Discurso - 8º Prêmio Mario Covas - 20121005

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso no 8º Prêmio Mario Covas

Local: Capital - Data: 10/05/2012

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR: Deputado Davi Zaia, secretário de estado de Gestão Pública; deputado Bruno Covas, secretário de estado do Meio Ambiente; chefe da Casa Civil, secretário Sidney Beraldo; secretários Lourival Gomes, Carlos Martins, Mônica Bergamaschi, Antônio Ferreira Pinto, Rony Almeida, Júlio Semeghini, Mário Covas Neto; a [ininteligível] representando a toda ação Mário Covas; prefeito de Botucatu, João Cury; tupi paulista, João Carlos Ferracini; secretários adjuntos; presidentes de empresas; fundações; autarquias; comissão jogadora; nossos apoiadores. Mário Covas está muito feliz, porque acabou o jogo da Libertadores e foi oito a zero. Santos venceu o Bolívar. Oito a zero, isso é que é... Deveria receber um prêmio de excelência, né?. Mas dizer da alegria que nós redobrados. É o oitavo ano e cada ano aumenta o interesse. Esse ano quase 300 trabalhos, não é issoTadeu? 299 trabalhos. 25% a mais. Inclusive com duas premiações novas: Gestão Estadual, Projetos Inovadores. Melhorar a gestão, melhorar a eficiência. Gestão Municipal, avaliada pelo Cepam. Trabalho em Redes, Cidadania. Projetos oriundos da população, Prêmio Popular. Nada melhor que ouvir a sociedade para fazer a premiação, além da comissão julgadora. Então nós ficamos muitos felizes. Se a gente quiser melhorar a saúde, gestão; quer melhorar a educação, gestão; quer melhorar a segurança, gestão. Todas as áreas, quase tudo, a gestão sempre dá para dar um avanço a mais. E a outra, inovação, coisas novas, criação, por aí para a criatividade, bons projetos. Eu estava agora conversando com o ex-governador de Sergipe, João Alves, e nós estávamos comentando sobre ensino à distância. Então, imagina-se que em dez anos mais da metade dos alunos de ensino superior do mundo estudarão pela rede de computadores. Impressionante, isso é tecnologia de informação procurando expandir e melhorar inclusão através de modernas técnicas de gestão. E eu deixo aqui uma sugestão Davi Zaia, para você, para toda a ação Mário Covas, para os organizadores: é a gente criar mais um prêmio, que é economia. Eu acho que é um conceito novo de ética. Ética não é só não roubar e não deixar roubar – isso é obrigação, isso é carácter. Ética é eficiência. Se você não faz mais com o dinheiro que tem, o novo conceito de ética é eficiência, e é interminável o que dá para a gente melhorar em eficiência. Hoje eu estava vendo, um hospital nosso, o hospital de Franco da Rocha pagava R$ 100 mil de conta de luz, porque ele tinha uma demanda maior do que efetivamente gastava e você paga pela demanda que você pede, mesmo que não gaste. Então renegociou o contrato. Esse mês veio a primeira conta do contrato renegociado. Baixou de R$ 100 mil para R$ 60 mil. 40 mil por mês de economia num hospital. Meio milhão por ano. Imagine o que dá para fazer de economia? Por isso que o Brasil tem quase 40% de carga tributária, carga tributária de um país da Escandinávia. Serviços públicos muito deficientes. É gestão, gestão, eficiência. E acho que dá para fazer uma grande encomia para poder investir onde a gente mais precisa. Então fica aqui uma sugestão: Prêmio Economia, eficiência no gasto público. Onde é que a gente detecta que dá para poder apertar, cortar, para poder fazer mais. Antes eu quero dizer que o Mário Covas nos deu um grande exemplo de gestão. O Estado de São Paulo só abaixou imposto e esse ano deve investir R$ 20 bilhões. O Estado só reduziu carga tributária. Essa semana mesmo, reduziu para sapato, bolsa, couro, todo o setor coureiro calçadista para 7% o ICMS e a dívida do Estado, que era duas vezes... 2,2 vezes a receita quantia líquida, hoje é 1,4. Nós estamos negociando com o Governo Federal um espaço fiscal de dez bilhões de novos financiamentos em razão deste ajuste do Estado. Temos grandes desafios na questão da prestação do serviço público. Nós temos que ter a humildade de reconhecer que os nossos serviços públicos estão muito longe daquilo que a população efetivamente espera do Governo, nós temos um longo caminho ainda a percorrer e só vamos fazê-lo com criatividade, com estímulo, estimulando as pessoas a que nos apresentem bons projetos para a gente poder avançar mais. Por isso, um grande abraço e vamos à premiação.