Discurso -Assinatura do Termo de Homologação da Transferência de Controle Acionário da Comgás à Cosan - 20122811

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura do Termo de Homologação da Transferência de Controle Acionário da Comgás à Cosan

Local: Capital - Data: 28/11/2012

GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, GERALDO ALCKMIN: Boa tarde a todas e a todos. Estimado presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Barros Munhoz; deputado José Aníbal, secretário do estado de energia; Dr. Rubens Ometto Silveira Mello, presidente do conselho de administração da COSAN; Dr. Luiz Domenech, presidente da COMGÁS; Dr. Luiz Henrique Guimarães, diretor superintendente da COMGÁS; Drª. Silvia Calou, diretora presidente da ARCESP; Dr. Marcos Lutz, diretor presidente da COSAN; Dr. André Lopes de Araújo, presidente da Shell Brasil; deputado Milton Flávio; diretores e colaboradores da COSAN, da COMGÁS; todos aqui os amigos, as amigas ligados ao setor de energia. Hoje é um dia histórico. O gás, desde a época dos ingleses do século 19, tá ligado ao desenvolvimento de São Paulo. Quando a COMGÁS, com outra razão social começou em 1872, a cidade de São Paulo tinha 31 mil habitantes, hoje tem 11 milhões, a Grande São Paulo 21 milhões, nós somos esta terceira mega cidade do mundo. E a COMGÁS teve um papel importante com outro nome do passado, depois a COMGÁS estatal, me lembro do Mário Covas, presidia o PED (Programa Estadual de Desestatização), o dia da privatização lá na bolsa de valores, e naquele momento a COMGÁS que passava para o setor privado, tinha... Ela atendia 20 municípios, hoje 71 municípios. Ela tinha menos de 300 mil clientes, hoje tem mais de 1,1 milhão de clientes. Ela tem sido um instrumento importante de desenvolvimento do nosso estado, e hoje um novo impulso, quando a COSAN adquire o controle acionário. Nós tivemos o mês passado em Itirapina. O Rubens Ometto, quando foi inaugurado os maiores terminais da rumo logística, os mais modernos do mundo para operação, transporte e toda área do setor sucroenergético, especialmente de açúcar; e hoje aqui no gás natural. A Bacia de Santos, agora o pré-sal, nós teremos aí grandes oportunidades e o gás natural é uma energia limpa e tem um papel importantíssimo para o parque industrial, melhora a qualidade final dos produtos, muitos setores industriais dependem do gás natural, seja para qualidade final, seja para custo, o conforto das famílias e a sua segurança. Então nós ficamos muito felizes com esta união de uma empresa, como é a COMGÁS, que tem uma história de excelência e a COSAN, essa grande empreendedora. O Barros Munhoz tem razão em relação ao Rubens Ometto. Um dia desses amigos piracicabanos falam da dificuldade do 15 de Piracicaba. Eu falei: Olha, convide o Rubens Ometto, que aí vai, viu? Mas quero agradecer aqui ao José Aníbal. O setor é tão importante, mais tão importante para o Brasil, para o desenvolvimento, para vida das pessoas, que nós que encerramos várias secretarias, criamos uma, Secretaria de Energia, para que se tenham um foco, uma tensão, um trabalho muito especial e fomos buscar alguém da experiência e da capacidade do trabalho do José Aníbal, que aqui eu quero agradecer e a Drª. Silvia. Aliás, esse é uma área que as mulheres mandam, por isso vai bem. Por que a presidenta da COMGÁS era a Ieda. Ieda Gomes. Era presidente da época da privatização. A ex-presidente da ARCESP era a Carla Bertocco, que hoje preside a ARTESP, outra agência importantíssima e a Drª. Silvia, a ARCESP. A Fernanda diretora também. As mulheres tão procuradoras estão tomando conta do setor. Um amigo um dia desses brincou que nós vamos ter que criar o dia dos homens. Sabe qual vai ser o dia? Dia de todos os Santos. Mas quero cumprimentar aqui o Rubens Ometto, abraçar todos vocês. A COSAN agora com a COMGÁS é uma nova chama para fortalecer o desenvolvimento do Brasil e de São Paulo, para trazer mais conforto para as famílias paulistas. Bom trabalho.