Discurso - Inauguração do Hospital Emílio Ribas II e anúncio da implantação de unidade do Restaurante Bom Prato 20131306

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Inauguração do Hospital Emílio Ribas II e anúncio da implantação de unidade do Restaurante Bom Prato

Local: Guarujá - Data:13/06/2013

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Ele que é o governador de todos os paulistas, Geraldo Alckmin!

>>APLAUSOS

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde! Boa tarde à todas e a todos! Quero cumprimentar a prefeita anfitriã, prefeita Maria Antonieta de Brito; o Flávio Lopes, o presidente da Câmara, vereador Marcelo Saquassoni, saudando todos os vereadores; Secretário do Estado da Saúde, professor Giovanni Cerri; de Habitação, o Marcos Penido; de Desenvolvimento Social, Rogério Hamam; de Desenvolvimento Metropolitano, o Edmur Mesquita; deputado Luciano Batista; a sempre deputada Maria Ângela Duarte; também vejo aqui o nosso amigo João Leite; o Valdir, ex-prefeito; professor Davi Uip, diretor geral do Hospital Emílio Ribas e coordenador da Agência de Saúde aqui da Baixada; Dr. Anízio de Moura, diretor do Emílio Ribas, aqui do Guarujá; major Marcos Assis, da Brigada de Artilharia Antiaérea; tenente-coronel Claudio de Oliveira, da Polícia Militar; nosso sempre deputado Marcelo Bueno, diretor da Agem; Dr. Marco Botteon Neto, diretor regional de saúde; o Luiz Carlos Rachid, da CDHU; pastor Adilson; lideranças aqui da comunidade; colegas, profissionais da área da Saúde; amigas e amigos! Uma grande alegria, mais um hospital público, 100% gratuito e de qualidade, que nós estamos inaugurando. Quem passar pelo espigão da Av. Paulista vai ver um vetusto prédio, lembrou aqui o professor David Uip, que completará o ano que vem 134 anos, o maior e melhor hospital de moléstias infecto contagiosas da América Latina, um dos melhores do mundo, referência internacional. Me lembro do meu tempo de faculdade, 35 anos atrás, que o sonho de todos nós era fazer MI – Moléstia Infectocontagiosa, no Emílio Ribas. Era o sonho do país inteiro ter oportunidade de ficar um mês lá no Emílio Ribas. Pela primeira vez o Hospital Emílio Ribas sai de São Paulo para vir para o Guarujá, para a Baixada Santista, como uma referência para os nove municípios aqui da Baixada. Um hospital com 51 leitos, dos quais 17 de Terapia Intensiva, referência importante em doenças meningocócicas, AIDS, hepatites, salmonelas, leptospirose, os quadro de dengue, de gripe - e todo mundo hoje tem uma preocupação com a questão do H1N1 - enfim, moléstias infectocontagiosas. Tuberculose. Eu estou saindo de Santos, hoje comemora 250 anos do nascimento do patriarca da Independência do Brasil, José Bonifácio Andrada e Silva. E o deputado federal Bonifácio Andrada, que é de Minas Gerais, todos mineiros de Barbacena, ele explicava como é que os Andradas, que são os santistas, os três irmãos Andradas, os três enterrados no Pantheon, em Santos: José Bonifácio, Antônio Carlos e Martim, os três, como é que foram parar e todos viraram mineiros? Porque um dos filhos teve tuberculose, e naquele tempo não existia tratamento para tuberculose, você tinha que ir para um lugar alto e frio. E Barbacena fica a 1.350 metros de altitude - lugar alto e frio - e aí ficou por lá, então acabaram indo para lá. Você vê que se tivesse já o Hospital Emílio Ribas aqui, eles não teriam ido para Minas, ficariam aqui mesmo! Vocês vão ter aqui um dos melhores serviços do país, aqui no Hospital Emílio Ribas. E quero aqui agradecer ao professor Giovanni Cerri, fazendo um ótimo trabalho na área de Saúde. Nós vamos daqui a pouquinho inaugurar, no segundo semestre, o primeiro Icesp, o melhor hospital avaliado no Brasil, público, é o Instituto do Câncer, do estado de São Paulo. E o Icesp, vai ter o Icesp 2, e o hospital Guilherme Álvaro em Santos, então vamos trazer para cá todo serviço de oncologia, de câncer; A rede Lucy Montoro, toda parte de fisiatria, reabilitação, pessoas com deficiência; estamos hoje visitando a Santa Casa de Santos e também autorizando recursos para área de UTI cardiológica; estamos investindo desde Bertioga até Peruíbe, nos nove municípios. E quero dizer à prefeita Antonieta, que é uma grande parceira, grande parceira! Que nós vamos mandar segunda-feira, o projeto de lei, doando terreno para o Guarujá.

>> APLAUSOS.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: O terreno... O terreno fica na Avenida Santos Dumont com a Independência, fica perto até, não é?

MARIA ANTONIETA DE BRITO, PREFEITA DE GUARUJÁ: Pertinho!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: É aqui perto! Então para ter lá o novo Pronto - Socorro e a unidade de especialidade também. Saúde gera muito emprego, como Educação! Então só aqui são 190 profissionais de saúde, sendo 30 deles médicos e, como disse o professor Giovanni, teremos também em 30 dias, a central de regulação de vagas, que vai ser muito importante para região metropolitana aqui da Baixada. Quero agradecer aqui o professor Davi Uip, um craque na matéria, uma das maiores autoridades, professor na área de moléstia infectocontagiosa, que a gente tem a honra de ter dirigindo o Hospital Emílio Ribas e aqui o Emílio Ribas do Guarujá, da Baixada Santista. Aliás, Emílio Ribas era um craque! E ainda teve o mérito de nascer em Pindamonhangaba, não é? Emílio Ribas é Pindamonhangabense, é o patrono da Saúde Pública de São Paulo. Também está aqui o Rogério, passa aqui Rogério, Rogério Hamam é secretário de Desenvolvimento Social e a primeira tarefa dele vai ser fazer o Bom Prato aqui no Guarujá, em Vicente Carvalho, então a prefeita... >> APLAUSOS. GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Ele vai... Dr. Rogério vai acertar aí com a Antonieta, Antonieta é rápida, já providenciou aí o local. E olha: Eu levei no Bom Prato de Paraisópolis, levei os melhores chefes de cozinha de São Paulo. Lohan, cozinha francesa, os melhores chefes de cozinha, eles ficaram admirados com a qualidade da refeição: Arroz, feijão, salada, carne, pãozinho, suco de frutas da época e pãozinho. Tudo R$ 1,00. Tudo R$ 1,00!

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: E sobremesa, também.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Sobremesa. E nutricionalmente perfeito! Instituto do ITA, Instituto de Tecnologia de Alimento, não há alimento mais perfeito do que o nosso Bom Prato! E qualidade: temperatura certa, bem feito, ambiente limpo. É um trabalho... É o mais bem avaliado dos nossos serviços, programas sociais do estado. Então a gente fica feliz de poder trazer aqui o Bom Prato em parceria com Antonieta, aqui para o Guarujá! Depois também liberamos 1,5 milhão para infraestrutura lá na Vila Zilda, problema lá do canal de drenagem e a prefeita me lembrou aqui, nós temos também a reforma dos conjuntos, Santo Antônio e Morrinhos e a nova construção em Cachoeira, de mais conjuntos habitacionais e também urbanização de áreas aqui. E nós teremos no Jardim Progresso, Etec e Fatec, aqui...

>> APLAUSOS.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Aqui já tem, Guarujá já tem Etec, não é isso? Só que é alugado. Então vai ter prédio próprio, laboratórios, teatro, para a gente poder ampliar o número de cursos. Cada cinco jovens, quatro já saem empregado da Etec. E vamos ter junto: Etec com Ensino Médio, então o jovem vai ganhar, os pais, os avós, os amigos aqui, o nosso jovem vai ganhar um ano e meio, porque ele faz de graça a Etec junto com o Ensino Médio, e sai com os dois diplomas. Quando ele se forma no terceiro ano, já está com o diploma do Médio e da Etec. Pode conseguir um bom emprego e, se quiser, continuar os estudos. E aí faz a Fatec também no Guarujá. Três anos, nós vamos ter a faculdade de tecnologia aqui no Guarujá. Essa, de cada 10, nove saem empregados, 93% de empregabilidade no primeiro ano. E a grande obra do Brasil de engenharia vai ser a ligação seca, Santos/Guarujá, o projeto executivo já está sento feito, o ano que vem, nós já vamos licitar a obra, contratamos até consultoria, consultoria de empresa holandesa especializada em travessias marítimas. Será uma das grandes obras de engenharia, esse túnel passará, pode ir até de bicicleta, de moto, de carro, de ônibus e de trem, porque o VLT já começou, o Veículo Leve sob Trilhos, a obra nós iniciamos há 10 dias. Ela em 12 meses, está pronta a ferrovia, ligando Santos a São Vicente na primeira etapa. O trem já está sendo feito, o trem elétrico, silencioso, moderno, não poluente, cada trem, 400 pessoas, o VLT. E na segunda etapa ,ele vai de São Vicente para a Praia Grande e de Santos para o Guarujá, ele virá para o Guarujá. Mas, quero agradecer aqui o Luciano Batista, nosso deputado que tem nos ajudado muito lá na Assembleia Legislativa, além do que ainda é torcedor do Peixe, do Santos Futebol Clube. Quanto foi o jogo ontem, Luciano? Repete aqui!

LUCIANO BATISTA, DEPUTADO ESTADUAL PELO PSB: 1x0. Contra o Atlético Mineiro, que sempre ganha do São Paulo! Provoquei, provoquei! Brincadeira!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Mas, agradecer aqui ao Luciano, agradecer aos nossos secretários aqui, todos; agradecer a nossa prefeita, Antonieta, a nossa grande parceira; exatamente! E dizer da alegria de estarmos juntos. Um dia desses, eu vi uma pesquisa muito interessante: O que é que pensa a nova geração, as classes sociais em ascendência. O que as pessoas pensam, o que desejam do futuro? E a resposta foi “Felicidade”. As pessoas querem ser felizes! Mas, o que é a felicidade? Como é que você consegue traduzir isso? E aí, percebe-se, Giovanni, Sr. Davi, três coisas interessantes, não é? Resgate de valores. Primeiro: saúde, que é uma verdade. Se a gente não tiver saúde, as demais coisas ficam para trás. Então, saúde, a valorização da saúde; Segundo: amizade, relações de afeto, precisa ter relações de afeto, de lealdade, de confiança recíproca; E a terceira, família, o núcleo familiar. Então, saúde faz parte, não é? Diz-se que a obra-prima do estado é a felicidade das pessoas. E a pessoa poder ser feliz, faz parte ela recuperar a sua saúde. É nosso dever oferecer à ela o máximo que a gente possa de avanço da ciência, de tecnologia, de recursos humanos bem preparados, oferecer para população! Bom trabalho a todos!