Discurso - Assinatura de convênios para Turismo 20161205

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura de convênios para Turismo

Local: [[]] - Data:Maio 12/05/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos. Cumprimentar o vice-governador Márcio França, secretário de estado de Desenvolvimento Econômico Ciência Tecnologia e Inovação; deputado Federal Samuel Moreira, secretário-chefe da Casa Civil; secretário de estado do Turismo, Beto Tricoli, ex-prefeito de uma belíssima estância turística que é Atibaia; o Orlandini, Mauro, nosso querido Mauro Orlandini, prefeito de Bertioga e presidente da Aprecesp, com uma das mais caprichadas gravatas do Brasil. Nossos deputados estaduais Gilmaci Santos; o Paulo Corrêa Junior; o Caio França; Jorge Caruso; Edmir Chedid; nosso sempre deputado Fernando Zuppo; os prefeitos aqui presentes de Guarujá , a Maria Antonieta; de Águas de São Pedro, o Paulo Ronan; de Barra Bonita, Dr. Guilherme; Holambra do Dr. Fernando; Ibirá, o Biscoito; Ibitinga, o Florisvaldo; Itanhaém, Marco Aurélio; Praia Grande, Alberto Mourão; São Pedro, Helinho Zanatta; Socorro, o André Bozola; e Tremembé, o Marcelo Vaqueli; Lamara Miranda, diretora do Dade; vice-prefeitos, vereadores, secretários, lideranças que nos alegram aqui da presença. Hoje é um dia, o dia mais importante é a hora de assinar o convênio, não é? Esse é o momento mais significativo, primeiro pelo conteúdo, são obras importantes, asfalto, infraestrutura, saneamento, ciclovias, obras de lazer, não é, de logística, obras extremamente importantes. Depois a quem se destina, é quem está mais perto da população, é a maneira de a gente mais agir p ara melhorar a qualidade de vida da população, está lá na ponta, não é? Melhorando a qualidade de vida da população. Depois a forma, que é através do convênio. Então, ao invés de o governo ir lá fazer obra, as prefeituras é que o fazem através da transferência do recurso. E finalmente porque atende o mais importante hoje que é preservar emprego e criar emprego no Brasil. Esse é o maior desafio hoje é segurar o emprego e criar novos empregos. Por isso que nós, o Estado de São Paulo que nunca teve uma Secretaria de Turismo, nós criamos. E o primeiro secretário foi o Márcio França, ex-prefeito, que era deputado federal, e ex-prefeito também de uma estância turista, São Vicente. Porque turismo é hoje uma das principais atividades econômicas no sentido de poder gerar emprego rápido com menor custo, que é através do setor de serviços. E a gente precisa fomentar o turismo, e ainda temos um momento bom porque com o câmbio aí a 3,50 muita gente que ia para Miami, Cancun, ia para fora, ficou muito caro, e vai fazer agora turismo interno. Conhecer as nossas estâncias turísticas, a hospitalidade, a gastronomia, a história as belezas, de São Paulo. E muita gente vai vir de fora para cá, ficou barato vir para o Brasil, então muita gente vai vir de fora cara cá. Então, é um bom momento para a gente poder fortalecer aí todo este trabalho. Queria cumprimentar o Zé Luiz, prefeito de Salmourão, não faz parte das estâncias, mas está na fila aí para o município de interesse turístico. E deixar um grande abraço aqui à bancada nossa dos deputados estaduais, ao Caruso, ao Edmir Chedid, ao Caio França, ao Paulo Corrêa Junior e Gilmaci ao Santos que têm nos ajudado muito lá na Assembleia Legislativa de São Paulo nesse momento difícil que nós estamos passando no Brasil. Como hoje é um dia histórico, não é, uma virada de página, o Dr. Ulysses dizia que política é esperança, ele dizia: “A política não é coruja que só pia agouro ou Cassandra do Apocalipse. Política é esperança”. Ele dizia: “São Lucas é o evangelista mais querido porque não era apocalíptico. Era amoroso”, não é, amoroso. Então, é a esperança. Vamos redobrar aí o nosso trabalho para a gente poder rapidamente, eu acredito que o segundo semestre já vai ser melhor a retomada aí do empregado e da qualidade de vida da população. Muito, muito obrigado.

[aplausos]. [[]]