Discurso - Inauguração das obras de recapeamento da SP-261 20131910

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Inauguração das obras de recapeamento da SP-261

Local: Perderneiras - Data:19/10/2013

Governador: Boa tarde a todas e a todos, estimado prefeito de Pederneiras nosso anfitrião Daniel Camargo, o vereador Ricardo de Santana, presidente da Câmara, nossos deputados, doutor Pedro Tobias, doutor Luis Carlos Gondim, João Caramez, doutor Rubens Curi nosso sub-secretário da casa civil, vice-prefeito aqui do município, o Ênio prefeito de, (inelegível), o Alemão do Leite de Cabrália Paulista, o Rodrigo Agostinho de Bauru, Ubirajara, o prefeito José Oberige, Lucia Neto, (inelegível), Maria Alva (inelegível), Boracéia o Marcos, Macatuba o Tarcisio, Brotas o Du Barreto, para onde estamos indo agora, o doutor Clodoaldo superintende da DER, o doutor Benedito Antonio Vanecise diretor do Deinter 4, coronel Airton Martinez comandante da região, doutor Ricardo Lins de Paula Martinez delegado seccional, tenente coronel Oliveira, Letícia Camargo presidente do fundo social de solidariedade, doutor Denis Paulo Oliveira de Lima o diretor do DER, o João Lino Veguim presidente da APAE, e quero agradecer aqui a presença.

Aplausos

Governador: De todas as amigas, amigos aqui da APAE muito obrigado a vocês nos alegraram com as suas presenças, vice-prefeitos da região, secretários, lideranças aqui da comunidade, uma grande alegria obrigado pela presença, ficamos muito felizes de voltar aqui a Pederneiras uma cidade tão prospera, viemos hoje entregar aqui as obras da SP-261 um investimento importante que foi feito foram mais de R$ 50 milhões de investimento desde de lá de Lençóis Paulista, Macatuba até aqui Pederneiras, recapeamentos, acostamentos, obras de segurança, enfim para a gente reduzir acidente e dar mais segurança aqui ao município, nós temos aqui também 142 casas em construção, não é isso Daniel?

Daniel: Isso

Governador: Que ficam prontas no ano que vem se a gente tiver terreno a gente pode fazer mais 120 aqui

Locutor Desconhecido: Já está certo

Governador: Já está encaminhado o terreno, é casa mesmo, não é, (inelegível), dá para a gente fazer umas 60 casas, então dois alqueires de terra dá 120, 130 casas, aluguel aqui não deve ser barato, quanto que é?

Público: R$ 400

Governador: R$ 400 não é isso?

Público: Inelegível

Governador: R$ 500

Público: Inelegível

Governador: R$ 600

Público: Inelegível

Governador: É duro e vai pagar muito menos para ser dono da casa, aluguel é sofrido, não é, por que vai e some e ai passam a ter a casa própria, e é casa para quem não tem casa, quem já tem já resolveu o problema e ninguém fica para trás, quem ganha um salário mínimo pode ter acesso porque não passa de 15% da renda, então a prestação é R$ 101 para quem ganha um salário, tem que ganha dois, três, quatro, enfim para quem não tem casa, aqui nós temos também o creche-escola, não é Damião, creche-escola, nós estamos fazendo um programa de 1000 creches no estado de São Paulo a gente entrega a creche construída e equipada para a prefeitura poder operar, para as mamães poderem ter segurança com quem deixar a criança precisa trabalhar, tem outros afazeres, deixar as crianças com segurança.

Governador: Aqui também vamos entregar também um ônibus aqui para o município para o transporte de alunos, uma van zero km para transporte de pacientes, e também um caminhão pipa também para o município, temos aqui uma cidade saudável, Pederneiras é 100% de água tratada, 100% do esgoto é coletado e 100% do esgoto tratado, é um município 300%, e vamos te dar três ajudas ai, raspando o fundo do tacho ai, um aponte para você já resolver o primeiro problema ai da enchente

Aplausos

Governador: Eu já fui eu já fui prefeito e me lembro, eu sou do século passado 1977, faz tempo, não é, e ai tomei posse, em 70 não era dia 1º de janeiro, era 1º de fevereiro e de cara já tomei uma enchente, tinha um bairro, em (inelegível), chamava loteamento Beira Rio, e ai é evidente não é, o rio subiu e alagou, ai eu passei a madrugada lá ajudando e alguns meses atrás eu ouvi do prefeito de Franco da Rocha, Franco da Rocha é uma cidade que infelizmente grande parte dela está em área de risco e lá deu uma enchente muito grave no inicio do ano, e o prefeito novo, animado foi lá, e ai Rodrigo foi lá socorrer o pessoal e uma senhorinha estava com dificuldade de passar a enchente ele pegou no colo, inelegível, pegou no colo a senhora e atravessando a enchente com ela no colo, ai ela falou para ele você é um anjo da guarda, muito obrigado, você é um anjo da guarda, porque o prefeito está ai e não faz nada viu

Plateia: Risos

Governador: Eu sempre digo o seguinte essa é a diferença entre a pessoa física e pessoa jurídica, é pessoa física é, pessoa jurídica

Aplausos

Governador: Vamos ajudar a resolver ai o problema da ponte, depois vamos te ajudar também na Santa Casa

Aplausos

Governador: O problema, eu viajo bastante e aonde a gente vai o pessoal quer fazer prédio, todo mundo quer fazer prédio, um quer fazer prédio novo, o outro hospital novo, todo mundo quer fazer prédio, para vocês terem ideia só no estado de São Paulo quantos leitos estão ociosos, ociosos uma cama que ninguém usa, por falta de custeio, só no estado de São de Paulo na rede filantrópica, beneficências, santas casas de misericórdia, 15 mil leitos, o estado de São Paulo tem 15 mil leitos vazios, porque os hospitais não tem dinheiro para fazer funcionar, então o nosso problema não é de prédio, o nosso problema é custeio, a tabela do SUS precisa ser corrigida, porque não é possível pagar uma consulta R$ 10, não é precisa ser corrigida a tabela, então nós vamos ajudar no custeio da Santa Casa, eu vou verificar, você tem ideia, eu vou verificar, a gente pode ajudar no 13º salário a pagar uma folha, uma folha da Santa Casa, me comprometo ai com uma folha, pagar um mês de folha de salário da nossa Santa Casa e vamos viabilizar 10 quilômetros ai de melhor caminho para as estradas rurais aqui, as estradas do escoamento da produção

Aplausos

Governador: Depois nós vamos verificando outras coisas que o município precisa para a gente poder ajudar, trabalhar

Locutor Desconhecido: O asfalto

Governador: Tem mais um asfaltinho ai, não é?

Locutor Desconhecido: Inelegível

Platéia: risos

Governador: o Clodoaldo vai dar uma avaliada ver se não tem nenhuma obra de arte e nada disto e nós temos uma meta que é recuperar toda a malha estadual.

Governador: É de São Paulo, das 10 das 20 melhores auto-estradas do Brasil, 19 estão no estado de São Paulo, das 20 melhores do país, 19 aqui no estado, e hoje nós estamos entregando uma outra rodovia importante 43 quilômetros de recapeamento, terceira faixa, isto é uma vacina, porque a terceira causa morbe, a pessoa adoeceu, sequelas ou mortalidade, morte não é doença, não é doença a primeira causa qual é?

Locutor Desconhecido: Inelegível, coração

Governador: Coração e grandes vasos está é a primeira causa de morte, então se a pessoa andar, fizer ginástica, mexer o corpo, não é, tiver o, você tem dois bons médicos um chama doutor sono, dormir bem uma noite bem dormida você recupera a saúde, o outro é doutor riso nós não podemos ficar, não é, tem que levar meio na esportiva as coisas se não pira, doutor sono, doutor riso, doutor caminhada, saúde, segunda causa de morte é?

Locutor Desconhecido: Inelegível

Governador: (Inelegível), por que é que ela aumentou, ela aumentou porque aumentou e expectativa de?

Locutor Desconhecido: vida

Governador: Vida as pessoas antigamente morriam com, no império Romano morriam com 28 anos de idade, o Brasil é do século passado se morria se morria até 43 anos de idade e hoje é 75 em São Paulo, o Brasil é 73, passou dos 30 vai para mais de 80, é eu estou saindo agora de Iguaraçu do Tietê lá é terra do, (inelegível), semana passada o, (inelegível) está com 93 está super bem, 93, e o Fernando Henrique foi homenageado um dias desses numa academia de letras 82, super bem, então hoje 80, 90, 100 anos vai ficar normal, a terceira causa não é doença é, causa? Acidente então era em São Paulo homicídio nós tínhamos 13 mil homicídios por ano, 13 mil, baixou para 12, para 11, para 10, para 9, para 8, para 7, para 6, para 5, o ano passado foi 4800, este ano vai se vem menos, aqui me disse o delegado que teve este ano

Locutor Desconhecido: Inelegível

Governador: Um caso, um homicídio nós estamos acabando o ano, então é impressionante quer dizer despencou, qual é a maior causa externa hoje de morte é acidente rodoviário, é motocicleta, é atropelamento, é caso, é fim de semana, automóvel e moto, bebida, então nós precisamos educar para não virar uma viagem uma tragédia e melhorar as rodovias, a gente, realmente nós estamos investindo forte, melhora, é uma vacina, diminui acidente e traz empresa, traz desenvolvimento para região, mais empresa, mais progresso, para gerar emprego, mais eu quero agradecer muito aqui a presença de vocês, agradecer o Clodoaldo (inelegível), do DER, agradecer os nossos deputados, o doutor Gondim dá um passo aqui doutor Gondim, Gondim é médico, é um grande médico, ontem foi dia dos médicos, dia de São Lucas.

Aplausos

Governador: Posso contar de Salesópolis, ou não? Nós fomos a Salesópolis, Salesópolis é onde nasce o Rio Tietê, não é, o Tietê que passa aqui nasce lá em Salesópolis do lado de Mogi e ai chegando em Salesópolis o prefeito era o Quito, gordinho, aquele barrigão, calor insuportável ai entramos na van o Quito falou para mim, doutor Geraldo eu sai da UTI para vir receber o senhor, eu fiquei apavorado e falei, o que é isto Quito, eu fui em um casamento em Mogi a noite tive lá um problema, mas me levaram para a Santa Casa fui para a UTI assinei um termo lá de responsabilidade, a hora que o senhor for embora eu volto para a UTI, ai eu falei só falta agora morrer o prefeito aqui.

Governador: Ai foi para a praça, eu falei ninguém fala, agora o coreto, o coreto descoberto, o prefeito pois um plástico em cima, não é, virou uma estufa, mês de janeiro, calor insuportável, ninguém fala, tudo rápido, vamos assinar, e pá, pá, só falou o prefeito e eu rapidinho, daqui a pouco eu ouço alguém falar o prefeito caiu

Risos

Governador: Ai eu corri na gradinha do, ali do coreto, e ele estava ali em baixo esticado, não é, esticado, e a rede globo tem uma retransmissora da globo, em Mogi das Cruzes a rede globo estava atrás da gente direto, ai na hora que o prefeito caiu já ligou tudo aí, doutor Gondim é ginecologista

Risos

Governador: Ai quando ele viu lá, (inelegível), e o prefeito cair, ele subiu em cima e começou massagem, pá uma, um sorriso para a globo, duas, três, ai eu cheguei lá e peguei o pulso do prefeito estava melhor que o meu, falei para, para Gondim vai quebrar a costela dele, salvei o Gondim lá.

Aplausos

Governador: Mas agradecer, agradecer o Caramez, cadê o Caramez, o Caramez é o homem da hidrovia viu tem lutado muito pela questão da hidrovia, tem grande investimento, nós vamos investir com o governo federal R$ 900 milhões do governo federal e R$ 600 milhões do estado, a hidrovia vai até Piracicaba até o distrito de Artemis e lá encaixa também com a ferrovia um investimento grande nas pontes, derrocamento, novas eclusas, novas barragens, um grande investimento os primeiros R$ 300 milhões nós vamos assinar quarta-feira com o ministro Cesar Borges lá em Brasília, tem do estado e tem da união, e em esgoto a mancha estava aqui em Barra Bonita retrocedeu 140 quilômetros ela está hoje em Salto, e nós estamos mandando bala, até 2019 São Paulo vocês vão poder conferir vai estar o rio limpo, 2014 universaliza o interior do estado, o ano que vem, 2016 o litoral de São Paulo e 2019 a região metropolitana, agradecer o Pedro Tobias esse grande cirurgião que trabalhou aqui em Pederneiras só não acreditei que ele não descontou o cheque viu, Árabe que não desconta cheque não é genuíno

Risos

Locutores Desconhecidos: Inelegível

Governador: Disse que Árabe gosta de dinheiro, jogo de baralho e moça, (inelegível), quantas?

Locutor Desconhecido: Inelegível

Governador: É disse que na Arábia dinheiro e três mulheres, é um absurdo, isso ai é historia do camarada que era mineiro ai, eu posso falar porque sou de família de Minas, “disse que o mineiro o gênio falou para ele faça três pedidos, ele pediu um queijo, segundo pedido uma morena e uma loira, terceiro pedido um queijo, ai o mineiro perguntou mas por que dois queijos, ficava chato pedir três não é”. Agradecer muito aqui ao Tobias e dizer para o Daniel viu Daniel conte conosco ai vamos trabalhar juntos em beneficio da população, muito obrigado. Região de Bauru