Discurso - Assinatura de Autorizo para construção de 1.317 UHs da CDHU e Anúncio de construção de mais 3.160 UHs em parceria com o Governo Federal e do início das obras do Sistema de Esgotamento Sanitário da Bacia de Pararangaba - 20121108

De Infogov São Paulo
Revisão de 09h48min de 22 de agosto de 2012 por Natalia.fransilva (discussão | contribs) (Criou página com ''''Transcrição do discurso na Assinatura de Autorizo para construção de 1.317 UHs da CDHU e Anúncio de construção de mais 3.160 UHs em parceria com o Governo Federal e do …')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso na Assinatura de Autorizo para construção de 1.317 UHs da CDHU e Anúncio de construção de mais 3.160 UHs em parceria com o Governo Federal e do início das obras do Sistema de Esgotamento Sanitário da Bacia de Pararangaba

Local: São José dos Campos - Data: 11/08/2012

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Esse pessoal de São José é muito alto né? Saudar aqui nosso prefeito anfitrião Eduardo Cury, deputado Edson Giriboni, secretário de Estado de Saneamento e Recurso Hídricos, deputado federal Emanuel Fernandes, fez um belíssimo trabalho conosco na Secretaria do Planejamento, tá fazendo falta porque ele teve que sair, caiu a arrecadação, o Hélio Nishimoto, nosso deputado estadual, Dr. Marcos Benito, secretário Adjunto da Habitação, Antônio Carlos do Amaral Filho, Presidente da CDHU, Luís Paulo de Almeida Neto, diretor de sistemas regionais da Sabesp, Dr. Oto Elias Pinto, superintendente regional da Sabesp, Chesto, nosso gerente regional da CDHU, Coronel Custódio Alves de Barreto Neto, comandante aqui do CPI-1, o José Luís Goulart Botelho, diretor regional do SindusCon-SP, secretários municipais, presidentes e representantes de entidades de classe, emito uma saudação afetiva, aqui ao Mário Ottoboni, fiquei muito feliz de revê-lo.


É uma alegria estar em São José hoje, assinando aqui os 1.317 apartamentos que as obras já começam semana que vem e devem estar prontas em 15 meses, 1.317 apartamentos, se a gente imaginar cinco pessoas de cada família, dá quase uma cidade de quase sete mil habitantes que passam a realizar o sonho de casa própria, e não é fácil, São Paulo é o único estado, isso é um orgulho que nós brasileiros de São Paulo podemos ter, orgulho justo, dos 27 estados da federação, só tem um, que não deixa ninguém pra trás, que quem ganha um salário mínimo pode ter a sua casa própria, nós colocamos 1% de ICMS só pra habitação, dá um torno aí de, a CDHU tem um orçamento de mais de 1,5 bilhão por ano, no estado para habitação popular, garante casa para as famílias de menor renda e gera muito emprego, porque a cadeia da construção civil ela é muito longa, então gera muito emprego, e aqui uma boa parceria com a Prefeitura de São José, quero agradecer ao Eduardo Cury porque os dois terrenos a Prefeitura que deu, então ela comprou, adquiriu nos deu o terreno lá no Residencial Autos de Santana, na região norte, são 744 unidades e deu também no terreno do Residencial Tom Jobim lá no Putim, também terreno doado pela Prefeitura. Os apartamentos, colocou bem aqui o nosso secretário de Habitação: piso cerâmico, azulejo até o teto, medição individualizada de água, energia solar, a conta de luz muito mais barata, áreas acessibilidade pras famílias com pessoas deficiência, apartamentos têm barra, porta mais larga, totalmente adaptado, paisagismo, áreas de uso comum, quadras poliesportivas, playground, enfim, apartamentos novinhos super bem feitos e além desses 1.317, 2.000 unidades praticamente já estão acertadas as áreas, e aprovação com a Prefeitura questão da lei do de uso e zoneamento do solo, nós assinamos um convênio com a presidenta Dilma, pra 100 mil unidades no Estado de São Paulo, "Minha Casa Minha Vida" ou a nossa Agência Paulista, Casa Paulista, R$ 65 mil, iniciativa privada, cidades grandes, São Paulo, São José, Campinas, você comprar o terreno, fazer a infraestrutura, construir o apartamento, tudo por R$ 65 mil, você não consegue então ia fazer casa em cidade pequenininha e as regiões metropolitana, onde a demanda e maior não ia conseguir fazer, então nós pusemos a fundo perdido, não é empréstimo, a fundo perdido, R$ 20 mil por unidades, ajudando a viabilizar então esse convênio Casa Paulista e Minha Casa Minha Vida, nós temos aí mais R$ 3.000 e tantas unidades pra gente chegar aí a 5.000 unidades e depois o saneamento básico.


Eu me lembro quando eu fui prefeito, nós tivemos aqui na região, três fases: uma fase que era poluição de indústria e de esgoto, você tinha as duas até ao mesmo tempo, depois a indústria se adaptou mais rápido, a ação firme da Cetesb, órgãos de fiscalização eles “pá”, aí viemos a fase que era só esgoto sanitário, cidade como são José, o Emanuel lembrou aqui, tratava 3%, Taubaté e Tremembé, zero, e avançamos; São José, em 2014, agora já, em 24 meses será uma cidade 300%, uma cidade saudável, 100% de água tratada, água de qualidade, 100% de esgoto coletado, e 100% do esgoto tratado. Poucos dos 5.600 municípios brasileiros, os pequenininhos é mais fácil, mas grandes cidades eu acho que não tem 20 no Brasil, não tem 10 no Brasil que sejam 300% e o Rio Paraíba ele tá oxigenado em toda a sua extensão, desde a represa de Paraibuna quando se une o Paraitinga e o Paraibuna pra formar o Paraíba do Sul, até quando sai do Estado de São Paulo, nós ganhamos 10 vezes a oxigenação em 10 anos no Rio Paraíba do Sul, aliás, nós estamos fazendo o controle dos rios de São Paulo mensal, pus lá na minha mesa de trabalho, tem o controle mensal, alto Tietê, médio Tietê, baixo Tietê, todas as principais bacias hidrográficas do estado Paraíba do Sul é a que melhor responde. Aliás, me disse o Eduardo Cury que aqui todo mundo é torcedor do peixe, não sei se é verdade, do peixe da fauna né?


Mas dizer a alegria de estamos juntos aqui nessa grande obra, uma obra, diz que asfaltar rua é administrar pro automóvel, administrar pro ser humano é saneamento básico, é garantir água, 70% do corpo humano é água, um bebezinho 80% é água, a gente vai ficando mais velho vai ficando mais enxuto. E duas obras aqui, uma importante, nós estamos lança essa semana o edital. Embraer/Tamoios, 10,5 milhões a ligação de Embraer com a Rodovia Tamoios, e a outra, convênio com a Prefeitura, uma parceira com a Prefeitura, a ligação via norte estrada Jaguari, vai beneficiar, são dois quilômetros de uma nova via no bairro Alto de Santana, uma nova via, parceira com a Prefeitura. Mas quero aqui agradecer, agradecer ao Eduardo Cury, prefeito grande e um grande prefeito, um amigo, um grande parceiro aqui em São José dos Campos, agradecer aos nossos deputados o Emanuel, me honrou duas vezes participando do governo, agora está cedido provisoriamente aí pra São José e pra área federal, o Hélio Nishimoto, nosso grande parceiro na Assembleia Legislativa, o Giriboni nosso secretário de Saneamento, o Giriboni é da Poli, engenheiro formado pela Poli, esse pessoal da Poli e do Ita têm muita disputa. Então, um dia desses um formando pela Poli falou pro Emanuel "olha, você é da segunda melhor escola de engenharia do país, o Emanuel respondeu: É, mas eu entrei nas duas viu?”.

Escolheu, escolheu São José, prova de inteligência né? Saudar aqui, agradecer aos nossos companheiros da habitação, o Amaral e o Penido, Silvio Torres, aqui também representado pelo Penido, o Chesto da CDHU, o pessoal aqui da Sabesp a Dilma Pera vinha conosco, mas ficou em Campinas num evento que nós estávamos lá, mas trazer um grande abraço aqui. Nós, vale paraibano, somos sempre generosos né? Por que nós estamos ajudando do Rio de Janeiro, porque o Rio bebe água Paraíba, é o Guandu, nós estamos melhorando a água; estamos ajudando os mineiros, estamos fazendo 100% de esgoto em Campos do Jordão e Campos do Jordão não é da bacia do Paraíba, ele é da bacia do Sapucaí, do outro lado.


Infelizmente a Libertadores acabou com a minha história, porque eu contava uma história, o seguinte, lá por Sorocaba, quer dizer, o Rio Sorocaba deságua aonde? Deságua no Tietê. Tietê deságua aonde? Deságua no Paraná. Paraná se une a quem? Ao Paraguai. Forma a bacia do Prata. Aí chega em Montevidéu. Onde o Santos venceu o Penãrol e foi campeão da Libertadores. Daí o Corinthians virou campeão da Libertadores acabou a minha história, né?

Grande abraço a todos.