Discurso - Entrega de laboratórios da Fatec e anúncio de construção e reforma em escolas 20132502

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega de laboratórios da Fatec e anúncio de construção e reforma em escolas

Local: Sorocaba - Data: 25/02/2013

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa tarde a todas e a todos. Estimado prefeito anfitrião, prefeito de Sorocaba, professor aqui do Centro Paula Souza, Antônio Carlos Pannunzio; Dra. Edith di Giorgi, vice-prefeita; vereador José Carlos... José Francisco Martinez, presidente da Câmara; secretário dos estados, Luiz Carlos Quadreli, da ciência e tecnologia; Mônika Bergamaschi da agricultura; deputado Edson Giriboni, de saneamento e recursos hídricos; deputada de Sorocaba, da região, Maria Lúcia; deputado Carlos César, líder da bancada do PSB na Assembleia Legislativa; o prefeito de Votorantim, o Erinaldo; Piedade, a Maria di Santina; Nova Campina, o Nilton; Tapiraí, o Araldo Todesco; Iperol, Vanderlei; professora Laura Laganá, superintendente do Centro Paula Souza; Rosania Morroni, subsecretária da articulação regional da Secretaria de Educação; Antônio Beldi, diretor do CIESP aqui em Sorocaba; professor Antônio Carlos de Oliveira, diretor desta FATEC; secretários, diretores, professores, alunas, alunos, amigas e amigos. É uma alegria pra nós voltar aqui a Sorocaba. Essa é uma das maiores FATECs, melhores FATECs do Brasil. Eu vinha pra cá tendo uma aula de metalurgia com o professor Pannuzio. Pannuzio fez a sua carreira aqui, entrou como professor auxiliar de ensino, depois professor, diretor aqui da faculdade, e saiu quando foi para a prefeitura, depois deputado federal e hoje retorna aqui a sua casa. E as FATECs são ótimas porque nós não paramos de investir, não é só a quantidade, é qualidade. Então, laboratório, pode ter igual, mas não tem melhor laboratório de automação do que aqui da FATEC de Sorocaba. Laboratórios multidisciplinares, laboratórios de automação, laboratórios de informática, salas de suporte, tecnologia de informação – TI, enfim, sempre investindo pra estarmos aí na vanguarda. Há duas semanas fui patrono lá em Pompeia do primeiro curso da América Latina de tecnólogo em mecânica e mecanização de agricultura de precisão. O curso só tem aqui em São Paulo e Oklahoma, nos Estados Unidos, mas o nosso é melhor, diz a Laura. Esta FATEC ela tem um excelente desempenho no ENAD, que avalia os cursos superiores, as faculdades, alta demanda, alguns cursos são disputadíssimos, mais de 10 candidatos por vaga. Alto índice de empregabilidade, chega a 98% o índice de empregabilidade, e laboratórios de primeiro mundo na FATEC. Sorocaba tem um ensino tecnológico de nível superior, 2.900 alunos quase, e 4.800 no nível técnico, o que dá 7.800 alunos no ensino técnico e tecnológico. E precisamos mais, porque a cidade e a região crescendo, estamos chegando de Itapetininga uma nova fábrica, já começou a construção, fica pronta no fim do ano, indústria de alimentos. Estão vindo do Paraná, a Castrolanda e a Batavo, que são as duas maiores cooperativas brasileiras do setor da agroindústria, pra fabricar queijo, iogurte, produtos lácteos, leite longa vida, enfim, todo o processo industrial; 250 empregos diretos e 1.250 empregos indiretos. Aqui em Sorocaba é a capital do desenvolvimento, nós temos aí no Parque Tecnológico inúmeras empresas se instalando e sendo expandidas, além, hoje também estamos autorizando, Pannunzio, mais cinco escolas novas da Secretaria da Educação, e mais reforma e adequação em nove escolas, são R$ 19 milhões de reais da Secretaria da Educação que vai ser investido aqui no município. A Raposo Tavares que no trecho Sorocaba/Votorantim/Araçoiaba da Serra, final do ano nós teremos pronto mais uma obra importante com acessos [ininteligível], e as marginais, mais R$ 75 milhões de reais. Acabei de passar pela Raposo, até junho vamos entregar até a Capela do Alto, e até junho do ano que vem até Itapetininga, tudo, tudo, duplicado. A SP-79 em obra até Itu, em dois lotes, a Castelo Branco já entregamos a ferradura, os viadutos ali em frente à Toyota, e agora as marginais estão sendo concluídas. E a tão esperada SP-264, João Leme dos Santos, nós devemos licitar a obra agora em maio, que vai ser também importante duplicação na SP-264 para o desenvolvimento aqui da região. Mas, quero deixar um grande abraço aqui a todos, cumprimentá-los, dizer que esse é o bom caminho. Às vezes a gente verifica a pessoa estudando para manter um diploma de um emprego que não existe, e muitas vezes os empregos não são preenchidos por falta de qualificação. Nós precisamos fazer esse bom casamento, entre a demanda do setor produtivo e a formação profissional, num mundo que é muito rápido. Nosso tempo é o tempo da mudança e da velocidade da mudança. O caso da cana-de-açúcar, São Paulo é o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo, a gente via na novela cortador de cana. Acabou, porque não pode queimar mais, não tem como fazer cana, corte manual sem queimar, então tudo é mecanizado. Então, desaparece a profissão de cortador de cana, mas surge o tecnólogo em mecanização de agricultura de precisão, com GPS, equipamentos com computação embarcada de alta tecnologia, a indústria, né, a robotização, a automação. Nós fomos inaugurar agora uma fábrica em Hortolândia, região de Campinas, a EMS, que é a maior fábrica da indústria farmacêutica do Brasil, cada 10 caixinhas da farmácia, 1,2 são da... Que é uma indústria brasileira, nacional, da EMS. É tudo automação, é impressionante, a fábrica de embalagens deles. Vai desde pôr o comprimidinho no clips, até pôr a carreta no cavalo pro caminhão sair, tudo, ninguém põe a mão em nada, tudo automatizado e robotizado, então, há uma mudança importante. E a ETEC, e principalmente a FATEC, ela visa exatamente preparar recursos humanos para o emprego de hoje e de amanhã, de acordo com a necessidade da agricultura, necessidade da indústria, e a necessidade dos serviços. Fiquei muito feliz, e a Laura falou, tem duas boas noticias, a primeira, que a FATEC é a melhor do Brasil; a segunda, que todos são torcedores do Santos Futebol Clube. Mas, eu acho que não são todos torcedores do Santos, mas aqui só tem craque, né? Se for do Corinthians é o Romarinho, é o Cássio; se for do São Paulo é o Rogério Ceni, é o Luiz Fabiano; se for do Palmeiras é o... O Barcos. Quem é? Valdivia? Valdivia. Se for do Santos, o Neymar, enfim. Aqui só tem craque. Mas quero agradecer ao Pannunzio, que é um grande parceiro, agradecer a Laura Laganá, a Laura é uma joia, viu, uma joia. Essa menina aqui é uma beleza. Agradecer ao Quadreli, a Mônika, o Edson Giriboni, agradecer aos nossos deputados que nos ajudam muito na assembleia, o César, Carlos César e a Maria Lúcia, e principalmente deixar um grande abraço aqui para todos os professores, alunos, desta grande faculdade de tecnologia, e o nosso compromisso, né, de cada vez investirmos mais na qualidade do ensino tecnológico de São Paulo. Muito obrigado.