Discurso - Início de obra de adequação do trevo do km 55 da Rodovia Anchieta e das obras de implantação de 3ª faixa na Rodovia Cônego Domenico Rangoni e de faixa operacional na Rodovia Padre Manoel da Nobrega - 20120412

De Infogov São Paulo
Revisão de 13h26min de 3 de julho de 2013 por Amandabarboza (discussão | contribs)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Início de obra de adequação do trevo do km 55 da Rodovia Anchieta e das obras de implantação de 3ª faixa na Rodovia Cônego Domenico Rangoni e de faixa operacional na Rodovia Padre Manoel da Nobrega

Local: Cubatão - Data: 04/12/2012

GOVERNADOR DE SÃO PAULO, GERALDO ALCKMIN: Amigas e amigos! cumprimentar o presidente da Câmara de Cubatão, o vereador Donizete Tavares; Secretário dos Transportes, Dr. Saulo de Castro; deputado Bruno Covas, Secretário do Meio Ambiente; o Coronel Roberto Meira, Benedito Roberto Meira, comandante-geral da Polícia Militar; Karla Bertocco, diretora geral da ARTESP; nosso sempre secretário, deputado, prefeito eleito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa; o Coronel Afonso Prado; o Dr. Waldomiro Bueno Filho, diretor do Deinter-6, Dr. Marcelino Rafart de Seras, presidente da Ecorodovias, Dr. Frederico Roto, presidente da Ecovias, Dr. José Carlos Cassaniga, Superintendente; Luís Carlos Rachid; o Ademar de Oliveira; trabalhadores aqui da obra; lideranças; amigas e amigos. Essa é uma obra histórica, esse trevo é da década de 40, um trevinho antigo aqui na Anchieta. Aqui foi dito pelo Marcelino que essa é uma das melhores esquinas do Brasil, aqui passam 100 mil veículos. O que vai ser feito é mais do que o novo trevo: é um verdadeiro anel, o mini anel viário interligando a Cônego Domênico Rangone à Anchieta, à Imigrantes, também teremos 4 km de marginais, ligando a Anchieta com a Imigrantes. Quem for para as praias, quem for para a Praia Grande, para Manoel da Nóbrega já passa aqui direto, vai ganhar muito tempo. São 6 grandes obras viárias, viadutos. São 153, aliás, 175 milhões de reais, só na obra aqui dos viadutos, mais 153 milhões na ampliação da Cônego Domênico Rangone que vai ter 16 km de faixa, o que dá um total de 328 milhões. A licença ambiental foi dada agora pelo Bruno, a obra começa hoje e tem que estar pronta em 22 meses. Obra que vai beneficiar o Porto de Santos, vai beneficiar o pólo industrial, o pólo petroquímico aqui de Cubatão, vai beneficiar quem vem para as praias maravilhosas aqui do litoral, do Pré-Sal, enfim uma grande obra e de grande importância aqui para a população. Quero também antecipar que nós já estamos estudando a questão da entrada da cidade de Santos, da Anchieta para o Porto de Santos, essa é uma obra que envolve prefeitura porque tem sistema viário local, envolve o governo do Estado, que é a Anchieta, novo viaduto, novo binário e envolve também o governo federal porque é a chegada, o maior beneficiário, com a chegada ao Porto de Santos, Quero dizer também que ontem tivemos uma grande vitória no tribunal de justiça e assinaremos ai em questão de dias, a compra dos trens do VLT, já assinaremos o contrato dos trens do VLT e saiu também ontem a outorga do DAE para os viadutos de São Vicente na Imigrantes, lá na chegada da Manoel da Nóbrega, então a gente espera com essa outorga já abrir imediatamente a licitação e teremos outras grandes obras. Eu queria aqui agradecer ao Dr. Saulo, agradecer a Karla Bertocco e ela falou aqui, o Saulo e a Karla sobre esta questão de taxa interna de retorno, digo olha como isso é importante para a população. Essa obra são 328 milhões de reais nós estamos ampliando o contrato de concessão da concessionária da Ecovias se fosse a taxa interna anterior que é da década de 90, tiro de mais de 21%, teria que ser prorrogada a concessão 59 meses, com a taxa interna de retorno que nós conseguimos exigir e é aquela que nós estamos fazendo em São Paulo agora 9,1, a concessão é prorrogada 18 meses, olha a diferença, 59 meses para 18, São Paulo está dando um exemplo para o Brasil de como trabalhar com prazos mais longos e na defesa do interesse público, faze-lo com eficiência, faze-lo financeiramente da maneira mais econômica em benefício da sociedade. Quero aqui agradecer a Eco rodovias que é parceira do desenvolvimento de São Paulo para que a gente possa crescer, gerar mais emprego, mais oportunidade. Agradecer ao Bruno Covas, vai completar agora dia 17, dez anos da segunda pista da Imigrantes e eu se Deus quiser ir sim. Um sonho do Mário Covas que era a segunda pista, que nós conseguimos entregar, melhorando aqui essa ligação histórica entre o litoral onde nasceu o nosso Estado que é aqui a região de São Vicente, e o planalto de Piratininga. Quero também cumprimentar a prefeita Marcia Rosa que chegou, agradecer ao Paulo Alexandre Barbosa, o nosso prefeito eleito aqui de Santos, agradecer ao Bruno Covas, nosso abração Marcia. Cumprimentar a prefeita Marcia Rosa, Cubatão e toda região são muito beneficiadas com esses investimentos de 328 milhões de reais. Agradecer ao Dr. Saulo, a Karla Bertocco, a Artesp, a Eco rodovias e olha, agora é mãos a obra, agora é contar dia por dia para entregar essa obra. O prazo é de 22 meses, mas se a gente fizer um apertinho ainda maior, a gente consegue faze-lo em 21, 20 meses. É uma obra histórica, histórica depois de praticamente 70 anos, a região ganha um investimento de mais de um terço de bilhão de reais que vai beneficiar muito. Alguém me falou quando eu cheguei que aqui tem cheiro de pneu, porque a turma freia tanto e os congestionamentos são tão grandes que fica até cheirando pneu queimado. E nós vamos ganhar então, um novo viário aqui para o desenvolvimento da região. O Porto de Santos crescendo, batendo recorde e todo mundo trabalhando para o desenvolvimento de São Paulo e para ajudar o Brasil. Um abraço muito especial aos trabalhadores, trabalhadores que vão se dedicar a essa importante obra para o Estado de São Paulo. Muito obrigado!