Discurso - Entrega do "Edifício CIDADE IV" - 20120406

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso da Entrega do "Edifício CIDADE IV"

Local: Capital - Data: 04/06/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: ... No Tribunal de Justiça do Estado; Secretário de Planejamento, Julio Semeghini; Secretário da Justiça, Heloísa Arruda; Secretário do Esporte, Benedito Fernandes; Secretário do Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido; Dra. Daniela Cembranelli, Defensora Pública Geral do Estado; Secretário Adjunto do Emprego, Bruno Zarosco; Procurador do Estado, Plínio Back Silva; Chefe da Procuradoria do Patrimônio Imobiliário PPI, Ernesto Albuquerque; Presidente da CPOS Milton Frasson, Diretor da CPTM; Raquel Verdenachi, Secretária Executiva da Copa; Renato Viegas, presidente da Emplasa; Luciana Shneider, Superintendente de Relações Governamentais e Institucionais do Banco Itaú/Unibanco; Alexandro Campos, Chefe de Gabinete da Secretaria de Energia; Ingrid Bracher, Superintendente de Patrimônio do Banco Itaú/Unibanco; amigas e amigos. Hoje é um dia importante, não é, para revitalizar o centro de São Paulo. Nós compramos aqui esse prédio do Itaú/Unibanco. São 15 andares, 18 mil metros quadrados de área construída e aqui devem trabalhar perto de 1.200 funcionários. Então 1.200 trabalhadoras, trabalhadores, novos funcionários que vêm trabalhar aqui no centro. Restaurante, cafeteria, comércio, ajuda a revitalizar o centro de São Paulo e facilita a vida dos nossos funcionários, porque é ao lado do metrô, tem o metrô aqui do lado praticamente. Então nós tínhamos, no outro Governo, comprado sete prédios aqui na Rua Boa Vista, na Rua 15 de Novembro e na Ladeira Porto Geral. Compramos aqui sete prédios e fizemos uma economia de perto de R$ 1 milhão, porque nós alugávamos aluguéis no Espigão da Paulista e na Faria Lima, lá no Jardins, que eram aluguéis caros. Compramos aqui bem mais barato e ajudamos a revitalizar o centro. A mesma coisa nós estamos fazendo agora. Isto permite economia de aluguel, nós vamos deixar de pagar perto de R$ 500 mil por mês de aluguel para estar em prédio próprio e vamos melhorar os serviços, por exemplo, para cá vem a Defensoria Pública que está em um prédio acanhado lá na Liberdade, não é isso Daniela? Então aquele atendimento que o pessoal fica na rua, ali na calçada, na fila. Nós vamos acomodar aqui agora a Defensoria em uma situação muito melhor. Então vem para cá a Defensoria Pública, vem para cá CPTM e EMTU, vem para cá a Companhia Docas do Departamento Hidroviário, eles estão na Faria Lima. Escolheram bem. Estavam em cima do Rubayat. Um andar é de propriedade deles e um andar e meio eles alugavam. Agora abre mão do aluguel que nós vamos vender esse um andar que tem lá na Faria Lima para comprar outros prédios aqui no centro. Vem para cá a Casa Paulista, a nova agência da Secretaria da Habitação, o Programa Casa Paulista. Nós teremos aqui também a nova Secretaria de Energia, importante espaço da Secretaria Executiva, o Comitê da Copa do Mundo, também vai estar aqui até 2014. A PRODESP pagava mais de R$ 1.200,00, vem para cá também. Enfim, o DAE também estava meio espalhado, porque o DAE está aqui do lado e aí fica tudo aqui. Então vamos criando aqui um verdadeiro centro administrativo. Nós já temos aqui nesse conjunto, eu acho que umas nove secretarias, e umas sete ou oito empresas do governo, aqui na região central. E ainda estamos economizando, porque nós vendemos um prédio lá na Faria Lima e deu R$ 71 milhões, e nós compramos três prédios: na Cásper Líbero, onde a Seade... A Fundação Seade pagava aluguel, aqui na Rua Boa Vista e o terceiro na 15 de Novembro aqui ao lado, a 15 de Novembro é a rua mais governista que existe! No tempo que o Brasil pertencia a Portugal era a Rua Portuguesa, depois que o Brasil ficou independente de Portugal a Rua Imperial do império, aí veio a republica mudou para 15 de Novembro, ela vai mudando de acordo com a política, ela vai, mas 15 de Novembro, Boa vista e os três prédios deu R$ 46 milhões, então ainda sobraram R$ 25 milhões, vendemos um prédio na Faria Lima cumpramos aqui no centro e vai revitalizando o centro de São Paulo. E o próximo vai ser o Hotel Explanada, onde era Votorantin ao lado do Teatro Municipal de São Paulo e lá no... E aqui também vai vir provisoriamente a Secretaria da Justiça que vai ser restaurado o prédio da Secretaria da Justiça lá no pátio do colégio, então uma parte da secretaria enquanto faz o restauro, também vem pra cá. E a Secretaria da Agricultura que está num lugar muito distante, caminho da praia, né, vence no ano que vem a concessão de 20 anos do Centro Imigrantes, então nós estamos fazendo uma megaconcessão, unindo o Centro Imigrantes que já existe, mais toda aquela área da antiga FEBEM lá de Imigrantes, mais toda área do prédio da Secretaria da Agricultura, o Julio Semeghini é que está comandado aí o trabalho fazendo uma grande concessão para ter lá um gigantesco Centro de Eventos e de Exposições, inclusive com hotel, um conjunto importante que falta em São Paulo, hoje falta espaço para grandes eventos aqui em São Paulo. Na porta da Imigrantes, do lado do Porto, do lado do Rodoanel e o metrô monotrilho de Jabaquara, também, do lado o Aeroporto de Congonhas com monotrilho, então... E nós estamos pensando em levar a Agricultura lá para o antigo Hotel Explanada, a Votorantin, ali no centro de São Paulo. Mas, eu quero agradecer os representantes do Itaú/Unibanco transmitam ao Zeca Rudge o nosso agradecimento, o nosso abraço, aliás, os prédios do lado eram... Compramos sete prédios em uma situação excepcional, o Dr. Olavo Setúbal facilitou enormemente, e prédios como esse aqui, é entrar e trabalhar: computador, manutenção está tudo perfeito, nós só vamos entrar e já começar a ocupar o prédio. Agradecer aos nossos secretários, em especial o Júlio Semeghini, o Felipinho que nós já demos o nome aqui de Palácio Felipe [ininteligível], o Edifico Felipinho, aqui! O Felipe está fazendo um bom trabalho nessa área aí de reengenharia, mas acho que o governo tem que dar exemplo na revitalização do centro, vindo para cá, trazendo para cá os órgãos públicos fazendo economia de aluguel e ajudando a revitalizar o centro de São Paulo e ajudando os nossos funcionários que vão ter metrô do lado, vão trabalhar numa situação de transporte de qualidade como é o metrô aqui no fim da rua, aqui, da Rua Boa Vista. Muito obrigado!