Discurso - Abertura da APAS 2012, 28º Congresso e Feira de Negócios em Supermercado - 20120705

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso da Abertura da APAS 2012, 28º Congresso e Feira de Negócios em Supermercado

Local: Capital - Data: 07/05/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa tarde a todas e a todos. Estimado João Galassi, presidente da APAS, sua esposa Dona Virgínia, Dona Angelina, sua mãe. O deputado Barros Munhoz, presidente da Assembleia; ministra Tereza Campello, ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Deputados, Guilherme Campos, Walter Hiroshi. Orlando Morando, que é vice-presidente da APAS; Célia Leão; secretários de Estado, Andrea Calabi, Davi Zaia, Mônica Bergamaschi, Aparecido Bruzarosco. Secretário da Agricultura Familiar do Ministério, Laudemir Muller; secretário do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, representando nosso prefeito Gilberto Kassab. Prefeito Eduardo Cury; João Carlos de Oliveira, [ininteligível],Carlos Eduardo Severini, José Nogueira, [ininteligível], Álvaro Furtado, José Paes, [ininteligível], Armando Peralta. Eu não sei se vocês conhecem a história de um prefeito do interior que fazia muitas citações? E o governador na época estava com pressa, então chamou o prefeito e falou: Olha, faça uma economia processual. Você sempre só faça duas citações. Vai numa escola: professores e alunos. No hospital: profissionais de saúde e pacientes. Vai num local com muita gente: senhoras e senhores. Duas. Ganhar tempo. Economia processual. Está bom. Passado uns meses houve uma solenidade no cemitério municipal e o secretário trouxe aquele pacote de fichas, ele guardou, pensou, pensou: Meus conterrâneos e meus subterrâneos. Amigas e amigos, dizer da alegria de estarmos juntos novamente, neste congresso, que é um elo maior do Brasil, o maior da América Latina e hoje o maior do mundo, que mostra a excelência do trabalho de um setor que é campeão em termos de emprego, é campeão em crescimento, campeão em qualidade, para nossa população. É com grande alegria, [ininteligível], que a gente participa aqui da APAS, Dr. Calabi está aqui conosco, nós fizemos um diferimento de todas as vendas que ocorrerem aqui, imagino isso perto de R$ 5 bilhões de negócios. O deferimento de 30 dias para recolhimento do ICMS estadual. Entendo que a questão transitaria, ela é uma das questões importantes, nós temos uma tríade difícil no Brasil, impostos, juros [ininteligível] que dificulta, né, o crescimento, poderia ser o crescimento, o dobro do crescimento que nós vivemos, e cada um precisa ajudar no sentido de fazer a sua parte. Nós reduzimos o ICMS há anos atrás: pão, biscoito, macarrão, é tudo zero aqui em São Paulo. E em relação a questão ambiental, importante ter uma cultura de descarte correto, se o mundo inteiro tivesse o consumo norte-americano, estava quatro planetas Terra. Então, vamos dar também a nossa colaboração, o secretário da Fazenda vai verificar a hipótese de nós termos um diferimento de ICMS, aquele saco do lixo, o saco preto, que é o saco ambientalmente correto para o descarte adequado dos resíduos do Estado de São Paulo. Queria, também, destacar a importância da questão da qualificação profissional, nós vivemos em um outro mundo, né, no tempo da vovó, da titia, as mulheres tinham quatro, cinco profissões, hoje as mulheres estão em todas as profissões, estão extremamente presentes no mercado de trabalho, esse é um setor que só aqui em São Paulo tem mais de trezentos e vinte mil empregos, cuja maioria são mulheres, e nós estamos com a APAS em Campinas, construindo uma Fatec e terá um curso de nível superior de Tecnólogo na questão da gestão de supermercadista, e também estudando Via Rápida, que são cursos de 80h, 110h, são cursos mais rápidos de qualificação profissional. Queria também destacar, também colocado pelo Marcos Munhoz, a questão do apoio a agricultura, estamos chegando de uma feira, também a terceira do mundo que é o AgriShow, deve movimentar um valor recorde esse ano em Ribeirão Preto, e reduzimos os juros para compra de máquinas agrícolas para os pequenos e médios agricultores, juro zero, sem correção monetária, ou seja, juro negativo, dois anos de carência, seis anos para pagar. Tratores, até tratores cabinados e implementos agrícolas até cento e cinquenta mil reais, melhora a produtividade, melhora a eficiência, melhora a renda na agricultura e ajuda a segurar os preços de alimentos que é muito bom para o país. Quero trazer um grande abraço, aqui são todos craques, todos Neymar, né, João? João está meio abalado. Ô, João [ininteligível], não fique triste, viu? O João é do Guarani. Quando o Santos perdeu para o Barcelona, eu estava em Presidente Prudente, o pessoal para dar um agrado para o governador, então montou televisão, montou telão, chamou a região inteira para assistir o jogo, aí acabou o jogo, todo mundo muito triste, aí eu falei: “Amanhã, decreto luto oficial, bandeira a meio palmo”. Aí, o sujeito corintiano lá gritou: “E é por quatro dias, hein? Quatro!”. Nós vamos fazer um decreto aí de feriado estadual, né, pelo ano do peixe. Mas nós viemos trazer um grande abraço, parabéns.

Bom trabalho a todos.