Discurso - Anúncio da expansão do projeto de reestruturação do Detran.SP - 20122310

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Anúncio da expansão do projeto de reestruturação do Detran.SP

Local: Capital - Data: 23/10/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia, a todas e a todos! Estimado presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Deputado Barros Munhoz; Deputado Júlio Semeghini, Secretário do Estado de Planejamento e Desenvolvimento Regional; deputados aqui presentes; o Geraldo Vinholi, prefeito eleito de Catanduva; Coronel Edson Ferrarini; Carlão Pignatari; Daniel Annenberg, nosso responsável coordenador do DETRAN; Cibele Franzese, Secretária Adjunto de Planejamento; Dr. Mendes Júnior, Secretário Adjunto da Casa Civil; Coronel Camilli, Subcomandante da Polícia Militar; Dr. Dirceu Jesus Urdiales, Delegado Divisionário de Polícia; a Vera Melo, ouvidora do DETRAN; prefeita de Miracatu, Adeia Moreira; de Catanduva , Afonso Macchione; Lobbe Neto, nosso deputado, presidente do CEPAN; Magnelson Carlos de Souza, presidente da Federação Nacional das Autoescolas e Centro de Formação de Condutores; Francisco Castro Pereira, presidente do Sindicato dos Despachantes Documentalistas do estado; Gilberto Almeida Santos, presidente do Sindicato dos Mensageiros, Motociclistas e Ciclistas de São Paulo; diretores e parceiros do DETRAN; sindicatos; amigas; amigos. Nós estamos encaminhando ao presidente da assembleia, e quero agradecer aqui as palavras do Barros Munhoz, o projeto de lei criando a Autarquia. O DETRAN fazia parte da Secretaria de Segurança Pública da Polícia, nós transferimos, tiramos a Segurança Pública, passamos para a Secretaria de Planejamento, e padrão Poupatempo. Já liberamos 403 policiais civis para se dedicarem a sua tarefa fim, que é polícia investigativa e polícia judiciária. Então, 403 já foram devolvidos, e vamos devolver mais 935, então a Polícia Civil vai ganhar mais 1.338 policiais civis, alguns que estavam em tempo integral conosco, outros em tempo parcial, para poder reforçar a polícia investigativa e polícia judiciária. E o novo DETRAN, estamos mandando o projeto de lei criando a autarquia que vai dar mais agilidade, independência administrativa e financeira, e ter o seu quadro para poder prestar o serviço do padrão do Poupatempo, rápido, eficiente, o máximo possível, eletrônico, as pessoas não precisarem nem ir até ao DETRAN, e já começamos com sete, duas na capital, Armênia e Interlagos, não é? Armênia e... Aricanduva. Perdão. Interlagos e Aricanduva. E Armênia, a primeira fase, dezembro nós vamos inaugurar já as novas instalações de Armênia. São Bernardo, aqui, na região metropolitana, Guarulhos também já inaugurado, Americana, Aparecida e Limeira; sete. E vamos entregar mais 49 novas unidades: Miracatu, agora em novembro, e ainda, até o fim do ano, primeira fase da Armênia, Suzano, Indaiatuba, Miracatu e Cajamar. E depois, 49 já no início do ano que vem, e todas as grandes cidades de São Paulo. Queria agradecer aos prefeitos, porque eles estão nos cedendo gratuitamente o prédio, ou alugando o prédio, reformando o prédio, até nos ajudando, também, com funcionários para o novo trabalho. E o nível de aprovação. O Barros citou aqui as pesquisas, todo o candidato queria ter um IBOP 95% de aprovação, não é? E mostra que a população está gostando da eficiência do trabalho. Aliás, aqui tem um bom exemplo, o jovem que tirou a carteira de habilitação, ele depois de um ano, se não bateu o carro, não cometeu infração, não aprontou nada, ele recebe a definitiva. Então, como é que era? Ele tinha que após um ano ir três vezes ao DETRAN, ir lá, gastar dinheiro, pegar ônibus, ou pegar o carro, tinha que ir três vezes lá, e depois ir ao banco para fazer o pagamento da taxa. Se ele não teve nenhum problema nesse um ano, ele vai receber uma cartinha em casa, dizendo “Parabéns, você tem direito a CNH definitiva. Recolha a taxa pela internet e receberá a carteira pelo correio em casa”. Não precisa ir nenhuma vez no DETRAN, ele é comunicado, automaticamente, que ele foi um bom motorista naquele um ano, que tem direito a CNH definitiva, não vai no DETRAN e recebe a carteira em casa. Então, nós já estamos hoje com 19 serviços, e queremos o máximo possível esse trabalho de forma eletrônica, para as pessoas nem precisarem sair de casa. O nosso Steve Jobs, que é o Júlio Semeghini, já está a campo aí como o nosso presidente do DETRAN, e nós vamos fazer o mais rápido possível esse trabalho. Nós somos servidores públicos, temos o dever de prestar serviço público de qualidade, rápido, eficiente; as pessoas tem direito a serem bem atendidas, ganhar o tempo das pessoas, corrupção zero. Aliás, a corrupção existe onde os serviços não funcionam, que aí tem que dar o “jeitinho”. Onde as coisas são transparentes, rápidas, afasta tudo isso. Autarquia também já vem com a auditoria para poder ter controle absoluto desse trabalho e prestar um bom serviço. E nós estamos falando de vinte milhões de motoristas. Quantas carteiras nós tivemos esse ano? Último mês, quanto? 492 mil carteiras emitidas em um mês. É impressionante! 492 mil carteiras emitidas em um mês. Aliás, a frota de São Paulo que era de 12 milhões, estava vendo ali, está chegando em 24 milhões, dobrou em dez anos. E é muito importante esse trabalho, porque é a terceira causa de morte no mundo inteiro, não é só aqui, a primeira é coração e grandes vasos, a segunda é câncer e a terceira é causa externa. Não é doença, é causa externa. E a primeira em São Paulo era homicídio, de causa externa, era tiro, homicídio. Nós perdíamos por ano 13 mil pessoas mortas por homicídio. Reduziu para 12, 11, 10, nove, oito, sete, seis, cinco, ano passado foi 4,4 mil. Nós tínhamos 35 homicídios por 100 mil habitantes, hoje é dez. Então, a primeira causa, hoje, externa de morte é acidente rodoviário, motocicleta, carro, atropelamento, rodovia, é urbano, é trânsito. Então, esse trabalho de educação para o trânsito, orientação, ele também é uma vacina sob o ponto de vista de saúde pública. Mas enfim, encaminhada a Assembléia Legislativa, está em ótimas mãos. O Barros Munhoz é um grande presidente da Assembléia Legislativa, um grande parceiro do desenvolvimento de São Paulo. Acabou de aprovar a Assembléia, a semana assada, projeto de R$ 2 bilhões de financiamento para nós ampliarmos mais rapidamente metrô e trem aqui em São Paulo. Agradecer ao “xará”, o Geraldo Vinholi, o Carlão Pignatari, Coronel Ferrarini, a equipe do Júlio, toda equipe do Júlio, toda equipe do DETRAN. E vamos ao trabalho! Muito obrigado!