Discurso - Início das obras do Trecho Norte do Rodoanel Mario Covas 20131203

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Início das obras do Trecho Norte do Rodoanel Mario Covas

Local: Arujá - Data: 13/03/2013

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia a todos vocês! Agradecer aqui a presença, todos se sacrificaram nesse dia ensolarado com muito calor, mas todos nós aqui estamos participando de um dia histórico! Essa é uma obra das mais importantes de São Paulo e do Brasil porque essa é a terceira região metropolitana do mundo, 22 milhões de pessoas aqui na região metropolitana de São Paulo. Obra complexa, 5 mil famílias estão no trajeto da obra, área da Serra da Cantareira vai demandar quase 13,5 km em tuneis, então uma obra difícil, mas uma obra de extrema importância para São Paulo e para o Brasil e é um dia histórico, não é? Hoje, dia 12 de março dá início aqui a obra, o Saulo e o Laurence... Cadê o Laurence? A obra são 36 meses transportando para dias, quantos dias faltam para inaugurar? 1079 dias. Eu vou por na folhinha lá, se fizer a conta 36 meses dá 1094, mas as empresas já gastaram uns 15 dias aí, para montar os canteiros. Já descontamos, então tem 1079 dias para inaugurar! São 44 km de autoestrada, ou seja, 88 km de pistas. São 7 tuneis, ou seja, 14 tuneis que nós vamos ter, quase 14 km em tuneis. O maior NATM em largura do Brasil, porque geralmente o modelo de túnel por NATM, ele é mais estreito, aqui é mais largo, então será o maior NATM do país. Está incluído na construção 3,6 km para chegar dentro do Aeroporto de Cumbica em Guarulhos, então ninguém vai precisar mais pegar Marginal: caiu no Rodoanel está dentro do Aeroporto de Cumbica que é o maior aeroporto do país. Vai integrar a Dutra, aqui na divisa Arujá – Guarulhos e integra com o aeroporto, integra com Fernão Dias, integra com a Avenida Raimundo Pereira de Magalhaes. Aliás, eu aprendi quando fui candidato a prefeito de São Paulo, é a avenida mais longa da cidade, a Avenida Raimundo Pereira de Magalhaes, estrada velha de Campinas e chega na Bandeirantes e aí fecha os 175 km do Rodoanel Metropolitano. A Asa Leste que vai chegar aqui, ela em março do ano que vem tem que estar pronta. Vai integrar a Dutra, Ayrton Senna, a SP-66 e chega lá em Mauá na Avenida Papa João XXIII. Toda grande obra é fruto do trabalho de muita gente, de muitas mãos. Não é uma obra... Ninguém faz nada sozinho, então quero aqui agradecer, primeiro, o nosso prefeito anfitrião, o Abel Larini; agradecer também os prefeitos aqui da região, em especial o prefeito de Guarulhos, o Sebastião Almeida! Nós estamos aqui, quase na divisa aqui Arujá e Guarulhos, e dizer o seguinte: o Abel já licitou o outro lado da Av. Mário Covas, e nós..., a Assembleia Legislativa já aprovou o financiamento da área do Baquirivu, então nós vamos ter uma grande obra em Guarulhos que é a canalização do Baquirivu e as pistas do Baquirivu, então uma grande obra de saneamento e do sistema viário aqui da região. Cumprimentar também o prefeito de Santa Isabel, o Padre Gabriel; de Mogi, o Marco Bertaiolli; de Itaquaquecetuba, Dr. Mamoru; de Biritiba Mirim, o ‘Inho’; de Suzano, Paulo Tokuzumi; de Poá, ‘Dr. Testinha’ e de Ferraz de Vasconcelos, Moacir Filó. Quero saudar aqui, todos os vereadores, cumprimentado aqui o vereador Abelzinho, o presidente da Câmara; os deputados federais: o pastor Roberto de Lucena que falou em nome de nome da bancada federal, e o deputado federal Carlos Roberto, cadê o Carlos Roberto? O Carlos Roberto, de Guarulhos que também está aqui conosco. Depois saudar, aqui, e agradecer ao Dr. Ricardo Rossi Madalena, superintendente regional do DNIT. O Rodoanel é uma obra em parceria, 1/3 financiamento federal e 2/3 do estado de São Paulo. O Trecho Leste é 100% privado, é concessão, o Trecho Norte é obra pública, porque não tinha como fazer concessão de algo que não existia, então é obra pública. 1/3 federal, quero agradecer aqui a presidenta Dilma; ao Ministro dos Transportes, o Dr. Paulo e ao nosso superintendente aqui do DNIT, o Dr. Madalena. Nós conseguimos economizar, R$ 1,2 bilhão em uma concorrência internacional, aqui são 6 lotes, ou 8, Saulo? 6 lotes, 4 consórcios venceram, porque 2 consócios venceram 2 lotes. Então são 4 consórcios, 6 lotes. Nós teremos 6 frentes de trabalho simultâneas: a obra está começando aqui num lote e vai começando nos outros 5 lotes ao mesmo tempo. Nós vamos gerar aqui, aqui, 15 mil empregos entre empregos diretos e indiretos. Aqui do lado no Rodoanel Leste têm 3,1 mil empregos, nós vamos contratar mais 2 mil trabalhadores agora no mês abril e maio para aproveitar a seca.Vai ter 5,1 mil trabalhadores diretos no Trecho Leste do Rodoanel, que vai ser acelerado, e aqui entre direto e indireto 15 mil empregos. R$ 1 bilhão, nós vamos investir em desapropriações e em investimento habitacional, não vamos deixar ninguém para trás. Então quem tem a escritura, indenização, quem não tem, é casa! Capacitação das pessoas, como o Dr. Saulo colocou, um grande programa social que vai ser feito aqui, no Rodoanel. Quero agradecer ao Dr. Ricardo Madalena do governo federal; agradecer o Dr. Saulo, nosso Secretário dos Transportes, a Secretaria só em duas obras, aqui no Rodoanel Norte e na Tamoios, nós economizamos R$ 2,4 bilhões. 3 obras só da Dersa R$ 2,4 bilhões. Agradecer o deputado Bruno Covas que fez... Cadê o Bruno? Fez um ótimo trabalho. Vem aqui, Bruno! Um ótimo trabalho, provando que é possível fazer obra e preservar o meio ambiente. Então vem aqui, Saulo! O Bruno está fazendo um belíssimo trabalho, às vezes o pessoal acha: “Não, o meio ambiente atrapalha.” Não atrapalha nada! É só a gente cumprir aquilo que precisa ser feito, porque não é possível fazer as coisas destruindo a natureza. Então, todo o meio ambiente vai ser preservado, essa é uma boa dobradinha, o Bruno e o Saulo. Se fosse o Mário Covas dizia: Coutinho e Pelé. Hoje seria Neymar e Luiz Fabiano, Neymar e Alexandre Pato, Neymar e Valdívia. Mas agradecer os deputados estaduais, o André do Prado falou em nome dos seus colegas; agradecer ao doutor Pedro Tobias; ao Alencar Santana; ao doutor Gondim; ao Beto Trícoli; ao Orlando Morando; ao João Caramez; ao Osvaldo Vergílio; à deputada Heroilma Tavares; deputado Helio Nishimoto; o Estevão Galvão; o Celino Cardoso; o Edmir Chedid; o presidente da DERSA, o Laurence, que está fazendo um ótimo trabalho, cumprimentando toda a equipe da DERSA; Clodoaldo Pelissioni, superintendente do DER; Vereador Claudinho da capital, saudando todos os vereadores da região; Cumprimentar aqui os responsáveis da Mendes Junior, doutor José Antonio de Almeida; da Isolux Corsán, Henrique Fernandes; da OAS Carlos Henrique Lemos; da Acciona, José Maria Jordão Rando;. E saudar também o time da Construcap, da Copasa.e todos os trabalhadores, trabalhadoras dessa grande obra; Comandante Clauco; Capitão Alexandre; o Norival de Almeida Silva, presidente da Federação dos Caminhoneiros do estado de São Paulo; Toninho da Primax que preside também a Federação de Transporte de Cargas. Nós vamos tirar 17 mil caminhões de São Paulo, trânsito de passagem. Olha, é um caminhão atrás do outro, dá para a gente ver ali na Dutra. Está indo tudo para o porto de Santos, passa tudo pela Marginal, tudo pela Bandeirantes, pela Avenida Bandeirantes. Olha lá: um atrás do outro. Aí o trânsito de passagem. Ou quem vai para o porto de Santos, tudo Rodoanel. É um gira por fora do Rodoanel, tira 17 mil caminhões, melhora a qualidade do ar, diminui poluição, melhora o trânsito, melhora a segurança, ajuda a vida da população. Cumprimentar a Rita de Cassia, saudando aqui a melhor idade, o Lairton. Mas quero deixar um grande abraço para vocês! Nós começamos hoje uma obra que vai melhorar muito a vida da nossa população. Nós temos o privilégio de morar numa região que é uma colmeia do trabalho, a região metropolitana de São Paulo é maravilhosa: para onde você olha, tem desenvolvimento, é fábrica, fábrica, fábrica, empresa, empresa, empresa. É uma do lado do outro. Para isso nós precisamos melhorar a logística, reduzir custo, melhorar a competitividade do país, para crescer mais, São Paulo ajudar o Brasil e melhorar a vida da nossa população. Estamos muito feliz de aqui, de Arujá, divisa aqui, com Guarulhos, às margens da rodovia Dutra, que liga esses dois grandes polos da América Latina, que é São Paulo e Rio de Janeiro. Nós iniciarmos a última etapa do Rodoanel metropolitano Mario Covas. Parabéns São Paulo!