Discurso - Inauguração da Central de Penas e Medidas Alternativas e da nova unidade do Corpo de Bombeiros 20130806

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Inauguração da Central de Penas e Medidas Alternativas e da nova unidade do Corpo de Bombeiros

Local: Cândido Mota - Data:08/06/2013

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Senhoras e senhores, neste momento, palavras do nosso governador Geraldo Alckmin.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Boa tarde. Boa tarde a todos e a todas. Quero saudar o prefeito de Cândido Mota, o Dr. Zacharias, agradecer as suas palavras, cumprimentar a sua esposa Osmarina, vice-prefeito, Bonini, presidente da Câmara Inês, juíza de direito, Dra. Juliana Dias Almeida de Filippo, diretora do fórum, deputado federal, Abelardo Camarinha, deputado estadual, Mauro Bragato, secretários de estado, Lorival Gomes, Giovanni Cerri, Mônica Bergamaschi, Walter Hoffen, Aparecido Bruzarosco e Rogério Barreto, Márcia Antonietto, diretora do setor de Penas e Medidas Alternativas, Jairão, prefeito de Tarumã e presidente do Civap, prefeito de Assis, de onde saímos agora, o Ricardo Pinheiro, prefeito de Platina, Manoel, de Maracaí, Tatu, de Pirarema, o Tiago, de Quatá, a Luciana, e de Florínea, o Rodrigão. O Coronel Aírton Martinez, comandante da região, Coronel Rogério Bernarde Duarte, comandante da Escola Superior de Bombeiros, Tenente Coronel Zampiere, comandante dos Bombeiros da região, Dr. Nílton de Calazan Júnior, delegado seccional de polícia, Dr. José Ricardo Baraldo, delegado titular de Cândido Mota, Alzira Garbes, o Ivo Guiotti, o Tenente Mota, o Capitão Julio. Também quero aqui, cumprimentar a todos que trabalharam por essa grande obra, amigos e amigas. É uma alegria, prefeito, voltar aqui a sua cidade. Quero dizer ao Dr. Zacharias que hoje Cândido Mota inaugura o Bombeiro. Deixa de depender de Assis, porque qualquer acidente, qualquer incêndio, qualquer problema aqui, dependia do agrupamento de Bombeiro de Assis. Para ter o seu próprio agrupamento de Bombeiros para prevenir, evitar e, no caso de acidente, socorrer as pessoas. Vai atrair mais indústria para cá, porque tendo Bombeiro, cai o prêmio do seguro. Aliás, vou te dar uma dica, Dr. Zacharias, de quem já foi prefeito. Pega as indústrias da cidade – eu vi várias aqui quando entrei – e fala: olha, me dá economia do primeiro ano do prêmio de seguro para ajudar na Saúde. Eles vão ajudar. Se você tiver a lei da Câmara, a lei municipal, os hidrantes e os Bombeiros, a cidade é reclassificada perante o IBI. Então, o seguro de uma fábrica cai enormemente. Eu, quando fui prefeito em Pindamonhangaba, comprei todos os equipamentos – auto-bomba, auto-tanque, lancha, caminhão, caminhonete – tudo com o primeiro ano de economia das fábricas. Fui fábrica por fábrica: olha, você vai economizar tanto, me dê só o primeiro ano para ajudar o Bombeiro. Então, como aqui nós já compramos os auto-bombas e o resgate, então, você pede para a Saúde, vai ajudar a saúde aqui da população. Estamos inaugurando o prédio dos Bombeiros, o auto-bomba já aqui, o resgate já aqui. Então, uma conquista importante para a população. Depois, a Central de Penas Alternativas. Talvez, muita gente não entenda bem o que é isso. Mas você tem casos leves, um acidente, uma coisa menor, de menor gravidade, uma pequena contravenção. Não há necessidade, às vezes, de por na penitenciária. A pessoa cumpre aquela alternativa. Olha, você vai trabalhar no hospital, você vai ajudar em um lar de idosos, você vai prestar um serviço à comunidade, vai ter que devolver à comunidade aquele delito, uma coisa pequena. O que aconteceu na nossa experiência de penas alternativas? A reincidência é menos de 5%: 95% não voltam a cometer mais o delito. Depois, queria dar a boa notícia que nós vamos licitar agora, em julho, uma obra importante, que é a Cândido Mota até Tarumã. A SP266 vai ficar novinha e arrumada. Depois, o Melhor Caminho. O Melhor Caminho já está terminando, mas o Dr. Zacharias não é fraco, não. Ele já quer que asfalte o pedaço, não é? Da cidade até “o lixão” dá 2,5km. Fica liberado o asfalto. A Dr. Mônica, secretária da Agricultura, vai autorizar a terraplanagem, a gente faz um contrato. E o DER vai te ajudar no asfalto, esse asfalto de 2,5km. Depois, temos 146 casas no bairro da Lage sendo feitas. Não é isso? Termina em Março do ano que vem. Quanto é o aluguel de uma casa aqui em Cândido Mota? R$ 300? R$ 400? É caro, não é? E é judiação, porque é o dinheiro que vai e não volta. É judiação. Então, ele pediu mais 200 casas aqui para Cândido Mota. Nós vamos ajudá-lo para ele comprar o terreno. Não sei se dá para a gente comprar o terreno para as 200, mas o que nós pudermos. Porque sempre a prefeitura compra o terreno e nós fazemos a casa. Mas nós, como sabemos das dificuldades da prefeitura, começamos já a ajudar um pouco. Em um alqueire de terra, dá para fazer 70 casas. Então, se você comprar um alqueire, dá 70 casas. Se voe comprar dois alqueires, dá 140. Se comprar três alqueires dá 200. De 60 a 70. Nós vamos te ajudar a comprar o terreno para você ter mais. O Brasil tem 27 estados, incluindo o Distrito Federal. Só tem um estado no Brasil que põe 1% do ICMS para casa, para habitação de interesse social. Então, quem ganha um salário mínimo pode ter casa própria, porque ele vai pagar 15% do seu salário. Então, ele vai pagar R$ 100 por mês para ter a casa própria, a casa dele, 1/5 do valor do aluguel. Então, aqui já tem 146. Vamos então, trabalhar para completar esse valor. Temos aqui uma bela escola técnica. Está aqui conosco, o diretor, os professores. Uma beleza de escola técnica. E nós estamos investindo R$ 1,7 milhão em alojamentos – porque a escola é agrícola –, salas de aula, biblioteca, refeitório, R$ 1,7 milhão. E vamos estudar ampliar os cursos aqui da Etec, para mais jovens poderem estudar. E aqui, está do lado de Assis. Então, hoje nós autorizamos para o Civap, para o prefeito de Assis e para o Civap, para os municípios, mais uma Fatec, aqui do lado. Então, os pais aqui presentes, os avós aqui presentes, os jovens aqui presentes, vão poder estudar de graça. Etec aqui em Cândido Mota, uma boa Etec, e se quiser fazer faculdade tecnológica, do lado, aqui em Assis, mais uma Fatec, além da universidade da Unesp aqui na região. E para as mamães, a creche. Você já arrumou o terreno, não é? Então, essa semana já vem a comissão da Secretária de Educação para vistoriar o terreno. Jardim Tangará. Então, é R$ 1,5 milhão, nós estamos repassando. Cento e cinquenta crianças na creche para as mamães e mais o idoso. Para os idosos o Centro de Convivência dos Idosos aqui, para a terceira idade. Cândido Mota vai receber também um ônibus escolar e uma ambulância zero quilometro também para o município, e o caminhão coletador e compactador de lixo. Então, é o caminhão, o ônibus e a ambulância. E a ambulância é igual aquela do cinema. Você abre a porta da ambulância, sai uma morena e uma loira de dentro. O prefeito também me falou que aqui tem um problema de drenagem. Não é isso? De drenagem, galeria. Aonde que é? Tem enchente? Antônio Madureira. Então, nós vamos ajudar. Você faz o que der, depois, a gente ajuda. Nós vamos liberar R$ 600 mil. E queria trazer uma palavra para os jovens. O Montoro dizia: o futuro começa hoje, ele se chama juventude. Nós temos que dar a mão para os jovens. Nós estamos fazendo um programa para o estado todo, ou de quadras poliesportivas – vôlei, basquete, futebol de salão –, ou de iluminação das quadras ou de pista de skate. São as três possibilidades. Então, eu perguntei aqui, aquela pista menorzinha, custa R$ 60 mil. Aquela mais caprichada, maior, R$ 100 mil. Então, nós vamos liberar R$ 100 mil aqui, para fazer a pista de skate. Quando tiver pronto, Dr. Zacharias, me convide que eu venho estrear. Mas quero agradecer ao deputado federal, o Abelardo Camarinha, tem nos ajudado muito em Brasília e trabalhado muito pela região. Muito obrigado, Camarinha. Quero agradecer ao deputado Mauro Bragato, grande deputado estadual, representante da região e de Cândido Mota. Obrigado, Bragato. Agradecer aqui, aos nossos secretários, o Giovanni Cerri, da Saúde, a Dr. Mônica da Agricultura. Agradecer aqui ao Lorival Gomes. O Lorival tem 207 mil presos. Então, o lema dele nas penitenciárias é: estou contigo e não abro. Agradecer ao Lorival. Agradecer aqui a nossa presidente da Câmara, a nossa juíza de direito e o Dr. Zacharias, esse grande médico, muito querido. E que conte comigo, Dr. Zacharias, viu? E agradecer à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros, esses heróis do fogo. O capitão Júnior, que é o grande idealizador dessa grande obra. E agradecer e abraçar cada um de vocês. Vocês deram um exemplo. Vocês poderiam estar em casa, passeando, cuidando da família, trabalhando e vieram aqui porque amam Cândido Mota. Dão o exemplo de que na vida não basta viver, é necessário conviver e participar. Parabéns, Cândido Mota.

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Pode aplaudir, pode. Cândido Mota