Discurso - Início da duplicação da Avenida Guilherme Jorge + descerramento da placa de inauguração do Centro Dia do Idoso "Maria dos Anjos Cury" 20162804

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Início da duplicação da Avenida Guilherme Jorge + descerramento da placa de inauguração do Centro Dia do Idoso "Maria dos Anjos Cury"

Local: [[]] - Data:Abril 28/04/2016

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa tarde. Boa tarde a todas e a todos. Cumprimentar o nosso prefeito, Marco Bertaiolli, que é também presidente do Condemat; a Mara, preside o Fundo Social de Solidariedade; vice-prefeito Dr. Cuco Pereira; o nosso presidente da Câmara, o Mauro Araújo, nosso presidente da Câmara, representado pelo Pedro Komura; o deputado federal Floriano Pesaro, secretário da Promoção Social; Dr. Aloísio Toledo César, nosso secretário da Justiça; deputados aqui presentes; o Estevão Galvão, grande líder, nos ajuda muito na Assembleia; o André do Prado, está aqui também, grande parceiro na Assembleia Legislativa de São Paulo.

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O Marcos Damásio, deputado aqui de Mogi; o Dr. Luiz Carlos Gondim, também deputado do município; prefeitos de Suzano, Paulo Tokuzumi; Arujá, o Abel Larini; Biritiba Mirim, o Inho; nosso ex-prefeito, sempre deputado Junji Abe; coronel Mauro Lopez, tenente coronel Jean Leite; Dr. Boanerges Braz de Mello; o José Rezende Filho da área do Desenvolvimento Social; a Rosana Morroni; a Eliana Mangini; o Nilmar Ferreira, responsável aqui pela obra; o Mateus Gomes; o João Montes, da nossa Apae; o José Miraídes Penha, saudando aqui todas as igrejas; o Rubens Bottino, do consórcio que vai executar a obra. Alunos da nossa rede pública de educação aqui de Mogi, professores, amigas e amigos. Eu quero dizer que esse novo partido, o PMC, né, o Partido de Mogi das Cruzes, eu posso ser candidato a vereador em Mogi, porque quero saber qual dos vereadores de Mogi já foi a pé de Mogi a Sabaúna, e eu já fui a pé.

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Onze quilômetros de Mogi até Sabaúna.

PREFEITO MARCO BERTALIOLLI: Aproveitando, eu quero aqui dizer que o governador, quando fez a inauguração do Caminho da Luz, nós fomos a pé de Mogi até Sabaúna. E, governador, nós temos um presente desse dia para o senhor, o registro fotográfico para provar que o senhor foi a pé. Então, eu pediria a Mara, minha esposa, que, por favor, fizesse a entrega do álbum para que o senhor pudesse levar à dona Lu Alckmin.

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, está documentado aqui. Olha aí.

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Mas, nós só fizemos, nós fizemos onze quilômetros. A Lu, minha mulher, fez 214 quilômetros. Ela fez Mogi-Guararema, dormiu em Guararema. Guararema-Santa Branca, ficou em Santa Branca. Santa Branca-Paraíbuna, Paraíbuna-Redenção da Serra, Redenção da Serra-Taubaté, Taubaté-Pindamonhangaba, e finalmente chegou à Aparecida. Saiu no domingo, chegou no outro sábado, foram sete dias e seis noites. E aí, participamos da Santa Missa, chama Rota da Luz. Esse último fim de semana, os hotéis nesse roteiro da Rota da Luz estavam todos lotados. Está vindo pessoal do Rio de Janeiro, o pessoal faz a pé, e uma parte de bicicleta, faz de bicicleta, não anda na beira da rodovia, da Ayrton Senna, nem da Dutra, estradas rurais. É uma viagem interior, de reflexão, de oração, de meditação, e uma viagem externa, cachoeiras, rios, paisagens, toda a zona rural muito bonita. Mas hoje nós estamos aqui para entregarmos uma obra e iniciarmos uma outra grande obra. O Floriano Pesaro aqui destacou, o Estado de São Paulo é um estado amigo do idoso, um estado amigo do idoso. Os 645 municípios, os menores com Centro de Convivência Do Idoso e os maiores com o Centro Dia, que é o caso aqui de Mogi, numa boa parceria com o prefeito Bertaiolli. E presta, o município, o prefeito, uma homenagem à dona Maria dos Anjos Cury que foi voluntária durante longos anos, 40 anos na Santa Casa de Misericórdia. Um dia eu ouvi de um amigo, Mara, que dizia o seguinte: "Do que é que será que vão lembrar de nós quando nós morrermos?". Ninguém vai lembrar: "Olha, fulano comprou uma casa. Fulano comprou uma fazenda, um carro chique", não. Se lembrarem, só vão lembrar: “Era uma pessoa generosa, era uma pessoa boa, ajudava quem mais precisava, mais sofria, não é, serviu ao seu semelhante”. Então, muito bonita essa homenagem que o povo de Mogi faz à dona Maria dos Anjos Cury, pelo seu exemplo de dedicação às pessoas doentes, necessitadas, durante tantos anos na Santa Casa. Depois nós estamos aqui para começar uma outra grande obra, que é a ligação de Mogi passando por Braz Cubas, Jundiapeba e indo até Suzano. Grandes cidades, não é, Mogi e Suzano são das maiores e melhores cidades brasileiras. O problema hoje de mobilidade urbana é uma realidade, Pindamonhangaba, minha cidade Natal, sábado 10 horas da manhã trava o centro, ninguém anda, nem para frente, nem para trás de tanto carro, não é? Então, hoje você, essa Avenida das Orquídeas, nova, que ela vai ligar o que já existe, que é a Tenente Onofre com a Guilherme George, que já existe. Essa parte nova, Avenida das Orquídeas, vai ter quatro faixas, duas pistas, pista duplicada. Então, vai beneficiar toda a região aqui de Mogi, de Suzano, abrindo oportunidades de mais empresas, mais emprego, mais desenvolvimento e qualidade de vida para a região. A gente fica muito feliz de poder iniciar hoje essa grande obra que com marca sempre de Mogi e do Bertaiolli e vai ser feita com qualidade, bem-feita em benefício da população. E o dinheiro do Estado de São Paulo vai ser muito bem aplicado aqui. Está também conosco o desembargador Aloísio de Toledo César. Nós temos um programa do Fundo de Interesse Difuso, e Mogi ganhou o concurso lá do FID. Então, nós estamos liberando 2,1 milhões para o restauro do Casarão do centro da Coronel Cézar Franco, Coronel Souza Franco, que vai ser o Museu Digital, o Museu da cidade de Mogi. E também o desembargador Dr. Aloísio, está aí o cronograma para a gente agora, se Deus quiser, em setembro, estarmos entregando o novo Fórum aqui de Braz Cubas, aqui em Mogi das Cruzes.

[aplausos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Quero deixar um grande abraço, dizer que eu não votei, mas se eu tivesse votado, eu também votaria pelas orquídeas, não é? Se há uma flor bonita é a orquídea. E aqui é a capital, não é, das flores, a capital da orquídea. E eu vou levar para a Lu esse presente, posso dizer que é meu ou tem que dizer a origem?

[risos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Um dia desses eu parei do semáforo, aí o rapaz me reconheceu com aquela buquê de rosas vermelhas, tal, ele falou: "Doutor, compra. Leva para a dona Lu". Eu falei: "Olha, eu nunca levei, se eu levar ela vai ficar desconfiada, né".

[risos].

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Pessoal, um grande abraço.

[aplausos]. [[]]