Conversa com o Governador - Transporte, logística, saúde, educação e tecnologia 20131203

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

ÂNCORA: Começa mais uma edição do programa Conversa com o Governador, o nosso encontro de todas as semanas com o nosso governador Geraldo Alckmin. Governador, foi boa a semana? Tudo bem com o senhor?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Muito bem, graças a Deus!

ÂNCORA: E vamos começar o programa da semana com uma notícia importante para a infraestrutura rodoviária do estado. Qual é essa notícia importante, Governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, a grande notícia é o início das obras da Asa Norte do Rodoanel Mário Covas, a maior obra de estrutura viária do país! Iniciamos as obras do Rodoanel Norte lá em Arujá, na região do Alto do Tietê e esse é o último Trecho do Rodoanel são 44 km de extensão, começa na Rodovia Dutra, na divisa de Guarulhos e Arujá, segue até o início do Trecho Oeste na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, em Perus, e a Rodovia Bandeirantes. Esse trecho abrange as cidades de Guarulhos, Arujá, Santa Isabel, Mairiporã, Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Cajamar, até Santana do Parnaíba. E nós, com o Trecho Norte, vamos ligar o mais importante aeroporto do país que é o Aeroporto Internacional de Guarulhos, inclusive uma ligação exclusiva de 3,6 km, então quem pegar o Rodoanel sai dentro do Aeroporto de Guarulhos sem precisar pegar as Marginais, uma ligação direta com o aeroporto, vai economizar muito o tempo das pessoas, o tempo de trajeto. Hoje quem sair, por exemplo, de Carapicuíba para ir para o Aeroporto de Cumbica, leva de uma 1h30 a 2hs, dependendo do trânsito, isso se não tiver nada mais grave, vai levar menos de 30 minutos. Então vai ajudar muito a logística, nós vamos tirar 17 mil caminhões por dia, que é o trânsito de passagem por São Paulo para ir para o Porto de Santos. E com o fechamento do Rodoanel Norte daqui a 36 meses, nós então chegamos a 175 km de Rodoanel Metropolitano, e fizemos uma grande economia: A obra estava projetada para custar R$ 5,1 bilhões e contratamos por R$ 3,9 bilhões, uma economia de R$ 1,2 bilhão, o que dá praticamente, 25% de economia.

ÂNCORA: Excelente notícia para começar o programa! Governador, agora a gente vai falar de saúde. Na última semana tivemos o lançamento de um programa muito importante para o tratamento e prevenção ao câncer. Eu gostaria que o senhor comentasse para os ouvintes, por favor!

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Exatamente! No dia 08 de março, no Dia Internacional da Mulher, nós lançamos a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, essa é uma das grandes notícias da área de saúde nos últimos tempos. É a maior rede de combate ao câncer do país, nós estamos investindo R$ 190 milhões neste programa para ampliar as unidades, hospitais que já oferecem tratamento de qualidade contra o câncer e ao mesmo tempo garantir acesso rápido para os pacientes. Vamos ampliar os serviços que já existem, modernizálos com novos equipamentos e construir novos serviços para todo o estado de São Paulo ser coberto pela Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer. Ela já nasce com 71 unidades integradas entre hospitais estaduais, municipais e filantrópicos. E 13 dessas unidades vão receber ampliação, adequação dos seus serviços. Outras 58 já funcionam dentro dos padrões e vão ser qualificadas pela rede. O programa também tem uma Central de Regulação Oncológica, responsável pelo monitoramento e o gerenciamento dos serviços da rede. Essa central vai funcionar aqui em São Paulo no ICESP, no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Se alguém precisar de um atendimento lá nas Barrancas do Rio Paraná, lá longe, o serviço de saúde entra em contato com a regulação oncológica funcionando 24hs, e verifica mais perto da casa da pessoa, o serviço adequado, gratuito pelo SUS e ao mesmo tempo de acordo com a complexidade do caso. Então uma grande conquista para a população de São Paulo para a Saúde Pública de São Paulo, porque é a segunda causa de mortalidade do nosso estado, no Brasil e no mundo todo é câncer, e é uma doença curável desde que tratada corretamente. Então esse trabalho fará a Rede Paulista a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer fará a prevenção, o diagnostico, o tratamento seja cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico.

ÂNCORA: Perfeito! Governador, quais as próximas regiões que vão receber investimento para a abertura de uma filial da Rede Hebe Camargo?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, agora em março já fica pronta a nova ala, o novo prédio do Hospital Heliópolis aqui na Capital, que já era um hospital cirúrgico e agora passa a ter também nessa ala nova, toda a parte quimioterapia e radioterapia, inclusive com os equipamentos mais modernos. É um investimento de R$ 66 milhões, isso vai atender a capital, mais um hospital para atender o câncer em São Paulo. Em abril, nós vamos entregar a referência para câncer na Baixada Santista, para o Litoral de São Paulo, que é no Hospital Guilherme Álvaro, com a nova ala de oncologia também. Hoje, o paciente de Santos tem que vir para São Paulo, aqui para o ICESP. Ele vai ficar lá mesmo na Baixada Santista com esse novo setor, nós vamos descentralizar o ICESP para o Hospital Guilherme Álvaro em Santos. Depois no Alto do Tietê, Mogi das Cruzes, no Hospital Luzia Pinho Melo e nosso Hospital Estadual de Guarulhos, nós teremos o serviço completo de tratamento do câncer. E depois, Osasco, também teremos o serviço completo com cirurgia, quimioterapia e radioterapia e vamos ampliando todo esse trabalho: Região Sudoeste do estado de São Paulo, a nossa referencia será à Santa Casa de Itapeva estamos fazendo importantes investimentos para a Santa Casa ser o suporte para a região Sudoeste do estado. Enfim, nós teremos em todo o estado de São Paulo, os hospitais referenciados, a rede paulista, a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, estruturada e a Central de Regulação que vai funcionar aqui, no ICESP, garantindo um atendimento gratuito, um atendimento humanizado e de muita qualidade com o protocolo do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o ICESP que foi eleito o melhor hospital do SUS do Brasil e que inclusive, é referência internacional. Portanto, uma grande notícia, uma grande conquista para a saúde do estado de São Paulo.

ÂNCORA: Sem dúvida! E, governador, por que a escolha de Hebe Camargo para batizar esse programa?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, o dia 08 de março é o Dia Internacional da Mulher, e as mulheres já conquistaram muito e precisam conquistar ainda muito mais. Quem ganha somos todos nós, é a sociedade! E é também o dia do aniversário da Hebe Camargo, que foi cantora, humorista, apresentadora, sempre disposta a ajudar as pessoas. Aqui no estado de São Paulo, toda campanha do agasalho, por exemplo, voluntariamente, sem ganhar absolutamente nada, estava Hebe Camargo para ajudar; campanha para evitar a venda e consumo de bebida alcoólica para menor de 18 anos, vinha a Hebe, sem querer absolutamente nada, disposta a ajudar, fazer gravações, colocar a sua imagem a serviço das pessoas, Não é? A Rainha da nossa televisão. Então é uma homenagem muito justa. Teve câncer, foi uma lutadora, uma guerreira. Então, eu acho que ela vai servir de estimulo à toda a nossa população e ser uma boa madrinha desse bom trabalho!

ÂNCORA: O senhor tem razão! Governador, agora vamos falar de boas notícias para a região de São João da Boa Vista. O senhor tem uma excelente notícia para o pessoal de lá, não é verdade?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Exatamente! Para São João da Boa Vista e para toda a região. Nós fizemos um estudo e esta era uma das regiões que não tinha universidade pública e gratuita, não tinha. Os jovens que quisessem fazer universidade pública e gratuita, teriam que sair da região. Então fizemos um bom entendimento com a UNESP, que é a nossa universidade estadual e foi instituído, criamos o campus, o novo campus da UNESP em São João da Boa Vista. Eu estive lá com o reitor da universidade, professor Durigan, lançamos lá a Pedra Fundamental do novo campus da UNESP, o 24º campus da UNESP do estado de São Paulo - nós já tínhamos 23 campi da UNESP e já começa engenharias. Duas engenharias, já abriu vestibular para Engenharia de Telecomunicações e no ano que vem, Engenharia de Produção. Enquanto constrói o campus, a engenharia está funcionando no prédio cedido pelo município. Então uma excelente notícia, o novo campus da UNESP, UNESP em São João da Boa Vista para atender os nossos jovens, possibilitar que eles façam a universidade pública, gratuita, de qualidade, dois cursos de engenharia em São João da Boa Vista. Criamos mais dois cursos na UNESP que já existem em Araraquara: Engenheira Química e Engenharia Bioprocessos. Ao todo, foram criados 11 engenharias no estado de São Paulo dentro do programa de expansão de cursos que assinamos com a UNESP. Liberamos um recurso a mais no ICMS e hoje no que mais falta são engenheiros, a engenharia é a profissão do desenvolvimento. Então criamos cursos de: Engenharia Civil, Engenharia Agronômica, Engenharia de Bioprocessos, Engenharia Química, Engenharia de Produção, Engenharia Ambiental, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Pesca, Engenharia Aeronáutica, enfim, foram 11 cursos criados a mais só na UNESP. A USP assumiu a Engenharia Química de Lorena, que passou para a USP, levou a Poli para a Baixada Santista, já está funcionando o novo curso de Petróleo e Gás, agora deve levar a Poli para a USP-Leste para EACH. Nós teremos lá Engenharia de Computação.

ÂNCORA: Ótimo! Governador, o senhor também esteve visitando a região de Rio Preto. E qual o anúncio feito lá?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Em Rio Preto, nós fomos a Neves Paulista. Em Neves Paulista, já começamos a obra do viaduto na rodovia SP-310, que é a Rodovia Feliciano Salles Cunha, e o acesso da cidade de Neves Paulista. Um novo viaduto, 12,4 milhões para a cidade de Neves Paulista poder entrar na SP-310 com segurança, tinha muito acidente ali naquele entroncamento, e mais a duplicação de um trecho de 1 km em frente à cidade que é onde acostuma ter mais acidente. Então, um grande benefício para a população.

Em seguida, nós fomos ao município de Jaci, na Festa do Milho, uma festa muito bonita! Aliás, uma das maiores festas do interior de São Paulo, tudo relativo ao milho: curau, pamonha, risoto de milho, pizza de milho, sorvete de milho, uma maravilha! 50 mil pessoas, jaci tem 5 mil e 500 pessoas, domingo na Festa do Milho vão 50 mil pessoas! E todo mundo vai porque sabe o que é que está por trás do milho, que é ajudar as pessoas que precisam mais. Todo aquele dinheiro vai para a Associação São Francisco que atende idosos, crianças, as pessoas com deficiência, dependentes químicos. Enfim, um trabalho de saúde social muito bonito do Frei Francisco que começou lá atrás, na década de 70 e vem fazendo um excelente trabalho! E liberamos R$ 500 mil para a Associação, para poder ampliar lá o trabalho em Jaci e também recursos para infraestrutura do município de Jaci.

ÂNCORA: Muito bem! A edição dessa semana do programa chegou ao final. Boa semana, bom trabalho e até a semana que vem com mais um conversa com o governador. Obrigado, governador Geraldo Alckmin!

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Muito obrigado, boa semana a todos!

Conversa com o Governador
201120122013201420152016201720182019

Ver também


Links externos