Discurso - Assinatura de convênios com Jandira 20162906

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura de convênios com Jandira

Local: [[]] - Data:Junho 29/06/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: É uma grande satisfação estar aqui com o nosso prefeito, o Gê, prefeito de Jandira; Carita, né, a Caritas, Caritas Benites; estar com o secretário municipal do governo, o Paulo Rogério Bittencourt; o Fábio Guimarães, secretário municipal de Saúde; o Robson Caldatto Trindade, secretário municipal de Receita; José Teotônio Sobrinho, secretário de Cultura; Walter Ribeiro, de obras; Wesley Teixeira, de esportes; o vereador Marcelo Marques de Souza; vereador João Valentim da Silva; vereador Júlio Eduardo de Lima; vereador Luiz Antônio Soares; vereador Ney Custódio de Souza. Acho que deu quórum, né? A Marta da Silva Moscão, chefe de gabinete; o Pedro Osório, vice-presidente do Conselho de Pastores; o Gilson Rodrigues de Souza, pastor da Renascer em Cristo. Enfim, todas as amigas, os amigos aqui de Jandira, os nossos deputados federais, a Bruna Furlan, o Silvio Torres, o Gil Lancaster. Cadê o Gil que eu não tô...? Ah, não chegou ainda. Cumprimentar o... A Maria Cristina está aqui? Maria Cristina de Oliveira do grupo técnico de edificações e a Secretaria de Saúde, arquiteta responsável, o Vreja. Está aqui, já recebemos aqui o Diário da região. “Alckmin e Gê assinam convênio para a construção do hospital”.

[Aplausos].

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Eu gosto do diário da região porque sempre a foto deles é melhor que a original. Dizer da alegria de recebê-los, nós estamos assinando hoje um passo importante, são quase R$ 900 mil que vamos assinar o convênio com a prefeitura de Jandira para uma grande obra que é a construção do hospital com 4.800 metros quadrados de área construída. Hoje há muita exigência técnica, né? Antigamente ia fazendo os puxadinhos, né, vai meio que mais ou menos. Hoje não, hoje é até interditado. Então você precisa ter uma estrutura muito bem preparada, projeto muito bem-feito de acordo com as exigências sanitárias. Então, nós teremos pronto atendimento de emergência, adulto e infantil, setor de diagnóstico por imagem, centro obstétrico com quatro salas e obstetrícia, parto normal e cirúrgico, duas unidades de internação, totalizando 52 leitos, lactário, farmácia, área de apoio, de equipamentos, estacionamento de veículos, enfim, é um projeto completo para... Esse é o projeto, esse é o projeto básico, agora nós fazemos o projeto executivo, detalhando todas as obras de acordo com o objetivo, o escopo do projeto pra atender a população. O projeto para, né, uma cidade como é Jandira, 120 mil habitantes, enfim, pra fazer toda a referência lá do município. Então, antes de assinarmos, passar aqui pro nosso prefeito, o Gê, meu xará. Contam, Silvio Torres, Bruno, que existe um santuário, uma igreja no Brasil dedicada a São Geraldo, Geraldo Magela, é em Curvelo, em Minas Gerais. Em fui a Curvelo quando eu fui candidato a presidente da República. Então, contam que o Dr. Tancredo era candidato a governador e um amigo dele de nome Geraldo, o amigo dele Geraldo insistia pra ele ir a Curvelo rezar pro São Geraldo, "São Geraldo não esquece dos seus devotos". Então, ele dizia: “Você vá lá rezar no santuário de São Geraldo porque aí você ganha a eleição.”. Dr. Tancredo, faltava 15 dias, difícil, aquela dificuldade, agenda e tal, mas perturbou tanto o Geraldo que ele foi. Foi lá, rezou, rezou lá no santuário e perdeu a eleição, perdeu pro Magalhães Pinto. Aí mandou um telegrama pro amigo. Falou: “É, São Geraldo esquece dos seus devotos.”. Oito meses depois o Jânio renuncia o mandato de presidente da República, o João Goulart vira presidente e o Tancredo vira primeiro-ministro. Aí o amigo mandou um telegrama pra ele. “São Geraldo não esquece dos seus devotos”.

[Risos].

[Aplausos]. [[]]