Discurso - Assinatura de protocolo e visita à 44ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá e 21° Edição Internacional - Expoingá 2016 20161305

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura de protocolo e visita à 44ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá e 21° Edição Internacional

Local: [[]] - Data:Maio 13/05/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde. Boa tarde a todas e a todos. Cumprimentar colega, amigo, grande governador do Paraná, o Beto Richa. Cumprimentar a Maria Iraclézia, presidente da Sociedade Rural de Maringá, nosso prefeito anfitrião, Roberto Pupin, prefeito da cidade de Maringá, o Norberto Ortigara, nosso secretário de estado da Agricultura, o secretário de Planejamento do Paraná, ex-prefeito, Sílvio Barros, o José Richa Filho, secretário de Infraestrutura e Logística, apresentar para quem não conhece o secretário da Agricultura de São Paulo, deputado federal Arnaldo Jardim, fazendo lá um bom trabalho, o deputado federal Edmar Arruda, os deputados estaduais, o Tiago Amaral, Dr. Batista, Evandro Junior, José Carlos Schiavinato, Wilson Marcos Filho, presidente do Conselho Consultivo da Sociedade Rural, o Luiz Lourenço, presidente da Cocamar, saudando todos os cooperativistas, amigas e amigos.

Primeiro dizer da alegria de vir aqui ao estado do Paraná, aqui a gente se sente meio em casa, né, Beto? Tal é a afinidade que há entre os brasileiros do Paraná e de São Paulo. Vou dizer que eu estava admirando, aqui, porque em um momento de grande crise quando a maioria dos estados têm dificuldade até de pagar salário, o Beto Richa investindo, melhorando infraestrutura. Eu o acompanho lá no Instagram, no Facebook, nas redes sociais e todo dia é obra, obra, obra, entregando obra, então o Beto está com tudo, né.

[aplausos].

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Nós vamos... eu sempre falo para a equipe: “vamos na proa do Paraná, né, vamos na proa do Paraná”. E hoje nós estamos muito felizes de, nesta semana de aniversário de uma cidade jovem, né, 69 anos, e uma das maiores e melhores cidades brasileiras, é um modelo de qualidade de vida de desenvolvimento, uma cidade maravilhosa. E ainda celebrarmos com o governo do Paraná, uma boa parceria. Nós temos muito, são duas competências que se somam para promover ainda mais a agricultura, agroindústria, agropecuária no nosso país. O Paraná tem as melhores cooperativas e as maiores cooperativas, e nós temos lá, Beto, um programa chamado Micro Bacias 2, que é para melhorar a renda do agricultor, agregar valor e a primeira tarefa é, Maria da Clézia, é associativismo, é cooperativa, fortalecer cooperativa, e aqui estão as melhores cooperativas do país. O meu tio João, que era meu padrinho de batismo, ele foi presidente da OCESP e presidente da OCP, da Organização das Cooperativas do Brasil, e fico muito feliz, matei saudade aqui do meu saudoso pai, porque meu pai era veterinário formado na primeira turma da Universidade de São Paulo, foram 17 veterinários em 1934, eu só morei na zona rural até os 17 anos de idade, só aí que eu fui morar na cidade, que eu morava na fazenda onde meu pai trabalhava, e hoje quem está salvando a lavoura é o agronegócio, é o setor que está segurando o emprego, segurando aí a economia brasileira e que eu tenho certeza vai crescer ainda mais. Por isso celebramos aqui uma boa parceria na área do cooperativismo e associativismo, defesa animal e vegetal, defesa sanitária, somos estados vizinhos, Paraná é um exemplo já é um estado livre de peste suína, São Paulo esperamos agora em maio, não é Arnaldo? Também ficar livre de peste suína, temos uma avicultura muito forte, Paraná, frangos, nós lá em bastos, ovo, então é uma avicultura forte, essa questão sanitária ela é absolutamente prioritária. Temos uma divisa, né, com país latino americanos que a gente precisa ficar sempre atentos à questão de sanidade animal e vegetal. Na área de pesquisa e inovação, novos cultivares importantes, eu visitei aqui o setor de flores de Marialva, não é isso? Marialva. A nossa Marialva é Holambra e eu estive lá em Holambra há dois meses com Arnaldo, em Holambra produz flor, plantas ornamentais e verduras, e o prefeito me mostrava 1kg de semente de tomate, 1kg de semente de tomate dessas top, pode chegar € 100 mil é guardado em cofre, em cofre. Olha o que agrega de valor, o que tem de tecnologia, de inovação, de pesquisa, é uma coisa fantástica a competitividade da agricultura brasileira que é a melhor dos trópicos. Nós não temos lá na minha região do Vale do Paraíba essa terra maravilhosa, né, essa terra roxa aqui, mas estamos... viemos aqui para aprender, somar esforços com o Paraná e eu dizia ao Beto, que nós já fomos o mesmo Estado, São Paulo e Paraná até o século XIX era um só, mas o rio Paranapanema não nos divide, ele nos une, é, ele nos une, nesse amor pelo trabalho, pelo empreendedorismo que caracteriza os paranaenses e os paulistas. Então a gente fica muito feliz, eu quero agradecer a Maria Iraclézia, agora acertei, né? Acertei. Mostra a força da mulher, não é, agradecer a sua lembrança, eu dormi em Foz de Iguaçu, o Beto esteve na abertura da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil, da construção, e eu fiz a palestra agora cedo, dormi lá, minha mulher ia ficar brava comigo então já estou levando um presente para ela você me salvou viu Maria Iraclézia. Grande abraço a todos. [[]]