Discurso - Cerimônia de início da produção do novo veículo da Ford 20132503

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Cerimônia de início da produção do novo veículo da Ford

Local: São Bernardo do Campo - Data: 25/03/2013

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia a todas e a todos. Quero cumprimentar o Steven Armstrong, presidente da Ford do Brasil; Luiz Marinho, nosso prefeito anfitrião, prefeito de São Bernardo do Campo; Rogelio Golfarb, vice‑presidente de relações corporativas da Ford do Brasil; Rafael Marques, presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC; o Teonílio Monteiro da Costa, o Barba, diretor administrativo do sindicato; deputado Orlando Morando, secretário da Fazenda Andrea Calabi; secretário municipal do desenvolvimento econômico e turístico de São Bernardo, o Jeferson José da Conceição; diretores, funcionários, colaboradores, todo time aqui da Ford, dizer da alegria de participarmos deste momento. Um carro novo é uma luta, é uma história, uma história de conquistas. A indústria automobilística, ela é fascinante, não é? Conversava com o Steven Armstrong, desafiadora, complexa, difícil e exerce um fascínio sobre todos nós, o automóvel. E a Ford se confunde, é sinônimo da história da indústria automobilística no mundo, com a montagem dinâmica. Aqui no Brasil, 1929, com o Ford modelo T, Ford bigode, depois com a produção do primeiro produto, o caminhão F‑600, depois o Galaxy. Veja que a Ford já começou com o Galaxy. E hoje o novo Fiesta. Tecnologia, engenharia, excelência, segurança, design, beleza. Eu vi a foto no jornal de ontem, a Cláudia Leite e a Isis Valverde passaram apertado ali na disputa com o carro, né? De tão bonito que é o carro. E vai ser um sucesso. Isso é muito bom, porque é emprego. A indústria automobilística tem uma cadeia produtiva enorme, é emprego para todo lado. Então, muito emprego, renda, vanguarda tecnológica, então a gente fica muito feliz. E contem conosco. E quero aqui saudar o sindicato dos metalúrgicos, dos trabalhadores, desde a época do Luiz Marinho, agora o Rafael, Barba, toda a equipe. O nosso fórum paulista de competitividade tem cinco câmaras: desburocratização, inovação, recursos humanos, infraestrutura e logística e competitividade, a parte tributária. As centrais sindicais, todas fazem parte das centrais sindicais e nós podemos até expandir para outros setores além da direção das centrais sindicais dos trabalhadores brasileiros. Mas quero aqui cumprimentar o sindicato pelos avanços que trouxe nessa relação capital/trabalho importante para o país. Cumprimentar aqui o Luiz Marinho. São Bernardo do campo que é uma cidade que orgulha a todos nós, agora nós vamos fechar o Rodoanel, com a asa leste de Mauá até a Dutra, até o aeroporto de Cumbica e asa norte, parceria com o Governo Federal, e São Bernardo, vai ficar, já está na melhor esquina do Brasil. Porto de Santos, aeroporto de Cumbica. Nosso compromisso com os recursos humanos, hoje há setores que temos falta até de qualificação, nós comentávamos sobre caminhoneiros, o caminhão hoje não é um caminhão simples, ele tem muita computação embarcada. Então nós estamos com o programa do Via Rápida Emprego junto com as entidades de caminhão com o SENAT, também diz o Luiz Marinho que o SENAI também vai participar para a gente poder formar ainda melhor os recursos humanos. E agora no sábado lançamos o Renova SP, que é um programa para renovar a frota de caminhão. Tem caminhão no porto de Santos com mais de 30 anos ali naquela parte interna do porto. Nós entregamos um caminhão sábado e o seu Adalberto o caminhão dele tem 53 anos. Então o compromisso é que o caminhão vai para a reciclagem. Ele sai da rua, ele vai, o compromisso é esse, nós vamos financiar R$ 270 mil cada cavalinho, juro zero, R$ 30 milhões do tesouro para não pagar nada de juros, só com a economia de combustível o caminhoneiro já vai ajudar a pagar a sua prestação. E aquele caminhão velho não pode circular mais, a gente tira, vai para a reciclagem para ajudar o meio ambiente porque ele é muito poluente. E quero aqui cumprimentar a Ford. Nós, em 2005, fizemos o programa Pró-Veículo para estimular investimento em São Paulo, investiu em São Paulo, o crédito acumulado do ICMS é liberado automaticamente. A Ford investiu de 2005 para cá em São Bernardo, em Taubaté, campos de provas de Tatuí, R$ 2,5 bilhões, o que é muito bom porque gera emprego, oportunidade, riqueza. E um time campeão. Aqui só tem craque. São todos Neymar. Mais ou menos, né? O Alexandre Pato. Melhorou, né? Rogério Ceni, Valdivia, enfim, um time campeão, um time aqui de craques a serviço de São Paulo, do Brasil. Parabéns a todos.