Discurso - Balanço operação Direção Segura e entrega de viaturas para a Polícia Militar Rodoviária 20122812

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Balanço operação Direção Segura e entrega de viaturas para a Polícia Militar Rodoviária

Local: Capital - Data: 28/12/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia a todas e a todos. Cumprimentar o nosso secretário de segurança pública, Dr. Fernando Grella; o Lourival Gomes, secretário da administração penitenciária; Dr. Alberto Macedo Filho, secretário adjunto da agricultura; Eduardo Anastasi, secretário de estado do esporte; coronel Meira, comandante geral da polícia militar; coronel Hélio Verza, comandante de policiamento rodoviário; Dr. Valmir Eduardo Granucci, delegado-geral de polícia adjunto; Clodoaldo Pelissioni, superintendente do DR; oficiais de praça da polícia militar, amigas e amigos. Nós estamos terminando o ano, faltando aí três dias para o réveillon e estamos fazendo, hoje, uma ação importante, a entrega de 60 viaturas zero km, para a polícia rodoviária estadual, e um total de 121. Estamos entregando, hoje 60 e dia 07 de janeiro mais 61, novinhas, 121. E destacar a importância do trabalho da polícia rodoviária estadual. A terceira causa de morte, de mortalidade no mundo e no Brasil, não é doença, a primeira é coração, a segunda, câncer; a terceira é causa externa, não é doença, são as chamadas causas externas. Até dez anos atrás, a principal causa de morte, de mortalidade das causas externas era homicídio. Nós tínhamos 14 mil homicídios por ano. Isso reduziu (ininteligível) 13 mil, 12 mil, 11 mil, 10 mil, 9 mil, 8 mil, 7 mil, 6 mil, 5 mil, o ano passado foram 4.400. A maior causa hoje, externa de morte é acidente rodoviário, atropelamento, motocicleta, carro. Então, o que as pessoas mais morrem de causa externa, hoje, é a acidente envolvendo veículos, ou nas estradas, ou nas cidades. Então, nós estamos falando em uma questão de saúde pública, que é a questão dos acidentes, a polícia rodoviária estadual faz um trabalho preventivo de segurança, de proteção à vida, muito importante e hoje, nós estamos dando mais condições materiais de trabalho, através das 60 viaturas e dia 07 mais 61. A outra, o Dr. Fernando Grella colocou bem, a importância da mudança da legislação federal, na questão da Lei Seca, há uma incompatibilidade entre álcool e direção. A sociedade tem mais intolerância com o cigarro do que com o álcool. É claro que ninguém deve fumar; fumar faz mal. Mas ninguém bate na mulher porque fumou, ninguém atropela quatro pessoas na rua porque fumou, mas porque bebeu. Há uma tolerância com a questão do álcool, e é incompatível o álcool com a direção. Então, a nova legislação, ela visa proteger o motorista, o próprio motorista, proteger as pessoas que estão no veículo, às vezes até crianças, e proteger a sociedade. E a polícia está trabalhando, fazendo cumprir a lei. E em uma semana, em sete dias, nós, nesse balanço da nova lei, do dia 21 até agora, 99 pessoas presas, como colocou o coronel Meira, e 385 pessoas multadas. E São Paulo tem trabalhado muito na questão da direção segura. 2011; 478 prisões em flagrante, este ano, 1.201. 2011 multas 5.712, este ano, 11.767. Então, a polícia fazendo o seu trabalho e a nova lei, nesta última semana, já trazendo seus benefícios para proteger a sociedade. Eu quero agradecer ao Dr. Fernando Grella, nosso secretário de segurança; ao coronel Meira, delegado-geral adjunto; Toda polícia rodoviária está aqui presente; ao DR, que é um bom parceiro, um bom casamento esse, não é? Da boa engenharia com a boa segurança, para a gente preservar aí as vidas da população. Época de fim de ano é época de festa, de esperança nova e de ano novo, e a gente não quer tragédia, a gente quer alegria e proteção às famílias. Bom trabalho a todos.