nosso Estado. Na quarta-feira na cidade de Aparecida e a importância da visita do Papa Francisco para o nosso estado e para o nosso Brasil.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Olha, todos nós ficamos muito felizes porque é a primeira viagem fora da Itália do Papa Francisco e essa sua primeira viagem, sua primeira peregrinação ela é exatamente para o nosso país e para o nosso continente. Depois também um papa Jesuíta, né? Foram os jesuítas, padre Manoel da Nóbrega e o beato Anchieta que fundaram São Paulo, que construíram aqui a capela que é o símbolo do início da nossa cidade em 1554. E também ficamos felizes de ele vir até São Paulo, irá a Aparecida, que é o santuário de Aparecida, é o segundo centro de peregrinação religiosa do mundo. Teve o ano passado a presença de 11 milhões de pessoas no Santuário de Aparecida. É muito importante o turismo religioso, tem o aspecto evangelizador, o aspecto espiritual e tem também o aspecto social e econômico. E também a importância da Jornada Mundial da Juventude, eu sempre tenho dito que a lanterna dos jovens aponta bons caminhos estejamos todos atentos e espero que a Jornada Mundial da Juventude possa fortalecer ainda mais os valores de paz, de amor, de fraternidade entre os jovens do mundo todo.

ÂNCORA: Perfeito, governador o programa dessa semana fica por aqui. Uma boa semana, bom trabalho para o senhor e na semana que vem estaremos aqui com a nova edição do programa Conversa com o Governador Geraldo Alckmin. Muito obrigado, viu?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Muito obrigado, boa semana a todos.

VINHETA: Programa conversa com o governador.

Conversa com o Governador
201120122013201420152016201720182019

Ver também[editar]

Links externos[editar]