Discurso - Início das obras do Complexo Viário do Polo Institucional de Itaquera - 20121209

De Infogov São Paulo
Revisão de 10h54min de 5 de outubro de 2012 por Natalia.fransilva (discussão | contribs) (Criou página com ''''Transcrição do discurso no Início das obras do Complexo Viário do Polo Institucional de Itaquera''' '''Local: Capital - Data: [http://infogov.imprensaoficial.com.br/i…')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso no Início das obras do Complexo Viário do Polo Institucional de Itaquera

Local: Capital - Data: 12/09/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Muito bom dia a todos e a todas. Estimado prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, governador José Maria Marin, presidente da CBF; deputado Júlio Semeghini, secretário de estado de Planejamento e coordenador do Comitê Executivo da Copa de 2014; Saulo de Castro Abreu Filho, secretário de Logística e Transporte; Márcio Aith, Comunicação; Gilmar Tadeu, secretário municipal de Articulação para a Copa; Laurence Casagrande, presidente da Dersa; Paulo César Máximo, subprefeito; padre Rosalvino, presidente das obras de Dom Bosco; irmã Rosane Ghedin, diretora presidente da casa de saúde e do hospital Santa Marcelina; irmã Tereza Lorenzoni, padre Ademar, [ininteligível], diretores e funcionários da Dersa, trabalhadores, aqui, das empresas do complexo viário; coronel Demárcio Arantes Teles, comandante da Polícia Militar Metropolitana; amigas e amigos. Nós estamos iniciando, hoje, as obras do complexo viário. São cinco obras, praticamente, R$ 352 bilhões. Primeiro, destacar, aqui, o esforço da Dersa de austeridade. Nós conseguimos, nessas licitações, 27% de desconto. Elas ficaram R$ 97,7 milhões mais baratas. Uma obra maior é a ligação da Avenida Itaquera com o outro lado da Radial Leste, a chamada ligação norte/sul. Então, um conjunto de avenidas que vão passar por cima da Radial Leste, por cima do trem, por cima do metrô e saem do outro lado. Essa é a primeira obra. A segunda, aqui, por trás do estádio. Todo um complexo de avenidas que vai ligar a Avenida Antônio Inácio Curi com a Avenida Itaquera. Vai aliviar muito a região da avenida líder e beneficiar muito o trânsito da região. A terceira é aqui. O que nós estamos vendo, ali, vai ser um mergulhão. A Radial Leste vai mergulhar aqui e, onde está aquele semáforo, vai ter uma grande rotatória. Então, muda todo esse cenário. A quarta obra é a nova Radial Leste, encaixando na Jacu-Pêssego, todo um complexo viário. Quem vem do Aeroporto de Cumbica, quem vem do Rodoanel, quem vem da Airton Senna... Todo mundo chega rápido no estádio com as novas alças da radial leste, encaixando a nova radial na Jacu-Pêssego. E a quinta é a pedestre, a maior passarela, 185 metros de comprimento, 115 metros de vão livre, um dos vãos livres, e seis metros de largura, que vai ligar, aqui, a frente do estádio, com o outro lado do trem, do metrô e da Radial Leste. Essas obras estão sendo iniciadas. Ali vai ter uma placa, Kassab, atrás do Gilmar, ali, cada uma dessas cinco obras: “faltam tantos dias para ficar pronta”. E todo dia vai ser atualizada. Então, as [ininteligível] vão ser controlados aqui, dia a dia, para a gente ter uma boa antecedência nessas obras. Além do conjunto dessas obras, o metrô e o trem. O trem, e esse é um legado para a cidade, vai ficar, governador Marin, três minutos a distância, no pico, na Linha 11 da CPTM. Com novos trens e investimentos na ferrovia e no sistema eletrônico, no sistema de segurança. E o metrô baixa de 110 para 85 segundos a distância entre um trem e outro, no metrô. A Fifa exige que a gente, em uma hora, transporte 60 mil passageiros. Nós vamos transportar, em uma hora, 114 mil passageiros. Ou seja, sem usar um automóvel, dá para esvaziar o estádio em 40 minutos. Em 40 minutos, você esvazia o estádio. Aqui, do lado de cá, essas obras todas são da Etec e da Fatec, um polo educacional de ensino técnico, tecnológico de formação de recursos humanos, e também, do lado de cá, toda a área de segurança. Nós vamos ter, aqui, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros. Então, também é uma área grande, aqui, de segurança pública. Os investimentos da prefeitura complementam os nossos. Os dois juntos dá mais de R$ 450 milhões, que vão beneficiar toda a região, no sentido de melhorar o trânsito, a fluidez das pessoas, a mobilidade urbana e emprego na região. Todas essas obras, entre empregos diretos e indiretos, são seis mil empregos, aqui, na região. Só nesse complexo viário e em todo o esforço que está sendo feito. O estádio do Itaquera está indo muito bem, está até à frente do seu cronograma, então, tudo está preparado, aqui, para a gente ter uma belíssima abertura da Copa do Mundo, em 2014, não é? E poder ver aqui o Neymar brigar, não é? Não só o Neymar, mas Lucas, Romarinho, Luís Fabiano, Valdívia... Enfim, vai estar... Está tudo preparado, aqui, para a grande abertura da... Tem para todos os gostos, não é? Mas eu quero deixar um grande abraço, agradecer ao prefeito Kassab, grande parceiro em todas essas obras. Agora, nós já vamos começar, [ininteligível], já trabalhar para a Expo 2020, lá do outro lado da cidade, lá em Pirituba. Temos uma reunião, à tarde, exatamente sobre outra das grandes exposições do mundo, que é a vocação de São Paulo, essa capital mundial. Cumprimentar o governador Marin, pelo seu trabalho na CBF, dizer que conte com São Paulo, para nós estarmos juntos aí, ajudando o Brasil. Agradecer ao Júlio Semeghini. Quantas cidades estão disputando centro de treinamento?


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: [ininteligível]


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: E São Paulo?


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: São Paulo tem [ininteligível].


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Quinze? É. Não é só São Paulo que vai ser beneficiado. Estão disputando... Nós temos 32 seleções, cada uma escolhe onde vai ficar. Vinte centros, nós estamos disputando, até agora. Vai ter mais. Nós podemos... Seleção da Alemanha, já está escolhendo lugar; Seleção da Itália, da Espanha, Argentina... Todo mundo já está escolhendo. E um voluntariado enorme, governador Marin. Então, nós vamos poder ter seleção em Mogi, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Águas de Lindóia, Atibaia, São Paulo, Santos, Sorocaba, Barueri, Cotia... O estado inteiro. Nós temos uma expectativa de um grande número de seleções escolherem São Paulo como centro de treinamento, porque temos uma boa rede hoteleira, boas áreas esportivas e proximidade de aeroporto, que são as três exigências da Fifa e que as seleções precisam. Queria agradecer ao Dr. Saulo, que está fazendo um grande trabalho na Secretaria dos Transportes, toda a equipe do Laurence, da Dersa, pelo esforço que está realizando. Cumprimentar, aqui, todos os trabalhadores e as empresas e dizer que nós vamos acompanhar, ali, o cronograma. Para a gente não atrasar um dia e poder entregar com uma boa antecedência. Parabéns a todos!