Discurso - Entrega de novos leitos da Irmandade Santa Casa de Misericórdia e anúncio da implantação do Poupatempo 20130602

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega de novos leitos da Irmandade Santa Casa de Misericórdia e anúncio da implantação do Poupatempo

Local: Andradina - Data: 06/02/2013


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Vamos ouvir palavras do nosso governador Geraldo Alckmin!

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia. Bom dia a todas e a todos. Quero saudar o prefeito de Andradina, prefeito anfitrião, Jamil Ono, a Dona Márcia Ono, presidente do Fundo Social de Solidariedade, o vice-prefeito de Andradina, Dr. Charles Kobayashi, vereador Wilson Bossolan, presidente da Câmara, saudando aqui todos os vereadores. Secretário de Estado de Gestão Pública, deputado Davi Zaia, Secretário de Estado de Saneamento e Recursos Hídricos, deputado Edson Giribone; os deputados estaduais, o Dilador Borges, o João Caramez, o Carlão Pignatari, o Itamar Borges, o Prefeito de Murutinga do Sul, José Célio, Nova Independência, Neuza; Lavínia, o Mário Yamashita; Guaraçaí, o Antônio Aparecido Suttini; Itapura, o Jerry; Pacaembu, Maciel; Valparaiso, o Higuchi; Guararapes, o Dede; Castilho, o Johnny; Birigui, Pedro Barnabé; Rubiácea, o Edmilson; Santópolis do Aguapeí, o Viana; Avanhandava, Sueli; Brejo Alegre, o Adriano; o Dr. Fábio Obici, presidente da Irmandade da Santa Casa de Andradina; o Marco Pilla, diretor executivo da Fundação Itesp; o Marco Citro, ex-Prefeito e presidente aqui do PSDB, na pessoa de quem quero saudar todos os partidos. Dr. Casat, delegado seccional; tenente-coronel Wilson Braz, comandante interino do CPI-10; o Cleudson Montali, diretor regional de saúde aqui da região; o Neto, gerente regional da CDHU; Sebastião Sérgio da Silva, diretor administrativo do AME aqui de Andradina; professora Elaine Paulino, diretora da Etec aqui de Andradina; Frei Saulo e Frei Moisés, do Hospital Regional de Ilha Solteira; Secretários municipais, corpo clínico, administrativo, toda a equipe aqui da Santa Casa; professores e alunos da Etec, amigas e amigos. Uma palavra breve... Mas dizer da alegria de vir a Andradina no dia aqui de trabalho, e para inaugurarmos duas conquistas muito importantes para a cidade e para a região, porque a Santa Casa de Andradina está se transformando em um hospital regional. Então, hoje nós inauguramos 10 leitos de UTI, que é muito importante como referência para a região, e uma nova enfermaria aqui para a Santa Casa e para o município. A primeira Santa Casa do Brasil é a Santa Casa de Santos, ela é de 1543. É uma herança, uma boa herança de Portugal. As santas casas são inspirações portuguesas e hospitais beneficentes e santas casas de misericórdia. A Santa Casa de São Paulo é também de 1556, todas do século XVI. São hospitais que não são do governo, mas também não têm fim lucrativo. A Santa Casa é para servir à população. Nós passamos, mas a Santa Casa fica, como um hospital da comunidade, não tem dono. E não é para ter lucro nenhum. E aqui, a Santa Casa é muito bem administrada. Aliás, a equipe da Santa Casa é nossa parceira no AME aqui de Andradina. Só no AME de Andradina e de Araçatuba nós investimos R$ 30 milhões por ano, porque saúde... Fazer prédio não é difícil, o difícil é custeio, é pessoal e custeio. Quando você asfalta uma estrada, acabou a obra, acabou a despesa. Saúde, quando inaugura, começam as despesas. Então em São Paulo, não tem poupado esforços para melhorar a saúde, que é a primeira prioridade da população. Então, quero dizer da alegria de vir aqui, na inauguração da nova enfermaria, e da nova... Dos dez leitos de UTI. Temos apoiado aqui a Santa Casa, ela já está hoje com 125 leitos do SUS, tem ao todo 140 leitos a Santa Casa? 170. Então 70% dos leitos são para o SUS, e a Santa Casa fez um Plano Diretor, que nós até conversamos com o nosso diretor o Dr. Sebastião, o Plano Diretor para recuperá-la, melhorá-la e ampliá-la, então nós vamos fazer a primeira obra do Plano Diretor que é o centro cirúrgico. Nós estamos liberando hoje, um milhão e meio para a reforma e ampliação do centro cirúrgico. E Santa Casa tem que ser assim, a Prefeitura ajuda, o estado ajuda, a união ajuda e a comunidade ajuda. Eu vou todo ano a Laranjal Paulista, Santa Casa, eles fazem um leilão lá de bezerros, não é só bezerro, faz um almoço, um churrasco, todo mundo ajuda, o bolo, frango é uma festa para ajudar a Santa Casa, é todo ano. Então, eu ganhei bezerro quando eu fui lá à última vez, eu vou todo ano a cinco anos atrás, é logico que eu doei o bezerro. Aí um fazendeiro, ele criou o bezerro e 1 ano depois, o Geraldão foi para leilão, aí a turma para agradar lá, o bezerro que valia aí uns mil reais, arrematarão por quatro mil reais. Então todo ano está lá, tem o novo Geraldão e a turma ajuda lá, então. Eu digo isso, porque é muito importante a gente ajudar a Santa Casa. Diz que a verdadeira vocação de cada homem e de cada mulher é servir as pessoas, é servir as pessoas, é dar a mão para quem está precisando, servir, ajudar a população. Eu aprendi o seguinte, se você não puder ir ao aniversario, no casamento, em um batizado, nas bodas, na festa, não tem problema, não vai cair o mundo. Agora, na hora da doença, da perda de uma pessoa, tem que estar presente, tem que ajudar. Então, eu diria que um dos pontos cardeais de uma cidade é a igreja, a escola e o hospital, a Santa Casa, para a gente ajudar a população. E aqui, Hoje, infelizmente, nós temos um número grande pessoas com insuficiência renal, e nós precisamos primeiro atuar preventivamente. Diminuir hipertensão arterial, controle de pressão alta, melhorar a dieta, diminuir sal na dieta, mais líquido para evitar a eficiência renal. Mas teve insuficiência renal, temos que ter o serviço de hemodiálise, então se a Prefeitura fizer aí o prédio, Jamil, nós vamos ajudar para poder com os equipamentos poder atender aqui, a população. Depois queria, aqui já foi citado pelo Prefeito das vicinais, tivemos aqui mais de quinze milhões de investimento, em recuperar as estradas vicinais, Melhor Caminho. Também ambulância, micro-ônibus, ponte, trevos, obras viárias, creches, passarelas, e hoje, nós estamos autorizando aqui, além quatro boas notícias. A primeira aqui da Santa Casa, já fica liberada, o Dr. Sebastião já vai providenciar o convênio de R$ 1,5 milhão para gente começar a primeira etapa do Plano Diretor. A ideia é cada vez dar uma passo, e a gente ir modernizando a Santa Casa para atender de graça, atender pelo SUS, atender de graça, é isso que interessa. E um dia desses, eu fui a um grande hospital São Paulo, [ininteligível] que é filantrópico, não é? Não paga INSS, a quota patronal, aí perguntei lá: “quantos leitos do SUS?” aí me deram uma enrolada lá, [ininteligível] “quantos leitos?”, aí o [ininteligível] falou: “Doutor, aqui não atende mais SUS, só convênio”. Então, nem com a promessa de ir para o céu, o pessoal quer atender os SUS. O hospital, inclusive, ele é religioso. Então, ninguém quer mais atender o SUS, por quê? Porque o prejuízo é muito grande. Então, nós precisamos fazer um trabalho para melhorar a tabela do SUS, tabela do SUS, que é federal, se não quebra as Santas Casas e, do outro lado, ajudar a Santa Casa, para ela poder se manter. Então, contem conosco aí para a gente poder ter uma Santa Casa, atendendo pelo SUS de graça e toda a população. Segunda boa notícia, é o Poupatempo com o Ciretran. Os novos Poupatempos, agora, são balcão único. Então, o Davi Zaia está aqui e ele já está vendo com a Prefeitura, está estudando aí o local, eu acho que é um shopping center. Então, instala o Poupatempo e junto a Ciretran. Nós queremos tudo eletrônico, para facilitar a vida das pessoas. Quem, por exemplo, tirou uma carteira provisória, um jovem, não bateu o carro, não teve nenhum problema grave, depois de um ano, ele tem o direito a carteira definitiva. Ele tinha que ir três vezes na Ciretran e uma vez no banco, quatro vezes. Agora, ele não vai nenhuma vez a Ciretran e recolhe de casa a taxa no banco, e recebe uma cartinha: “Parabéns, você tem direito a CNH definitiva, recolha tanto no banco, recebe em casa a carteira”, tudo informatizado, rápido, eficiente, qualidade no serviço público, através do Poupatempo, junto com a nova Ciretran. Então, Andradina está incluída nesse projeto. A outra boa notícia é na área da segurança, queria agradecer e cumprimentar aqui a polícia: a Polícia Civil, Militar, Científica... Andradina teve, em 2010, 14 homicídios; 2011, cinco; o ano passado, quatro; então, caindo os índices de criminalidade. Latrocínio: 2010, zero; 2011, zero; 2012, zero. Roubo a banco: 2010, zero; 2011, zero; 2012, zero. Roubo de carga: 2010, zero; 2011, zero; 2012, zero. Furto: Mil em 2010, 800 em 2011, 600 em 2012. Roubo: 71 em 2010; 60 em 2011; 53 em 2012. A única coisa que aumentou foi roubo de veículo, passou de seis para oito casos. Mas nós vamos descobrir aí para aonde estão indo esses carros e pegar esse pessoal; e nós vamos investir na polícia. Então, nós vamos... Já vem um CPI-10 para Araçatuba, nós vamos implantar o Deinter-10, para reforçar a Polícia Investigativa e Polícia Judiciária, e o Deinter não pode descolar do CPI, porque a ação policial é sempre territorial. Então, não pode ter o CPI em Araçatuba, que é militar; e o Deinter em Rio Preto. Então, tudo em Araçatuba e reforçar aqui a região; e eu já notei aqui o Instituto Criminalístico e o IML, para gente dar um reforço aqui em Andradina. Finalmente na educação... Duas boas notícias aí na educação. Uma é a Etec, nós vamos asfaltar os 4 km lá que estão faltando. Vamos asfaltar os 4 km até a Etec, que é uma Etec agrícola. E vamos trazer para cá, a Fatec. Nós vamos ter... Nós já temos a Fatec em Araçatuba. Agora, vamos ter a Fatec de Andradina. E na Alta Paulista a Fatec de Adamantina. Então, cursos diferentes. Então, muita opção para os estudantes, tudo de graça. Etec a cada cinco, quatro já saem empregados. Os alunos são disputados. E o ensino médio da Etec, das 50 melhores escolas de ensino médio do Brasil, 39 são Etecs de São Paulo. E a Fatec, a Fatec de a cada 10, nove já saem empregados. Então, há uma grande demanda de mercado. Nós precisamos fazer um bom casamento entre a formação profissional e o mercado de trabalho. Podia ter uma placa assim “faltam empregos”. Aí tem uma outra placa aqui, “sobram vagas”. Ou seja, tem gente desempregado precisando trabalhar e tem vaga que não é preenchida por falta de qualificação profissional. Então, às vezes a pessoa está estudando um curso que não tem emprego. E tem um monte de emprego que não são preenchidos por falta de qualificação. Nós não abrimos curso aonde não tem demanda. E quando atendeu a demanda, nós mudamos de curso, porque o mercado é dinâmico, é dinâmico. Então, os cursos de Etec e Fatec a gente faz para a demanda. E o bônus que é pago aos professores e funcionários, é levado em conta o aluno que sai da escola. Você conseguiu emprego no primeiro ano, a escola foi importante para a sua empregabilidade, promoção? Então, é feito um trabalho muito bem feito. Mas eu quero agradecer aqui ao Prefeito, ao Jamil Ono. Contem conosco aí para a gente trabalhar juntos, viu Jamil? Em benefício da população. Temos também aqui 252 casas da CDHU em obra. E o Neto está aí? Quando fica pronto, Neto? Outubro desse ano. 252 famílias realizam o sonho da casa própria. Quem ganha um salário, dois salários, três, quatro, cinco, um salário, tem acesso ao programa nosso da CDHU. Agradecer ao Dr. Charles, ao Vereador Wilson, ao Cristiano, toda a Câmara de Vereadores. Ao nosso [ininteligível]. Agradecer aos deputados; Dilador Borges, novo deputado. Acabou de assumir o Dilador. Cadê o Dilador? O Dilador acabou de assumir na Assembleia Legislativa. O Itamar Borges. Vocês são primos, Borges? Primo. Eu tenho, viu Dilador? Eu tenho uma tia que morava em Guaratinguetá, tia Janira. E lá em Guará, no Vale do Paraíba, tem muito mineiro, porque é divisa ali com o sul de Minas. Então, tinha muito Alckmin lá. Aí alguém perguntou: “Dona Janira, fulano é seu parente? Fulano Alckmin. Ela falou: “Como é que é o rapaz”? É um rapaz muito trabalhador, muito honesto. Esse é primo, viu? Ela deu uma investigada antes. Agradecer ao João Caramez. Nós temos um lema, eu e o João, que é dos carecas que elas gostam mais, não é? Agradecer ao Carlão Pignatari, que está aqui conosco. Bons deputados tem nos ajudado muito na Assembleia Legislativa de São Paulo. A Prefeita de Alto Alegre, a Helena Tomazini, que está aqui conosco também. Cumprimentar a todos os Prefeitos. Deixar um abraço muito afetivo ao Fábio. Ah, ele é o Sebastião. Agradecer aqui ao Fábio que faz um trabalho bonito aqui na Santa Casa. O Maciel também que está aqui, Prefeito. Dr. Sebastião, cumprimenta-los, e vamos cuidar da saúde, bem para a população. Marco Pilla. O Prefeito citou aqui a agricultura familiar. Nós lançamos um grande programa chamado Pepaz. Nós vamos comprar o produto direto dos pequenos agricultores, para melhorar a renda deles. Nós temos 200 mil presos, 200 mil. Inaugurei agora duas penitenciarias anteontem, em Cerqueira César, duas de uma vez, 1.500 vagas. Acabou esse negócio de comprar quentinha, tem cozinha industrial, o preso trabalha. A cada três dias de trabalho, reduz um dia de pena. Alimentação é de melhor qualidade e metade do preço. E compramos os produtos da agricultura familiar, pelo Pepaz. Hospital, escola, penitenciária, fazendo economia. Cumprimentar aqui a Polícia Civil e Militar, os professores, os diretores. Deixar um grande abraço aqui para todos vocês. Contem conosco, vamos trabalhar juntos em benefício de Andradina. Muito obrigado!

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Palavras do governador Geraldo Alckmin encerrando os pronunciamentos. Pedir a todos que permaneçam em seus lugares. Nós agora teremos o encerramento das duas placas inaugurais.