Discurso - Entrega de títulos de domínio e inauguração do novo posto do programa Acessa São Paulo 20131409

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega de títulos de domínio e inauguração do novo posto do programa Acessa São Paulo

Local: Cajati - Data:14/09/2013

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Direto São Paulo, o governador do povo paulista, Geraldo Alckmin.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR: Boa tarde, boa tarde a todas e a todos. Estimado presidente da assembleia legislativa de São Paulo, deputado Samuel Moreira, prefeito de Cajati o Koga, vice-prefeito Ismaelzinho da Padaria, presidente da câmara, o Ilsinho da Barra, deputados estaduais André do Prado e Luciano Batista, secretário de estado da Justiça, professora Luiza Arruda, deputado Davi Zaia, secretário de gestão pública, prefeito de Jacupiranga, de onde estamos vindo, que é o presidente do Codivar, o Macedo, prefeito de Eldorado, pra onde estamos indo, o Eduardo Fouquet, Marco Pila diretor do Itesp, Vladimir Ferro do Poupatempo, Márcio Borges da secretária do emprego, Jonas Vilas Boas da área de regularização fundiária do Itesp, Luiz Carlos Rachid, diretor da CDHU, Dirlei de Pontes, vereadores, secretários, lideranças aqui da comunidade, amigas e amigos. É uma grande alegria, nós estamos hoje, Koga, entregando 137 títulos, e o Samuel lembrou bem já são quase 12 mil famílias que passaram a ter o título de propriedade, seja em área urbana, seja em área rural. É um trabalho demorado, difícil porque envolve parte topográfica, documental, judiciária, mas estamos avançando bastante, hoje mais 137 títulos. Depois o centro de inclusão digital e empreendedorismo, o PAT, aqui nesta praça inclusive eu acho que tem wireless, né? Então quem tiver o celular aqui pega toda parte de internet, enfim, avanços importante pra cidade. Vamos ter aqui, Koga, mais 200 casas, 200 famílias que vão sair do aluguel e realizar o sonho da casa própria. Quanto é o aluguel de uma casa aqui em Cajati? Olha só, caro, né, R$500.00, né, o aluguel, é R$6.000 por ano, uma judiação. Quem ganha um salário mínimo vai pagar R$100.00 para ser dono da casa, novinha, novinha, novinha, com a qualidade das casas que a gente faz aqui em São Paulo. Prefeitura está nos arrumando o terreno e nós já autorizamos 200 casas, 200 famílias que não tem casas e vão passar a ter a sua casa. Prefeitura vai receber também um ônibus escolar, ônibus 0 km pra transporte de estudante. O prefeito Koga já está vendo o terreno para a gente fazer aqui uma creche, programa creche escola, aqui já tem Etec classe decentralizada, já tem três cursos, né, e já está, Koga é rápido, ele está querendo o quarto curso, acho até que ele deveria trabalhar pra ter uma Etec de Cajati, né, não ter mais classe decentralizada. A Etec funciona aonde aqui? Ah, na escola estadual, então vamos trabalhar pra gente... Hoje são classes decentralizadas, a gente pode trabalhar para ter a Etec de Cajati, aí a gente vai poder ampliar bastante os cursos gratuitos aqui, inclusive curso de mineração, né? Nós estamos aqui na capital da mineração. Aliás, é interessante, eu estive com o Samuel Moreira anteontem em Diamantina, terra do JK, em Minas Gerais, e o nome Diamantina vem de diamante. Então, lá é terra de mineração. E o prefeito, teu colega Koga, de Diamantina, Dr. Paulo, médico, ele foi muito feliz mostrando qual é a diferença entre o agricultor e o minerador. Então ele falou: “olha, o agricultor é mais precavido, ele analisa se chove, não chove, para plantar ele é mais prudente, ele poupa, guarda no silo, né, ele planeja. O minerador é mais aventureiro, mais ousado, né, mais ousado, né, mais ousado”, ele fez isso pra homenagear o Juscelino Kubistchek, a ousadia do Juscelino, que esta ousadia porque ele era diamantinense, ele era de Diamantina, terra de mineração e está na marca dos mineradores esta ousadia, né, essa aventura pela prosperidade. Mas quero também aqui dizer que a prefeitura vai receber um caminhão coletador e compactador de lixo 0 km, vai receber também... Vai receber uma van pra transporte de pacientes e agora aqui anunciado uma ambulância, só não é aquela de cinema, né, que abre a porta da ambulância e sai uma morena e uma loira de dentro, né? Mas também terá aqui a ambulância. E vindo para cá, o prefeito, que é o bom prefeito Koga, ele disse que a cidade precisa de um centro de eventos, porque os eventos hoje ocorrem no ginásio de esportes e acaba atrapalhando o esporte, que a gente deve incentivar, e ao mesmo tempo não é o local totalmente adequado, então é importante uma cidade próspera, progressista, como é Cajati, ter um moderno centro de eventos pra sediar aqui grandes encontros, congressos, seminários, enfim, em benefício da cidade. Então 1,6 milhão, ele vai entrar com 600 mil e nós entramos com um milhão e vai fazer o novo centro aqui de eventos. Também na parte de saneamento básico, nós temos 100% de água, aliás, lá no fundo está a água da Sabesp, então quando a gente sair com esse valor vamos aproveitar lá pra tomar um copo d´água, nós precisamos tomar no mínimo oito copos de água por dia. E a água da Sabesp, não precisa comprar água, é abrir a torneira e tomar a água, é água potável, Sabesp é igual água de Nova York, Nova York ninguém compra água, abre a torneira e toma água. Então água de qualidade. O esgoto aqui está dando 87%, então com os investimentos que vão ser feitos, terminam em novembro do ano que vem, nós chegaremos a 100% de esgoto coletado, 100% de esgoto tratado, vai limpar o rio Jacupiranguinha, não é isso? Que é afluente do Jacupiranga, que é afluente do Ribeira, vai limpando tudo. Até porque os últimos jogos indicam que esse pode ser o ano do peixe, né, mais ou menos, né? Mas quero deixar um abraço, o prefeito fez outros pedidos que nós vamos analisar, mas eu estando... Delegacia, a sede da polícia civil e da polícia militar. Nós estamos saindo agora de Cajati quando inauguramos o novo prédio reformado da polícia civil. Então aqui a prefeitura já está nos providenciando o terreno pra gente ter aqui uma sede com bastante, bem feita, nova, adequada, tanto para a polícia civil quanto para a polícia militar. E estamos indo agora a Eldorado inaugurar a primeira Etec do Brasil em quilombo, então a Etec de agroecologia... Parte ambiental nós vamos inaugurar agora dentro de uma área de quilombo, primeira escola técnica do país em área de quilombo aqui no Vale do Ribeira. E vou fazer um pedido especial a Heloísa e ao Jonas, ao Marco Pila pra gente acelerar ainda mais a questão da titulação das terras, é muito importante aqui na região. Então, se precisar contrata mais topógrafos, advogado, enfim, pra gente acelerar ao máximo. Hoje são 137 famílias, mas a gente sabe que tem muito mais, então tanto na área rural, programa de titulação na área rural para as famílias poderem ter financiamento, ter crédito, ter segurança, programa Minha Terra, como na área urbana, eu título e escritura de propriedade. Queria agradecer aqui aos nossos secretários, nossos deputados, o Luciano da um passo aqui. O Luciano é aqui vizinho, é da baixada santista, de São Vicente, onde nasceram os municípios brasileiros, um ótimo deputado, o André do Prado, excelente deputado jovem com presença aqui no Vale do Ribeira, agradecer muito a eles. O Davi Zaia que está aqui conosco, também deputado, secretário de gestão pública todo esse trabalho do Acessa São Paulo, Poupatempo, Prodesp, tudo lá com o Davi, e em especial agradecer ao presidente da assembleia, vocês elegeram aqui na região um dos melhores deputados do Brasil, que é o Samuel Moreira, uma revelação... Samuel é trabalhador, honesto, dedicado, né, faz do mandado um instrumento pra servir a população, pra melhorar a vida da população. Eu que desde a década de 70, da época do velhinho do Guaraú, do saudoso Bertola, os mais velhos lembram aqui do Bertola, não lembram? Do Ari Mariano de Eldorado, da velha guarda que conheço aqui há mais de 40 anos, eu vejo o quanto nós estamos melhorando, quanto nós estamos melhorando, e vamos avançar e melhorar ainda muito mais, muito mais a qualidade de vida da população. Koga, parabéns pelo seu trabalho, conte conosco, muito obrigado. Região de Registro