Discurso - Entrega de 320 moradias do Programa Serra do Mar em Cubatão 20132808

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega de 320 moradias do Programa Serra do Mar em Cubatão

Local: Cubatão - Data:28/08/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos! É uma alegria de estarmos juntos aqui hoje, na entrega de mais trezentas e vinte chaves, trezentas e vinte casas, novinhas, com toda infraestrutura para as famílias aqui da região. Quero dizer ao pessoal da água aí, que terminando aqui, nós conversamos com vocês, vamos conversar, a atender e ajudar, podem ficar tranquilos, está bom? Nós não temos pressa, na hora que acabar aqui, a gente conversa e vê o que pode ajudar na questão da água, aí do conjunto. Cumprimentar o deputado Bruno Covas, Secretário do Meio Ambiente; o deputado Luciano Batista, que está aqui atrás, cadê o Luciano? Tanto o Bruno Covas, como o Luciano Batista, torcedores do peixe! O Edmur Mesquita; o Antônio Carlos do Amaral Filho, presidente da CDHU; Fernando Chucre que comanda aqui o trabalho; o Guaraci, diretor da CDHU; a Maria Antonieta, prefeita do Guarujá, de onde estamos saindo, a nossa prefeita do Guarujá; o Orlandini, o prefeito de Bertioga, município de Bertioga teve conosco lá também; o Nei Serra, ex-prefeito aqui do município de Cubatão; o vereador Aldemário, presidente aqui do nosso partido; a Fatima Ruiz, agente comunitária; o Carlito Bonfim; o Régio Alves, que fez essa música bonita em homenagem ao Parque dos Sonhos; amigas e amigos. Uma palavra breve! Mas, nós estamos cumprindo rigorosamente um programa dos mais importantes do estado, que é o Programa do Parque da Serra do Mar, com a entrega hoje, de mais trezentas e vinte casas! São Paulo é o único estado do Brasil que investe 1% do ICMS em moradia, e por que isso? Primeiro, porque proporciona casa para quem ainda não tem, e segundo, quem ganha um salário, dois salários, três, quatro, não importa, é atendido, então o programa compreende a todos. E terceiro, porque construção civil gera muito emprego, são milhares de empregos quando a gente constrói uma casa: pedreiros, serventes, secretária, motorista, engenheiro, encanador, eletricista, é muito emprego! Hoje, nós estamos fazendo trinta e sete mil casas e apartamentos no estado de São Paulo, para as famílias poderem ter a sua casa, casa própria, documento, segurança, infraestrutura, água, esgoto, energia elétrica, iluminação pública, calçamento, escola, nós fizemos três escolas aqui na região, toda infraestrutura para a nossa população. E dando prioridade a famílias que estão em área de risco, nós estamos entregando aqui hoje trezentas e vinte, faltam cinquenta e seis, quando é que nós vamos entregar?

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Até o final de setembro!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Até o final de setembro, então mais um mês, a gente entrega mais cinquenta e seis, com isso, nós chegamos a três mil e quinhentas unidades, já aqui no programa, um dos maiores programas do país de moradia para quem precisa, em locais seguros. E alegria de aqui, no Parque dos Sonhos, porque na vida, a gente vive de sonho, não é isso? Então, quando a gente é criança, sonha com brinquedo, com chocolate, com sorvete; depois, quando é jovem, sonha com a namorada, com o namorado; depois sonha com os filhos, sonha com os netos e o sonho da família é a? Casa! Esse é o sonho da família! Diz que a gente sai às vezes, viaja muito, e procura, e você sempre está procurando, mas só encontra, quando volta para casa! A casa é a casa, é o lar, é o que há de mais importante para a família! A gente fica muito feliz de colocar aí, uma pá, de colocar aí uma ferramenta para ajudar a unir os esforços para a gente poder realizar os sonhos aqui no Parque dos Sonhos! Agradecer ao Sílvio Torres, agradecer ao Dr. Amaral, que preside a CDHU, abraçando todos os trabalhadores, trabalhadoras da CDHU e aqui das construtoras; ao Fernando Chucre, dá um passinho aqui, Fernando! O Fernando é responsável por esse programa, então os elogios e as reclamações é para esse moço alto, aí, o Fernando Chucre! Agradecer ao Bruno Covas, cadê o Bruno? O Bruno é neto do nosso querido ex-governador Mário Covas, herdou do avô o espírito público, o amor às pessoas, a honradez, a capacidade de trabalho, e torcedor do Santos que é! Eu fui... Essa semana, o Palmeiras vez 99 anos, é de 2014... De 1914, aí eu fui lá, porque governador tem que ir, em tudo quanto é áreas, então fui lá, aí eu falei: “olha, estou me sentindo aqui que nem um peixe fora d'água”, porque só tinha palmeirense lá! Mas cumprimentar e agradecer aqui ao Bruno; ao deputado Luciano Batista, o Luciano é aqui da Baixada, tem nos ajudado muito aqui na região. Nós estamos ampliando a Rodovia Domênico Rangoni, vai ter mais faixas, estamos correndo com a obra para ajudar aqui a região. O trevo Viaduto Rubens Paiva, também já está em obra; o Trevão na Anchieta, também já está em obra, então nós estamos fazendo o máximo aqui para poder melhorar a vida aqui, na Baixada Santista, e especialmente aqui em Cubatão, a duplicação da ponte, também! Fizemos um acordo de ICMS, de pagamento de dívida que deu uma ajuda boa para as prefeituras. Cubatão recebeu, na minha conta era R$ 16 milhões! R$ 20 milhões quase, diz aqui o Luciano, a mais de ICMS. A Antonieta recebeu, acho que uns R$ 15 milhões, R$ 14 milhões? Um pouquinho menos! E por isso que nós ganhamos um café caprichado, hoje lá no Guarujá, viu, ela está rica lá! Nós, hoje, inauguramos mais uma lancha ligando Guarujá a Santos, Catamarã para trezentas e setenta pessoas, já foi entregue, além das balsas, também. Mas, nós viemos aqui é para participar desse dia histórico, que eu nunca me esqueço do dia que lá em Pindamonhangaba consegui receber a chave lá da minha casa, quando recém-casado, então é um dia histórico, o dia que a gente... E que a casa nova traga muita alegria, muitas bençãos de Deus, muita saúde, muita felicidade para todas as famílias!

Parabéns a vocês! Cubatão