Discurso - Entrega de 125 Unidades Habitacionais da CDHU

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso na Entrega de 125 Unidades Habitacionais da CDHU

Local: Monte Aprazível - Data: 06/07/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Marcelo e toda família. Cumprimentar o vereador Jean Vieira, presidente da Câmara. Saudando todos os vereadores. Marcos Penido, Secretário de Estado da Habitação em exercício. Nossos deputados, Itamar e o Sebastião Santos aqui que nos alegra com a presença. O Neto, diretor de Obras da CDHU. Coronel Azor Lopes da Silva Júnior, comandante aqui da região. A Sílvia Laguna, diretora Regional da Assistência Social. Gestores municipais, futuros moradores aqui do conjunto. Dizer da alegria de entregarmos hoje aqui a chave. Eu estava perguntando para o prefeito Wanderley quanto que é um aluguel de uma casa aqui em Monte Aprazível. Quanto que é? R$ 300,00? Mais. R$ 350,00. Mais ainda. R$ 400,00. [ininteligível] que é um dinheiro que vai e não volta. Então o sonho da casa própria das pessoas saem do aluguel e podem ter acesso a sua moradia. E um conjunto muito bonito. Lugar alto, ventilado, uma vista maravilhosa, com toda infraestrutura, agua esgoto, luz, iluminação pública, calçada, asfalto. As casas já estão em um padrão. Tem casas com todas elas com piso cerâmico, energia solar. Você mudando para cá, vocês vão ver que a conta de luz vai cair. A conta de luz vai cair porque como disse o Penido, grande parte de energia elétrica é chuveiro. E aí o aquecimento é pela energia solar. Então é um conjunto com sustentabilidade e com economia para as famílias que vão morar aqui. É casa para quem não tem casa. Quem já tem casa já resolveu o seu problema. Nós queremos ajudar quem não tem casa. Em são Paulo, Wanderley, não deixam ninguém para trás. Então nós temos aqui seis imóveis para os idosos. Então pessoas com mais idade tem separado as casas para ela. E temos casas adaptadas para familiais com pessoa com deficiência. O banheiro, a porta, a largura, tudo adaptado para famílias que tem uma pessoa com deficiência. 125 casas entregues hoje. Já tinham sido entregues 96. São mais de 221 moradias. Se a gente imaginar cinco pessoas cada família são mais de 1.1000 pessoas que passam a ter a casa proporia. Quero agradecer aqui ao Wanderley que é um bom administrador. Vocês tem um prefeito firme aqui na cidade, muito trabalhador e muitas boas realizações. E hoje nós estamos entregando. Quando é que o pessoal começa a mudar? Ontem. O pessoal aqui é rápido, hein? Já começam a mudar imediatamente e a gente fica muito feliz. O prefeito fez aqui três pedidos, nós verificar os bairros que a gente pode dar uma ajuda aí no recape. E a questão da saúde é sempre prioritária. Eu estou saindo de Catanduva, onde nós entregamos um AME. Temos um outro AME aqui ao lado em Rio Preto. Depois temos Votuporanga, Fernandópolis, Jales, até Santa Fé. É a região mais atendida pelo Ambulatório Médico de Especialidades. E nós vamos ter o novo hospital em Rio Preto, hospital materno infantil. E aqui já temos ajudado a Santa Casa e nós vamos ajudar na sua área de saúde, no seu prédio ali da saúde para atender a população. A rodovia nós estamos duplicando a Euclides da Cunha. Acabei de passar agora sobre ali Tanabi e está indo muito bem a obra. Até o final do ano vai está praticamente duplicada, ficando apenas algumas obras de arte para o começo do ano que vem. E a outra rodovia que nós vamos fazer um grande trabalho é a SP-310 que é aqui a Rod. Feliciano Sales Cunha. Vocês sabem como é esse negócio de número de estrada? As estradas que são pares, veja que a SP-310, a SP-320, é um ângulo da estrada em proporção a São Paulo. Então quem está de São Paulo pelo lado do mar é tudo até 180 graus. Então a SP-110, SP-120, SP-160. Quem está na região oeste do estado é tudo depois de 180 graus. Então aqui SP-310, um pouquinho mais para cima está a Euclides da Cunha, SP-320. E os números impar, pode ver que a distância de São Paulo. Então quando você pega a SP-501, é 500 km da capital. Então o par é o grau em relação ao giro da capital e o impar é à distância da capital. Então é fácil de guardar. Aqui a SP-320 é a de cima, 310 é a de baixo. Mas antes de fazer a grande obra que nós vamos fazer aqui, nós vamos fazer um conjunto de obras emergenciais aqui Wanderley para ajudar aqui a região. Mas quero agradecer a dois ótimos deputados. O Itamar Borges. Vem aqui Itamar. O Itamar foi um grande prefeito, é um excelente deputado. Tem trabalhado muito pela região. Agradecer também ao Sebastião. Sebastião Santos deputado também aqui da região de São José do Rio Preto, grande parceiro nosso lá da Assembleia. Agradecer ao Marcos Penido junto com o Silvio Torres, fazendo um ótimo trabalho na Habitação. Nós somos um único estado do Brasil que põe dinheiro do orçamento para moradia. Comprar casa é fácil para quem é rico. Aí é fácil não falta casa. Agora, quem ganha um salário mínimo, dois, res, quatro salários é difícil, porque precisa ter uma poupança muito grande. A prestação é muito alta, não é fácil no Brasil comprar casa. E nós somos o único estado do Brasil que quem ganha um salário mínimo tem acesso à casa própria, porque ela embuti um grande subsídio. Por isso que não pode vender a casa. A gente pede para todo mundo: Olha, isso é casa para quem precisa. Poder sair do aluguel e ter a sua casa própria, não é? Ter a sua moradia. Agradecer ao Wanderley. Faz um ótimo trabalho aqui na cidade. E a gente fica feliz de ver prefeitos. Ele nos deu aqui uma aula de história mostrando de Monte Aprazível foi à cidade mãe da região, berço aqui da região. E vive hoje um ótimo momento e vai melhorar ainda mais. Aqui está um exemplo de uma cidade de famílias com casas próprias, com asfalto, com agua, com luz, com energia, com calçada, com energia solar, casas novinhas, bem feitas para atender aqui a população. Especialmente um abraço as familiais. Na vida a gente vive de sonho, não é isso? Quando é criança sonha com brinquedo, com a bola de futebol. Eu vejo a minha netinha com a boneca, ela leva a boneca para cá, leva a boneca para lá. Sonha com o sorvete, com chocolate, depois sonha com a namorada, sonha com o namorado, sonha com os filhos, com os netos. E o sonho da família é a casa, é você ter uma moradia, é você ter segurança de que aquilo é seu, que ninguém vai te tirar aquele abrigo. Então nós ficamos muito felizes de participar desse dia histórico. Hoje é o dia 6 de julho, o dia em que 125 famílias realizam o sonho da casa própria. Muitas felicidades. Parabéns. Que a casa traga muita alegria. Que Deus abençoe a todos.

Um abração.