Discurso - Assinatura de Acordo de Cooperação Técnico - Educacional entre o Centro Paula Souza e a Companhia de Bebidas das Américas - Ambev - 20121409

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso na Assinatura de Acordo de Cooperação Técnico - Educacional entre o Centro Paula Souza e a Companhia de Bebidas das Américas - Ambev

Local: Capital - Data: 14/09/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia! Quero cumprimentar Victório De Marchi, Presidente do Conselho de Administração da AMBEV; Professora Laura Laganar, Superintendente do Centro Paula Souza; Ruan Carlos Dans Sanchez, Coordenador do Ensino Técnico, Tecnológico e Profissionalizante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia; Clara Magalhães, nossa coordenadora do programa Via Rápida Emprego, do Centro Paula Souza; Joaquim Saraiva de Almeida, Presidente da Abrasel – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes; diretores e coordenadores do Centro Paula Souza; colaboradores da AMBEV; alunos do nosso programa Via Rápida Emprego e do Curso de Hospitalidade, e Técnico de Cozinha, da nossa ETEC; amigas e amigos. É uma alegria nós assinarmos hoje esse convênio que vai levar aos nossos alunos do Via Rápida, das Etecs, esse curso, as apostilas, curso eletrônico, levando a consumo responsável. A gente tem verificado que os adolescentes estão bebendo cada vez mais cedo, 17 anos, 16, 15, 14, 13 anos, 12 anos, e isso é muito ruim para a saúde dos jovens. E por isso aprovamos uma lei na Assembleia Legislativa que diz o seguinte: Olha, proibida a venda, isso já era, lei federal, mas em São Paulo, além de ser proibido a venda, é proibido o consumo por menor de dezoito anos. Que antigamente um dono de posto de gasolina, de bar, dizia: “Olha, eu não vendi, ele trouxe a bebida”. Então, ele é responsável também pelo consumo, não pode vender e não pode permitir o consumo. Depois a separação do refrigerante da bebida alcoólica, então tem que ter separado o self service, bebida alcoólica tem uma mão dizendo: proibido para menor de dezoito anos de idade. E as redes de supermercados ainda fizeram um software que quando passa bebida alcoólica, trava. Então, verifica se é menor de dezoito anos, não vende. Se tem dúvida pede a carteira de identidade. Tenho um amigo que é barman e ele muito brincalhão falava: “vê se tem umazinha”. Eu falei: “Tem cinco, mas eu para fazer um agrado peço identidade”. Todo mundo gosta, né? Mas, o fato é que todo esforço para evitar. E nós precisamos do apoio das famílias porque a maioria dos casos de consumo precoce de álcool começa dentro de casa, então é importante os pais, os pais ficarem vigilantes. Olha, menor de dezoito não pode. E os amigos também, menor de dezoito. E por que é que não pode? O cérebro, ele tem o chamado cérebro cognitivo cortical, que é o cérebro do raciocínio, da inteligência, dos problemas, e tem dentro desse cérebro um cérebro emocional, são as chamadas estruturas líbicas, sistema líbico, o cérebro emocional. As moléculas do álcool, isso vale também para o cigarro, elas provocam uma sensação gostosa, uma sensação de euforia, uma sensação de prazer, então isso grava no sistema líbico, e aí a pessoa quer repetir aquela sensação, é química. Então, você grava ali na memória uma coisa boa, aí quer repetir aquela coisa boa. Por exemplo, como é que uma pessoa que é fumante deixa de fumar? Como é que você faz o tratamento? Você pega a nicotina, que é uma substância química, e põe no adesivo; 40 miligramas de nicotina. Aí, a pessoa não fuma, mas o cérebro dá uma enganada nele, ele acha que fumou. Você, uma semana depois reduz para 30.


Depois de uma semana reduz para 20, depois para 10, e assim vai até parar, mas é a memória que fica pela ação da molécula, substancia química. Isso vale até para remédio, é muito usado em medicina Dolantina e Morfina em casos de muita dor, então era comum, por exemplo, em insuficiência vascular a pessoa não tem... O pé não está irrigado, doenças vasculares graves, aí necrosa aí a pessoa vai morrer, então, se amputa a perna. Amputa a perna e dói muito o pé que não existe, chama dor no membro fantasma, ou seja, você não tem mais a perna, mas o pé dói barbaridade, porque contínua no cérebro a área correspondente ao pé, contínua a dor é sempre no cérebro, nunca no pé, sempre no cerebral. E aí aquele coto até cicratizar, as mensagens continuam subindo e a pessoa sente uma dor alucinante no pé que não existe mais, então você faz Morfina, o que acontece com a molécula da Morfina sensação de? Prazer! Aí a pessoa fica dependente da? Morfina, dependente da Morfina é comum isso, dependente do analgésico, [ininteligível]. Dolantina quem já foi operado sabe que você vai centro cirúrgico, assim meio desligado uma sensação para relaxar, para tirar o stress é uma sensação agradável. Por isso que menor de 18 anos não pode permitir o consumo, porque a possibilidade de ele ter alcoolismo, de ele na idade adulta passar a ter um consumo irresponsável é muito alta, então todo esforço! E aí, os nossos alunos e os nossos professores é melhor meio que a gente pode Trabalhar! Educar vem do duco do latim que é como se conduzir em sociedade! Decorar os rios da margem esquerda ou da margem direita do Rio Amazonas, os afluentes do Amazonas, isso é instrução, educação é muito mais do que instrução! Tem pessoas muito instruídas, que não são educadas e, pessoas poucas instruídas que são muito educadas! Então a educação é você ter conduta em sociedade adequada, e aí o consume responsável que é bom em dose dupla, porque é bom para própria pessoa e bom para sociedade! E conscientizar culturalmente, olha menor de 18 anos, não pode! E aí é um esforço grande que nós... E o Centro Paula Souza, Vitoria, é o melhor parceiro que a gente pode ter, porque a menina dos olhos do governo do estado de São Paulo é o Centro Paula Souza! O pessoal só tem... Só tem Neymar, lá, só tem craque, todos Neymar, não é? Romarinho, Valíivia, Luiz Fabiano, enfim, mas só tem craque! O Via Rápida é uma maravilha são cursos aí de 80hs, 100hs qualificando rapidamente o mercado de trabalho. As Etecs são top, nós temos o melhor Ensino Técnico da América Latina. As Fatecs, os nossos tecnólogos também, então, começamos com o que a de melhor no sentido de uma boa parceria com Ambev. O setor produtivo da indústria quanto o setor serviços tem sido grandes parceiros nosso nesse trabalho, a as famílias, não é? Qual pai, a mãe, o avô ou avó que não fica preocupado com o jovem em fim de semana, não é? Os nossos jovens correm risco de vida: quinta à noite, sexta à noite, sábado à noite é muito importante à gente conscientizar para a vida e a saúde da nossa juventude. Parabéns pela parceira, vamos ao trabalho!